Despedida do Senado, triste e melanclica

Essas palavras servem para 54 senadores cujo mandato termina em 2010. Muitos j saram, deixaram os mandatos para os suplentes. Trs foram derrotados para governador dos seus estados, perderam, mas o TSE empossou-os.

No momento quero me referi apenas a Aloizio Mercadante. Eleito, a felicidade era do suplente, tinha certeza que o efetivo seria ministro por longo tempo, mas no foi por um dia sequer. Por causa disso se atropelou, resolveu concorrer com o Aurlio e o Houaiss, modificando o sentido da palavra IRREVOGVEL.

Agora est arriscado a no voltar ao Senado, perdendo para o “disque Qurcia para a corrupo”. Para governar no h hiptese, perderia para Geraldo Alckmin. No primeiro turno.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.