Deputado luta para que a CPMI da Copa seja mesmo criada

Mariana Jungmann (Agência Brasil)

Em pleno recesso parlamentar, o deputado Izalci Lucas (PSDB-DF),  autor do requerimento de criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Copa do Mundo, luta para consolidar a iniciativa.

Lucas  já conseguiu o número de assinaturas necessário para apresentar o documento à mesa diretora do Congresso. No recesso, ele vem utilizando as redes sociais para pedir às pessoas que pressionem seus parlamentares a aderirem ao pedido de criação da CPMI ou não retirarem seus apoios.

O objetivo do deputado é aproveitar o momento em que os colegas estão próximos de suas bases eleitorais para aumentar a pressão sobre eles. Com isso, ele espera inverter a tendência de retirada de assinaturas que geralmente acontece quando o governo mobiliza sua base de apoio no Congresso para evitar as CPIs. “Eu protocolizei logo [o requerimento] justamente por isso. E divulguei nas redes sociais as listas de quem assinou e quem não assinou. Estou confiante que mais gente vai assinar ainda”, disse Izalci.

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGSe for levada a sério, essa CPMI pode abalar a República. A farra do boi com o superfaturamento das reformas dos estádios foi um dos maiores escândalos da História, em nosso país. É preciso apurar os nomes das autoridades corruptas e dos empreiteiros corruptores, mas isso é muito difícil de acontecer na política brasileira. Praticamente impossível. (C.N.)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

4 thoughts on “Deputado luta para que a CPMI da Copa seja mesmo criada

  1. A NOTA DA REDAÇÃO acerta no ponto, contudo, a Lei da Ficha Limpa era considerada uma impossibilidade prática e a pressão da sociedade tornou o sonho em realidade. Creio que, um dos motivos mais claros da ida dos jovens para às ruas se manifestarem foi sem dúvida o gasto excessivo com as OBRAS da COPA em estádios suntuosos, verdadeiros templos gregos, enquanto nas escolas e nos hospitais falta de um tudo, pesar de um certo jogador na inatividade futebolística achar que o importante mesmo era construir mais e mais estádios, que depois ficarão as moscas, aliás como está ocorrendo na África do Sul, a última COPA.
    Realmente, falta prioridade nas ações dos governantes, que se pautam pelo marketing político.
    O povo quer padrão FIFA nas Escolas e nos Hospitais, essa é uma prioridade zero, ou não?

  2. Mas, para se obter padrão FIFA nas escolas e hospitais, é necessário muita coragem, mobilização popular consciente e prolongada luta contra poderosos interesses para erradicar a sangria do bilhão de reais pagamos DIARIAMENTE aos banqueiros SÓ de juros, afora as amortizações. Esses nossos governantes aí que tivemos e temos carecem de moral, quanto mais coragem para enfrentar poderosos. Com essa gente atual, com os que se anunciam e já são manjados picaretas e corruptos, só vamos levar na cabeça. A prioridade desses manjados é continuar a sangrar o país, enganar os otários, censurar, arruinar, se necessário, cair de pau nos conscientes que ousem desafiá-los e abocanhar as propinas. Ou alguém crê que eles permitem que sejamos sangrados por ideal à filosofia da banqueirada?

  3. Nota da redação diz tudo, bem como os comentaristas,infelizmente DE GAULLE, tem plena razão, o País não é serio, e Rui, atualíssimo. Desde 1500 o Brasil é roubado, Tiradentes, deu a VIDA PELA LIBERDADE E SOBERANIA NACIONAL, foi morto e esquartejado, pelo poder de Maria I , a louca; o sacrifico e exemplo de Tiradentes, para as gerações futuras, em que hoje estamos inseridos, foi inútil, pois, o “Zé Povinho” continua a reeleger os “safados” para “governá-lo” vendendo seu voto (infelizmente obrigatório), por cachaçada, portanto tem o “GOVERNO QUE MERECE”, NÃO TENDO O “DIREITO DE RECLAMAR”, POR REELEGER “AMORAIS”, o maior exemplo: Presidente do Senado, os alagoanos, elegeram seu “CLONE”, e Paulo Maluf em SP.
    O gasto absurdo com o Chefe de Estado do Vaticano, em nome de religião, quando Constitucionalmente o Estado Brasileiro É “LAICO”, aí fica à pergunta: e as outras religiões, como ficam!?!?
    Infelizmente, parece-nos mais uma “jogada eleitoral” dos desgovernos que temos, pois, não respeitam a Constituição Federal, nossa “colcha de retalhos” de tão emendada!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *