Derrocada do PT favoreceu o PSDB e muitos partidos pequenos

Resultado de imagem para psdb tucanos charges

Charge do Rafa, reproduzida do Arquivo Google

André Monteiro
Folha

A análise do resultado das urnas deste domingo (2) mostra que o PT, partido que governou o país por 13 anos seguidos, sofreu a pior derrota entre todas as legendas sob qualquer aspecto. Em número de prefeituras, a queda fará o partido voltar praticamente 12 anos no tempo. Em 2004, embalado pela vitória de Lula em 2002 e antes do escândalo do mensalão, o partido elegeu 411 prefeitos. O número continuou crescendo nas eleições seguintes, até os 644 do último pleito. Agora apenas 256 petistas foram eleitos, além dos sete que disputarão o segundo turno.

Mesmo no melhor cenário, com todos os sete vencendo a votação final, a queda em relação a 2012 será de 59%, a maior de todas as legendas.

O partido também foi o que teve a maior queda em número de votos para prefeito no primeiro turno. Seus candidatos receberam, ao todo, 6,8 milhões de votos, contra 17,2 milhões há quatro anos – queda de 60%.

NOVOS TEMPOS – Atingido em cheio pela Operação Lava Jato e diante das novas regras eleitorais, com campanha mais curta e sem doações de empresas, o partido lançou menos candidatos e sofreu para arrecadar recursos.

No vácuo do declínio petista, partidos de menor expressão, os chamados “nanicos”, avançaram. A pulverização beneficiou siglas como PHS e PTN, por exemplo, que elegeram mais prefeitos e ganharam mais votos. Também ganharam prefeituras partidos novos como Solidariedade e Pros.

Entre os maiores, o PSDB foi o partido que mais cresceu. O número de prefeituras subiu da 701 em 2012 para 793. Considerando os 19 candidatos disputando segundo turno, o partido pode chegar a 812 administrações, o que significaria crescimento de 16%. Em número de votos, os tucanos cresceram 27%: de 12,9 milhões há quatro anos para 17,6 milhões agora.

RECEITA E POPULAÇÃO – Em termos práticos, o encolhimento do PT nas urnas também significa menos receita e população administrada por seus filiados.

Um cruzamento com dados de 4.817 cidades com informações na Secretaria do Tesouro Nacional e cuja eleição já está definida aponta uma queda de 84% no volume de receitas que serão geridas por prefeitos petistas. A estimativa é conservadora, sem atualização da inflação.

E, se em 2012 o partido conquistou influência direta sobre uma população de 38 milhões de habitantes, agora serão apenas 6 milhões, uma redução também de 84%.

Já o PSDB terá um salto de 168% no total de receitas administradas, além de ter influência sobre uma população de 37,5 milhões de pessoas, um aumento de 45% em relação à última eleição.

7 thoughts on “Derrocada do PT favoreceu o PSDB e muitos partidos pequenos

  1. 1) Licença: no governo anterior, nós do PSB fomos chamados de “fascistas”, direitistas traidores…

    2) Eis a resposta dos eleitores: o PSB é agora o partido da Esquerda Democrática que mais elegeu prefeitos: em 414 cidades; sendo no primeiro turno Palmas-TO e Campinas – SP.

    3) No segundo turno vamos disputar em Recife, Aracaju, Goiânia, Guarulhos, Guarujá, Niterói, Mauá, Petrópolis e Olinda.

  2. Deu em O GLOBO

    RIO – O clã garotinho teve uma derrota em seu feudo eleitoral, a cidade de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. O principal candidato da oposição, o vereador Rafael Diniz, do PPS, de 33 anos, venceu as eleições no primeiro turno, com 55,19% dos votos válidos. Foram 151.462 votos. O resultado surpreendeu, já que as pesquisas apontavam para uma disputa no segundo turno.

    Assim, o candidato da família Garotinho, Dr. Chicão (PR), ficou em segundo lugar, com 29,88% dos votos válidos — ou 81.989 votos. Dr. Chicão foi vice-prefeito de Rosinha, que está há oito anos à frente da prefeitura de Campos. Dr. Chicão é ainda primo do ex-governador e presidente estadual do PR Anthony Garotinho.

    Em sua página no Facebook, Rafael Diniz agradeceu a vitória. “Obrigado Campos!!! Essa vitória é nossa. É de todos que acreditam e querem uma Campos diferente”, destacou.

    Nos últimos dias da campanha, os ataques mútuos aumentaram, principalmente após a prisão da secretária de Desenvolvimento Humano e Social de Campos, Ana Alice Ribeiro, em uma ação da Polícia Federal (PF).

    Segundo a PF, a suspeita é que o programa Cheque Cidadão, um auxílio de R$ 200 para famílias de baixa renda, estava sendo usado para a compra de votos. Do outro lado, a prefeitura disse que a concessão do benefício é auditada e que nenhuma irregularidade foi detectada. Ontem, em sua página no Facebook, Garotinho acusou a oposição de espalhar pelas redes sociais um documento falso que o intimava a depor na Polícia Federal sobre o Cheque Cidadão.

    Garotinho participou ativamente da campanha de Dr.Chicão a ponto de a Justiça determinar a suspensão de seu programa na Rádio Diário até o fim das apurações dos votos.

    No sábado, Garotinho usou sua página no Facebook para desqualificar o candidato Rafael Diniz. “Um filho de um amigo estava empolgado em votar no Rafael Diniz, por ele ser jovem. Mas, ao perguntar se teria coragem de deixá-lo administrar uma loja por 30 dias, ele disse que não. Em time que está ganhando não se mexe”, disse Garotinho, em seu Facebook.

  3. Deu em O GLOBO

    SÃO PAULO — O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sofre uma derrota dentro de casa na eleição deste domingo. Marcos Lula, seu filho, não conseguiu se reeleger vereador em São Bernardo do Campo. Ele teve apenas 1.504 votos, menos da metade dos 3.882 obtidos em 2012, e foi o 58º na disputa por 28 vagas.

    Lula votou em São Bernardo do Campo, no ABC paulista :”PT é o partido predileto dos eleitores, diz Lula após votar.”

    Museu do Trabalhador. Obra inciada em 2012 ainda não foi concluída: opositores ao PT querem mudar o projeto para não enaltecer o ex-presidente Lula

    PT sofre para manter poder em São Bernardo do Campo, berço de Lula

    Além do filho do ex-presidente, o candidato do PT a prefeito da cidade, Tarcisio Secoli, ficou em terceiro lugar e está fora do segundo turno. A cidade, berço do partido, é governada há oito anos por Luiz Marinho, um dos principais amigos de Lula na política e foi beneficiada por generosos repasses de verbas federais enquanto o PT esteve no Planalto.

    O segundo turno da disputa para prefeito na cidade de Lula será entre o tucano Orlando Morando, que teve 45,07% dos votos, e Alex Manente, do PPS, que ficou com 28,41%. O petista obteve 22,57% dos votos válidos.

  4. Anivaldo Luiz da Silva, o Lobão (PR), foi o vereador mais votado da capital alagoana, com quase 25 mil votos dos maceioenses. Ele é produtor de filme pornô amador e cantor da banda de rock Cheiro de Calcinha.

  5. PS: Se o presidente da Colômbia for um Lula da vida, encontrará alguma maneira de desrespeitar a vontade popular do “não”, da mesma forma que o PT desrespeitou o resultado do plebiscito sobre a venda de armas realizada no Brasil…
    Acredito que seja, pois, assim como os esquerdistas daqui, não esperava uma decisão popular diferente da proposta oficial…
    Veremos.

  6. Esta foi uma eleição de nocautes para muitos políticos, talvez o início do fim dos coronéis ainda existentes e oligarquias que não largam o osso.
    Daqui para frente é não perder de vista o retorno desses zumbis..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *