Dica de investimento. Se tens algum sobrando, invista na Bovespa, que chegou ao fundo do poço e a tendência agora é de subir.

Carlos Newton

A Bovespa está passando uma de suas piores fases. E no mercado de capitais, o que é bom para um investidor é ruim para outro. Na quinta-feira, puxada pelas ações de siderúrgicas, de instituições financeiras e, pontualmente, do setor varejista, a Bolsa brasileira enfim descolou dos mercados externos, num dia de perdas no velho continente e em Wall Street.

Além dos preços muito depreciados das ações brasileiras, o que é até inexplicável em relação à estabilidade da economia nacional, a possibilidade que o Banco Central pare de aumentar os juros mais cedo que o previsto parecer ter animado uma parcela dos investidores.

A temporada de balanços também pode dar um novo alento para o mercado, à medida que as empresas mostrarem resultados mais fortes. No segundo trimestre. o lucro líquido da Vale, por exemplo, foi de R$ 10,275 bilhões, 54,9% acima do registrado no mesmo período de 2010.

Sexta-feira, a Bovespa teve nova alta, de 0,20%. Com a aprovação do plano econômico dos Estados Unidos para evitar o calote, a tendência é de que os investimentos estrangeiros voltem à Bolsa brasileira, que desponta com um dos melhores negócios do mundo, tal o rigor da queda sofrida, caindo de mais de 71 mil pontos para apenas 58 mil, “sem motivo razão”, como diz o grande compositor Tito Madi.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *