Derrocada de Lula significa o fim do ciclo do PT

Resultado de imagem para DECADENCIA DE LULA

Charge do Sponholz (sponholz.arq.br)

José Casado
O Globo

A banda passou devagar na Rua das Flores, calçadão central de Curitiba, abrindo caminho para um grupo com faixas e cartazes improvisados de um partido desconhecido (contava dois meses de registro). Surgiu, então, a comitiva com um barbudo sorridente no meio. Seguiram para o comício na Boca Maldita, onde a tradição curitibana recomenda que se fale mal de tudo e de todos, num exercício de liberdade. Na estridência daquele ajuntamento havia novidade, o prelúdio do ocaso da ditadura.

Nesta semana completam-se 35 anos dessa manifestação de Lula e do PT, em Curitiba. Outra, mais ruidosa, acontece nesta quarta-feira. Entre ambas sobram evidências de uma estética do desalento.

IGUALITARISMO – Naquele maio de 1982, desfilavam em defesa de utopias do igualitarismo, sempre vitais à política, sufocadas pelo regime ditatorial. Desta vez, a marcha é para comício de autodefesa de um político réu por corrupção, um direito na democracia.

Mudaram o país e o mundo, e Lula continua candidato no mesmo palanque de 12 mil dias atrás. É caso singular de concentração de poder dentro de um partido: já gastou 49% dos seus 71 anos de vida impondo-se como única alternativa ao PT, até para escolha do substituto eventual, como foi com Dilma Rousseff.

O PT reduziu-se ao papel de alavanca da defesa de Lula num processo criminal. A mais organizada máquina partidária acaba de completar três décadas e meia de história prisioneira de candidato único. Tornou-se símbolo de um sistema falido de organização e método de se fazer política. Fixou-se no ponto extremo da monotonia de um sistema partidário fragmentado e impeditivo à formação e renovação de lideranças.

ESTAGNAÇÃO – Há indícios da petrificação petista. Pela primeira vez, por exemplo, o partido amarga uma estagnação no número de filiações. O 1,5 milhão de alistados que possuía em março do ano passado, segundo o Tribunal Superior Eleitoral, continuou imutável no último abril. Agregou somente 3,8 mil novos seguidores, nove vezes menos que o PSDB e o PMDB no período.

No mesmo palanque há 35 anos, Lula agora lidera a repulsa nas pesquisas eleitorais. Com 45% de rejeição, segundo o Datafolha, só é superado por Michel Temer, chefe de um governo-tampão, que ele e o PT escolheram duas vezes como vice-presidente, num pacto eleitoral com o PMDB de Eduardo Cunha, Renan Calheiros e Romero Jucá, entre outros.

CORROSÃO – A mesma pesquisa indica que prevalece a percepção (32%) de que Lula comandou o mais corrupto dos governos. Injusta ou não, é indicativa da corrosão da imagem do eterno candidato numa democracia que, em três décadas, só elegeu quatro presidentes pelo voto direto (Collor, Fernando Henrique, Lula e Dilma) — metade deposta por impeachment.

A obsolescência do que está aí se torna ainda mais evidente na proliferação de novos partidos, organizações e movimentos, como é o caso do Agora!, Novo, Nova Democracia, Muitos, Acredito, Brasil 21, Livres, Ativistas, entre outros. Procuram reduzir o distanciamento do eleitorado, com uso de tecnologias para participação direta — inclusive para projetos de leis de iniciativa popular, como permite o aplicativo recém-desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade, do Rio.

O tempo passou na janela. Aparentemente, vem aí um mandado de despejo aos antigos mandarins da política brasileira.

9 thoughts on “Derrocada de Lula significa o fim do ciclo do PT

  1. Acaba o ciclo do PT e continua o ciclo dos coronéisvocêsabecomquemestáfalando, que nunca parou de existir no Brasil.
    Enquanto não houver a limpa com creolina vai tudo continuar como está.
    Vejam que lindo, a sra. cabral simplesmente “movimentou” 1,2 mi de sua conta no Itaú bloqueada enquanto estava em Bangu. A lei só vale para as ovelhas do Cabril!
    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,adriana-ancelmo-movimenta-conta-bancaria-bloqueada,70001772245

  2. José A. Aranha,

    Resta saber por que o banco onde esta conta estava bloqueada a liberou para saque!

    O banco, que seria o fiel depositário deste dinheiro, agiu criminosamente.

    No entanto, na condição de elite, volta para a cadeia a mulher de Cabral, e não que não tivesse de retornar à prisão de onde não poderia ter saído, mas porque a entidade bancária não pode ser responsabilizada, logicamente!

    E dê-lhe receber soco na cara, o povo inculto e incauto, idiotizado e imbecilizado!

    • E por que o juiz Bretas não deu ordem de prisão na hora por este novo crime? Ele está com medo de quê?
      Quanto ao banco Itaú ele estava avisado, fica anexado no extrato da conta os bens bloqueados. Ele não poderia liberar. O gerente deveria ser chamado a depor. É um Cabril sem fim. Um bando de ovelhas vendo BBB e novelas.

      • Este é o ponto.

        O responsável é o Itaú, que deveria sofrer uma grave punição por depositário infiel, que significaria a prisão do gerente da agência, simples.

        • Amigos
          Se foi solicitado bloqueio e houve o descumprimento, além da devolução do valor o Itau deve arcar com descumprimento de ordem/determinação judicial.
          Fallavena

          • O gerente da agência do Itaú, de onde a mulher de Cabral fez o saque, deve ser levado às barras de Justiça, indiscutivelmente, mesmo que a mulher do ladrão, Cabral, tenha usado do mesmo expediente de uma amiga sua, conhecida na Odebrecht e Operação Lava-Jato como “amante”!

            Vai saber!

  3. “… vem aí um mandado de despejo aos antigos mandarins da política brasileira. ” Será, Ceará ? E de que adiantaria isso, sob a égide do mesmo e velho $istema político podre, face ao qual os seus mandarin$ só saem do poder mortos, de velhos, e os filhos e netos dos me$mo$ herdam as suas bocas no erário. Na verdade, a derrocada do Lula e do PT (que ainda são os preferidos nas pesquisas que indicam que os demais tb vão de mal a pior no conceito popular), é a derrocada do $istema político podre, do partidarismo-eleitoral, do golpismo-ditatorial, e dos seus tentáculos, velhaco$, é a derrocada da plutocracia com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia, é o fim do ciclo de poder dos me$mo$ que, aliás, há algum muito tempo, já estão na prorrogação, em síntese, é o fim do modelo 171 de república e confederação, do qual somos todos vítimas e reféns há 127 anos. Chegou a hora da Democracia Direta, com Meritocracia Eleitoral, para dar estabilidade à política, para a sociedade e para o país. O duro é combinar isso com os russos do velho continuísmo da mesmice do velho $istema político com prazo de validade vencido há muito tempo.

  4. A imagem acima avele por todas as palavras.Três décadas de poder, dos sindicatos à presidência,só conseguiram melhorar a aparência externa de Lula, mesmo que nos últimos anos até esta tenha se deteriorado.
    Interiormente, está como era, como sempre foi.
    Fico abismado quando diziam – e alguns continuam dizendo, que Lula é um estadista, que é reconhecido no mundo inteiro e que atingiu píncaros, acima de vargas.
    Depois de assistir o video abaixo, mais e mais fico pensando como um povo bom, ético e que deseja o melhor para si e para os seus, pode eleger um sujeito tão repulsivo como ele.
    As expressões de seus colegas, entre os quais “a amante” da lista da Odebrescht, falam por si!
    Vale a pena de ver de novo ou pela primeira vez.
    https://www.youtube.com/watch?v=B86Jdhn1Xv8
    Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *