Desligaram o apago, no explicaram nada, ficou a dvida: pode acontecer novamente?

At agora nada de concreto, positivo, seguro, foi declarado ou revelado a respeito do que aconteceu no fim da noite de tera, incio da madrugada de quarta. Tudo continua no escuro.

Lula: No vou dizer nada, no quero falar sobre assunto to complexo. Completando: Convoquei uma reunio com tcnicos e especialistas, a sim, saberemos. Realmente convocou mas no compareceu. Quer dizer que continua sem saber?

O primeiro a falar foi o professor Pinguelli Rosa, 7 da manh de quarta, no Bom Dia, Brasil. Segundo clculos que estariam disponveis (?) tarde, afirmou: Foi um acidente, acidentes acontecem.

Est bem, professor, acontecem mesmo. Mas quando atingem 60 milhes de pessoas, deixam 18 estados no escuro, e as informaes no passam de informes, preciso alguma coisa mais consistente, mais slida, no adianta transferir toda culpa para um municpio desconhecido, como Itaver.

O mesmo credenciado e titulado Pinguelli Rosa, afirmou na televiso: A dificuldade do RELIGAMENTO foi pior do que o APAGO.

Essa foi a informao mais clara e mais elucidativa, gravssima, dita por quem conhece o problema, de fora e de dentro. Tudo confirmado pelos fatos. O APAGO propriamente dito no durou mais do que 35 ou 40 minutos. O RELIGAMENTO, mais de duas horas. Basta o exemplo do Paraguai: mais de 80 por cento abastecido por Itaipu, ficou 35 minutos, no escuro, a luz se fez a seguir, porque o RELIGAMENTO era praticamente automtico.

Pinguelli Rosa foi presidente da Eletrobras, Dona Dilma, Ministra de Minas e Energia. Depois do professor surgiram dezenas de explicaes que no explicavam coisa alguma. Aproveitaram o APAGO (ou a dificuldade de RELIGAMENTO?) para um novo choque (eltrico) PLEBISCITRIO entre o governo FHC, e o atual (e tambm futuro?) tendo como base a eleio de 2010.

perda de tempo. A candidata (?) de Lula que deveria se preservar, saiu correndo para os jornais e televises: Se FHC quer comparao, nosso governo d de 400 a zero no dele. Que infelicidade ou impropriedade. No assim que a senhora vai SUBIR nas pesquisas, FHC no tem mais o que CAIR.

Mas os 60 milhes apagados e outros 140 milhes assustados, querem mais iluminao, e menos ambio ou exibio.

A tal reunio que Lula explicou que havia convocado, se realizou, mas em pblico, 14 pessoas numa longa mesa, discutindo o qu? Aqueles 14 presentes, s 4 ou 5 tinham condies, competncia e conhecimento para entender e lgico, explicar.

Evidentemente, que defendo a transparncia, sempre. Mas aquela reunio, (TCNICA?) deveria ter se realizado num local fechadssimo, sem hora para terminar, mesmo que durasse 24 horas ou mais. A sim, esses responsveis poderiam convocar os rgos de comunicao, para ler a concluso a que chegaram, ou as dvidas que no conseguiram eliminar.

Mas o pas inteiro ficaria menos apreensivo e mais informado sobre o que aconteceu e o que pode vir a a acontecer. Deixaram tudo concentrado com o Ministro de Minas e Energia, pai de Edinho 30.

E ele falou: O apago foi provocado por alteraes climticas e perturbaes da atmosfera. Portanto, no foi um apago, e sim um Edison Lobo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.