Desembargadora do Tribunal do Rio suspende investigação contra Flávio Bolsonaro

O senador Flávio Bolsonaro Foto: Agência O Globo

A estratégia da defesa é seguir retardando a investigação

Aguirre Talento
O Globo

A desembargadora Suimei Meira Cavalieri, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), determinou a suspensão das investigações sobre rachadinha do senador Flávio Bolsonaro (RJ) até que o colegiado julgue o assunto. Cavalieri atendeu a um pedido da defesa do senador, que apontou ilegalidade no fato de a investigação ter tramitado em primeira instância.

O habeas corpus impetrado pela defesa argumentava que Flavio Bolsonaro tinha que ser investigado pela segunda instância do Ministério Público estadual, sob supervisão de um desembargador do TJ. As quebras de sigilo e ordens de busca e apreensão foram todas emitidas pela primeira instância da Justiça do Rio.

JULGAR O MÉRITO – A decisão liminar vale até que a 3ª Câmara julgue o mérito do assunto. Até lá, o MP do Rio não poderá concluir as investigações contra Flavio Bolsonaro nem apresentar denúncia contra ele.

O caso foi enviado à primeira instância, após entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre foro privilegiado. No entendimento do STF, o foro só vale para crimes cometidos durante o exercício do mandato. Flávio era deputado estadual na época das suspeitas, mas foi eleito senador e o caso foi enviado à primeira instância depois disso.

Procurada, a advogada Luciana Pires afirmou que não iria comentar o assunto.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A advogada vai fazendo seu trabalho. Como não há possibilidade de comprovar a inocência de Flávio Bolsonaro e seu então assessor Fabricio Queiroz, sargento reformada da PM, o jeito é ir atrasando o projeto para acontecer a prescrição. (C.N.)

9 thoughts on “Desembargadora do Tribunal do Rio suspende investigação contra Flávio Bolsonaro

    • al, o que dá pra concluir é que você é defensor de bandido.

      Lamentável sua comemoração.

      Ah, tá explicado. Caso você não defenda o clã de milicianos perderá a boquinha.

      Lamentável outra vez.

      • Sebastião, eu votei no bozo, estou 100% satisfeito, não escondo isso de ninguém, nem hoje nem antes mesmo do Bolsonaro confirmar sua candidatura já tinha decidido elege-lo, dito isto, me incluo nos que apoiam o atual governo, até as cagadas, só não dou apoio ao roubo do patrimônio publico tal qual os canhotos, lamentável é vc se arvorar a defensor da democracia, hoje, e não enquanto estava ela sendo currada em todos os sentidos e posições, tão lamentável vc não compreender o comentário que fiz, comentário que se refere a pseudo isenção da TI quanto a direita e esquerda,
        E lamentável é vc um democrata não permitir que cada um estime quem bem lhe entender, e quanto a eu ganhar dinheiro com isso, isso é coisa de mortadela, eu vim de graça, se vc se acostumou assim é problema seu, então não messa os outros pela sua régua.

        • al, você nunca viu eu defender político bandido, seja de direita, seja de esquerda ou seja de centro.

          Portanto, esse mimimi de que eu não estou permitindo “que cada um estime quem bem lhe entender” é conversa fiada.

          A realidade é que você defende incondicionalmente o Bolsonaro e seus filhos pelos roubalheiras (rachadinhas) que fizeram.

          Isso sim, é não ser democrata.

          Quer dizer que quem você apoia pode roubar.

          Quanto à régua, as nossas são, realmente, muito diferentes.

          Tá certo, defenda o seu ganha pão defendendo bandido sem ser advogado deles.

          Mais uma vez, Lamentável.

          • Relacha Tião, a vida é curta, só falta 3 anos, pra quem aguentou 16 o que é 3 nada.
            E não me viu defendendo rachadinha, alias fui o primeiro a dizer que tinha cor e cheiro de culpado. mas eu quero mesmo é saber quem é o seu favorito, ou vai dar uma de limpinho isentão e dizer que não votou nos bandidos., se não votou aguenta o rojão, poi eu votei fiz campanha e tudo que tenho direito, sou tão gado quanto qualquer um daqui, só que prefiro escolher em quem eu voto, não vou com as marias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *