Deus e o Diabo na campanha eleitoral

Carlos Chagas

Antes de entrar na poltica partidria, Fernando Henrique Cardoso ostentava o ttulo de livre pensador, junto com o diploma de socilogo. No hesitava, nas aulas e nas conferncias que ministrava, em negar a existncia de Deus. Depois, as circunstncias levaram-no a reformular o pensamento. Candidato presidncia da Repblica, com o Lula ainda liderando as pesquisas, entrevistei-o na saudosa Rede Manchete, perguntando em dado momento se acreditava em Deus. Em vez de responder diretamente, tirou a carteira do bolso do palet e mostrou um santinho com a imagem de So Judas Tadeu, por sinal o padroeiro dos desesperados. Respondia assim, sem responder, porque fica evidente que quem venera um santo submete-se ao chefe de todos os santos, no caso, Deus.

Essa histria se conta a propsito da necessidade que tm todos os candidatos (e candidatas) ao palcio do Planalto de transmitir ao eleitorado a crena inconteste na existncia de um Ser Superior. muito mais produtivo, eleitoralmente, porque a negativa subtrairia alguns milhares de votos.

No debate de domingo entre os dois presidenciveis, Jos Serra evitou perguntar a Dilma Rousseff se ela acreditava em Deus, certamente por j saber a resposta bvia. Preferiu lembrar que no passado, quando guerrilheira, a adversria deixou depoimentos contestando a existncia do Padre Eterno e dizendo-se agnstica, para depois desferir o golpe: Agora voc se apresenta como beata…

Dilma fez que no entendeu a maldade e um dia depois foi Baslica de Nossa Senhora Aparecida assistir missa e, garantem dirigentes do PT, rezar pela salvao da alma, jamais pela eleio do concorrente.

A gente fica pensando at onde iro as baixarias dessa campanha, porque a candidata tambm no hesita em manejar o punhal sempre que Serra lhe d as costas. Chegou a acus-lo de defender a entrega da Petrobrs s multinacionais, afirmao descabida quando se sabe que ele no retornou ao ministrio do Planejamento, depois da malograda campanha para prefeito de So Paulo, precisamente por se opor s privatizaes efetivadas por Fernando Henrique Cardoso.

S falta mesmo, no prximo debate, Dilma indagar de Serra se ele trs o Capeta no corao e Serra perguntar a Dilma se o Belzebu votar nela…

O PMDB COM O VENCEDOR

Na hiptese da eleio de Dilma Rousseff, parece definido o quadro parlamentar para o incio do novo governo: o PT ficar com a presidncia da Cmara, o PMDB com a presidncia do Senado, umbelicalmente ligados os dois partidos. Provavelmente Cndido Vacareza e Jos Sarney comandaro as duas casas.

E se o vencedor for Jos Serra? Quinze minutos depois estar desfeita a aliana entre o PMDB e o PT. O bloco majoritrio no Congresso ser formado pelo PSDB e o PMDB, queiram ou no os Democratas. Os peemedebistas oferecero a presidncia da Cmara aos tucanos e, no Senado formaro a base de apoio ao palcio do Planalto. Se algum duvida, s esperar.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.