Depois de dizer horrores de Lula e Dilma, agora Indio da Costa quer entrar no PSD de Kassab e apoiar o governo. Segue o exemplo de Eduardo Paes e Geddel Vieira Lima.

Carlos Newton

Quem demonstra grande amadurecimento, no mau sentido, e realmente está aprendendo a ser um político de verdade é o ex-deputado federal Indio da Costa, do DEM, que foi candidato a vice-presidente na chapa do tucano José Serra e participou ativamente da campanha.

Acredite se quiser, o jovem silvicola, que na disputa eleitoral fez as mais duras críticas a Lula e à candidata petista Dilma Rousseff, agora já anuncia que pode deixar o DEM para entrar no novo PSD de Gilberto Kassab e Afif Domingos. Traduzindo: Índio da Costa também quer aderir ao governo, pois esta é a proposta de Kassab-Afif.

Acredito que Indio da Costa esteja se mirando no exemplo de Eduardo Paes, que quando estava no PSDB vivia criticando Lula e depois teve de engolir tudo, para ganhar apoio do PT e se eleger prefeito do Rio pelo PMDB. Outro exemplo para Indio da Costa é o ex-deputado baiano Geddel Vieira Lima, que também disse horrores do então presidente Lula, depois engoliu o sapo barbudo para ser ministro da Integração Nacional, e agora joga todas fichas numa nomeação para a Diretoria da Caixa Econômica Federal, que não sai nunca e o está levando à loucura.

Figuras exóticas como Geddel, Paes e Índio da Costa são exemplos do modelo brasileiro de fazer política. Sem ideias próprias e se adaptando a qualquer situação, apenas para ficar no poder ou junto a ele.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *