Deu a louca nas redações! É preciso separar as denúncias por ordem de importância

Resultado de imagem para lista de corrupção CHARGES

Charge do Cazo, reproduzida do Arquivo Google

Carlos Newton

Desse jeito, não tem jornalista que aguente. É tanto vazamento de delações da Odebrecht que a gente enlouquece e fica sem saber como assimilar e retransmitir essas denúncias que atingem diretamente os atuais locatários do Palácio do Planalto e a classe política como um todo. Somente na Odebrecht há 77 delatores que estão prestando depoimentos ao mesmo tempo, num exasperante torrencial de informações que parece um nunca-acabar.

A CONFUSÃO É GERAL – São acusações importantíssimas, nem importa mais saber que partido político está recebendo em dinheiro vivo, qual é o parlamentar ou governante agraciado com propinas, nem mesmo quais foram as Medidas Provisórias negociadas por trinta dinheiros. Tudo se mistura, a confusão é geral, nenhum ser humano consegue processar tantas notícias ruins ao mesmo tempo.

Em ritmo de “urgência urgentíssima”, expressão inventada no Congresso para justificar qualquer patifaria, é preciso inventar logo um programa de computador que possa ajudar os jornalistas a organizar essas matérias.

COMO ORGANIZAR – Enquanto os gênios da informática não recebem o chamado “insight” para colocar o ovo em pé, vamos sugerir que os jornalistas tentem selecionar e organizar as denúncias de acordo com sua ordem de importância. A primeira providência é fazer a relação dos estelionatários que infestam a política e a administração pública, listando aqueles que efetivamente se corrompem e levam propinas. Estes devem ser considerados os criminosos preferenciais, de maior periculosidade.

Simultaneamente, vamos selecionar os políticos que apenas receberam doações de caixa dois para campanhas eleitorais, dividindo-os em duas categorias: 1) aqueles que entregaram o dinheiro vivo aos tesoureiros de campanha; 2) os espertinhos que simplesmente embolsaram o dinheiro – total ou parcialmente – e devem passar a ser relacionados na lista principal dos receptores de propinas.

Com isso, poderemos reduzir um pouco a confusão em que nos metemos, e os leitores terão melhores condições  de entender o que realmente está acontecendo.

###
PS
Como diz o ministro-relator Teori Zavascki, o pior ainda está para vir, porque na semana que se inicia Emílio e Marcelo Odebrecht prestarão novos depoimentos sobre suas relações com os últimos quatro presidentes da República (FHC, Lula, Dilma e Temer) e também com os chamados caciques dos principais partidos políticos. Também está para sair o dicionários dos codinomes dos políticos e autoridades que foram agraciados com propinas. E aí a confusão vai aumentar ainda mais. (C.N.)

18 thoughts on “Deu a louca nas redações! É preciso separar as denúncias por ordem de importância

  1. Newton, tens razão, o Cidadão leigo, está como cego em tiroteio, que o Teori honre a Srª Justiça e o Brasil, liberando a Corja, para Moro e aqueles jovens Juízes, que lhe seguem o exemplo de Amor à Pátria. Oremos a Deus para que não aconteça o pior, infelizmente, o STF, que a muito virou stf, não merece confiança do Zé Povinho, pelo estupro e vilipendio a Srª Justiça no dia 07/12/16.
    O stf, se tivesse pudor, honraria à Patria, renunciando as Férias em janeiro, pondo em Pauta, as denuncias da corja do foro privilegiado, encabeçada pelo Renan, Utopia, com certeza. enquanto isso o Brasil sentado em barril de pólvora, bastando um maluco acender o estopim.
    Jesus, nos legaste o Código da Vida, teu Evangelho de um Pai Misericordioso, te torturamos e matamos na Cruz, e rogaste ao Pai, que nos perdoa-se, te rogamos, que rogues ao Pai, que ilumine e proteja essa nova geração, que busca honrar sua Consciência e a Justiça, e limpar o Brasil, e que não aconteça o pior, o derramamento de sangue de irmãos.
    Mais uma vez, te deixaremos pregado, te trocando pela Papai Noel de prazeres materiais, desprezando os Prazeres do Espírito, de comungar contigo, conforme disseste: Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida, e ninguém vai ao Pai, a não ser por mim.
    Através dos séculos te desprezamos, com os falsos profetas, deturpando teu Evangelho, que nos apresenta um Pai Misericordioso, e “A cada um segundo suas obras” e “Pagarás até o último ceitil”, que acontecerá, no além túmulo, a vida continua. por sermos eternos.

    • É de dar inveja a qualquer mafioso sério do mundo a forma como operava o setor de operações e estruturadas da Odebrecht. A primeira impressão que tive foi como eles têm tanto dinheiro, a segunda foi como eles conhecem tantos políticos, terceira foi como eles são organizados, quarta como são criativos ao dar nomes ao rebanho… Céus.
      A lista é tão grande que cansei de ler nome por nome, fiz uma leitura seletiva, buscando nomes que não me são estranhos.
      O nível da baixaria nos apelidos é de dar inveja aos traficantes do Alemão no Rio, do Conjunto Palmeirad no Ceará, o nível de estratégia ensina ao produtor do House of cards a melhorar sua performance.
      Mas pra mim o mais nojento é o nível da velhacaria dos políticos que pressionam a propina para assim pagarem as obras feitas pela construtora. Onde já se viu? Você constrói, investe, tira do bolso, e pra receber precisa repartir seu lucro, que já é limitado pela legislação, com seu cliente? Pois as justificativas das doações, sobretudo aos membro do poder executivo, foram com base nesta premissa: receber o pagamento das obras feitas em dia. Logo se ver que até pra pagar o que devem os políticos são velhacos.
      Logo se ver que trabalhar com o governo é sempre uma furada pro empreendedor. Ora, pra iniciar uma obra, por exemplo, você precisa contratar gente, comprar maquinas, pagar indenizações, pagar advogados, pagar cartório e mais cartório, precisa comprar material de construção etc., você investe logo uma grana pra começar a obra, isso sem nada adiantado, depois que a obra fica pronta você já gastou tudo que podia, dentro de uma margem de lucro pré estabelecida pela legislação, mas pra receber o que é seu agora você ainda precisa dar propina? Que que é isso? Isso é uma ditadura do crime organizado. Não existe isso. Não tem empresário que aguente uma esculhambação dessas. Sem falar que, tem mais, o governo trabalha com orçamento anual, logo uma obra que você começou agora e tenha previsão de durar mais de uma ano, essa obra pode está fora do orçamento do governo no ano que vem, logo você empresário vai perder tudo, não vai terminar a obra, perde o que gastou (pra receber, só na propina), terá problemas com os sindicatos em demitir os funcionário etc., ou seja, o empresário só tem a perder. Precisa mudar a legislação não na parte da licitação que já é rígida demais, mas na parte que obriga o governo a garantir que uma obra só seja iniciada quando o dinheiro dela esteja totalmente numa conta específica, pra ir pagando conforme o andamento, e que essa transferência seja automática pra conta das prestadoras de serviço. Por que de outra forma, não vai. Ah, vão pensar, o governo não precisa das empresas, o exército é mais eficiente pra construir… Ora, o exército não tem nem munição pra uma hora de guerra quanto mais gente pra construir as obras que o país precisa. O Brasil precisa dos seus empresários. E a humilhação que obriga empresas como a Odebrecht se corromperem pra não perder o que investiu precisam ser valorizadas, senão as obras não sairão da boca políticos.

  2. Newton, daqui a pouco vão ter que fazer um programa de computador para dizer quem ainda não está denunciado… E seria bom que viesse antes das eleições (claro, se sobrar alguém até lá).

  3. Newton, está fácil amigo: Somente dois devem ser marcados de perto sem deixá-los andar: Lula e Dima. Os outros citados nada fizeram isso é invenção da mídia. Isso é informação vazada. Todas acusações sobre o PSDB são inverídicas. Sobre Padilha, Temer, Moreira Franco, nem pensar, são pessoas íntegras. Sobre o PMDB é um crime falar em Jucá, Renan, Eunício, Cunha e Sérgio Cabral coitados estão presos por crimes praticados por Lula e Dilma. Só esses dois são culpados de tudo.

  4. O Jornal Nacional de ontem e sexta-feira foi uma confusão só. Não tem outro assunto. Quem aguenta ficar uma hora assistindo reportagem de delação com nomes diversos, falcatruas diversas e o pior de tudo: escutar as notas oficiais dos acusados que negam as acusações, que tudo foi declarado à justiça e blá, blá, blá…Todos santos e honestos!!!

  5. Assim com o Sr. STALIN dizia: Que a morte de Um Indivíduo é uma Tragédia, a morte de Um Milhão de Indivíduos é apenas uma Estatística, a Delação Premiada envolvendo Um Político é um Escândalo Financeiro, as Delações Premiadas envolvendo mais da metade do Congresso Nacional é só uma Estatística.

  6. Carlos Newton, primeiramente quero desejar ao Ilustre Jornalista meus votos de um Feliz Natal e Ano Novo, extensivo a sua Digníssima Família e a todos que participam deste maravilhoso blog da liberdade.

  7. CONSTITUIÇÃO FEDERAL BRASILEIRA
    Apresento ao Congresso Nacional, para estudo, mais dois parágrafos que poderão trazer a paz à nossa Nação, já que evita a cobiça daqueles que só pensam em GOLPE, vejam:

    Art. 80 da CF:
    § 1° ocorrido os impedimentos previsto neste artigo, a autoridade que assumir terá que marcar, no dia da posse, novas eleições para Presidente e do seu Vice-Presidente, que ocorrerá no prazo improrrogável de 30 dias.
    § 2° O descumprimento deste prazo acarretará o retorno do Presidente destituído e na falta o o retorno do seu Vice.

  8. Recordando…

    Quando Cunha listou Temer como uma de suas testemunhas de defesa, foram apresentadas 41 perguntas que deveriam ser respondidas pelo presidente. Segundo a revista, em uma das questões enviadas ao juiz Sergio Moro, os advogados de Cunha pediram que fosse perguntado a Temer se Yunes alguma vez providenciara contribuição para o PMDB ou para o próprio presidente.

    A pergunta foi vetada por Moro juntamente com outras 20 questões, alegando que qualquer denúncia envolvendo Temer deveria ser investigada pelo STF, e não em Curitiba, já que ele tem foro privilegiado.

  9. Com a indecente lei, que permitia as doações de campanha, não tem um partido que não tenha recebido doações, até os pequenos partidos devem ter recebido um pixuleco para calar a boca..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *