Dificuldades em controlar a violência doméstica?

Carla Kreefft

No Dia Internacional da Mulher e, falando em contradições, vale lembrar como, apesar das importantes conquistas, a violência continua sendo um problema. A ocupação de mais mercados de trabalho e o crescimento da escolaridade ainda não foram suficientes para garantir a toda mulher brasileira o que é mais básico: o direito à vida e à integridade física.

Assassinatos cometidos pelos parceiros ou ex-parceiros, muitas vezes dentro de casa e sob os olhares de filhos menores, são uma revoltante realidade no país que elegeu uma mulher presidente.

Enquanto as políticas voltadas para a mulher forem pensadas e implementadas pelo ótica masculina, a violência não será resolvida. Não é possível mais que mulheres sejam assassinadas mesmo depois de denunciar ameaças, e, pior, apesar de terem o direito às chamadas “medidas protetivas”. E que não venham os homens falar da dificuldade de controlar a violência doméstica…

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *