Dilma consegue desagradar até o PT e vai rolando ladeira abaixo

Carlos Newton

Faltando um ano e meio para o fim do mandato, a presidente Dilma Rousseff está obtendo uma façanha realmente notável: consegue desagradar a todos, inclusive ao PT. Dentro do partido, o descontentamento contra ela é impressionante. Na chamada base aliada, a impressão é a mesma. Cada vez mais gorda e roliça, ela vai descendo a ladeira, numa velocidade impressionante.

Lembro que no regime militar, os governantes eram criticados por baixarem pacotes econômicos. Mas lembro também que nunca se viu, em toda a nossa História, um pacotaço tão amplo e abrangente como esse que a presidente tentou baixar, num verdadeiro delírio administrativo.

Mas logo depois o Planalto viu que não era bem assim e começaram as recuetas. A presidente é mal assessorada, seus ministros e auxiliares nem se dão ao trabalho de consultar a Constituição, para saber o que pode e o que não pode ser feito. Saudades de ministros da Justiça como Saulo Ramos, de saber incomensurável, que me dava entrevistas durante a Constituinte citando de memória a legislação dos mais diversos países, sem consultar livro algum.

COM AS CENTRAIS

Dilma se reuniu ontem com todas as centrais sindicais, tentando conseguiu apoio. Mas acontece que as entidades, em decisão unânime, já marcaram para 11 de julho o Dia Nacional de Mobilização do Sindicalismo.

A data foi definida em reunião das centrais CUT, Força, UGT, Nova Central, CTB, CGTB, CSP-Conlutas e CSP na terça-feira, em São Paulo, com participação da UNE e do MST.

A mobilização vai reforçar a Pauta Trabalhista e incorporar reivindicações das ruas, como melhoria no transporte urbano, mais investimentos em saúde pública e reajuste para os aposentados. A reforma política também foi debatida no encontro. Para Vagner Freitas, presidente da CUT, a população quer outra forma de fazer política. “O modelo atual está desgastado”, afirmou, dizendo que não há discordância entre a pauta sindical e dos manifestantes. “O que a população quer é um Estado mais efetivo, gastos públicos sob controle, transparência, combate à corrupção e mais diálogo. É o que sindicalismo sempre defendeu”.

E o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva votou a bater numa tecla recorrente da Força: a desindustrialização. “O jovem se forma e não encontra emprego de qualidade. Acaba indo para setores que tradicionalmente pagam menos. Os melhores empregos, hoje, estão no exterior”, argumentou.

CHEGANDO AO FIM

Assim, um ano e meio antes de chegar ao fim, o governo Dilma Rousseff vai se esvaindo e terminando antes do tempo. Dentro de mais um pouco, nem mesmo o rapaz que serve cafezinho no terceiro andar do Palácio continuará dando importância a essa senhora.

Enquanto isso,  a 2 mil km de distância, no Instituto Lula, o contentamento é geral. Quanto mais Dilma cai, mais cresce a candidatura de Lula. Os assessores dele pensam que será fácil ganhar a eleição em 2014, mas podem ter muito mais dificuldades do que julgam. Especialmente se o ministro Joaquim Barbosa aceitar a candidatura.

Como dizia o genial compositor Miguel Gustavo, meu vizinho no edifício Zacatecas, o suspense é de matar o Hitchcock…

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

17 thoughts on “Dilma consegue desagradar até o PT e vai rolando ladeira abaixo

  1. Temo por nosso país. Estranho a “virada” das centrais sindicais, elas que, nos últimos dez anos, estiveram incondicionalmente ao lado do governo; de repente deixam de hibernar.Desde o início, sempre achei que há algo oculto por trás dessas manifestações. Não são espontâneas. Mas a presidente é vítima da mesma auto lavagem cerebral que a fez tomar caminhos à esquerda na juventude e não compreender que o receituário político então recebido era e é inexequível ainda hoje. Ademais, falta-lhe o indispensável “jogo de cintura” para o MEA CULPA e “virar o jogo” para se libertar da tutela a que é submetida. Mas como fazê-lo, se essa “tutela” está igualmente nela?

  2. Tanto Dilma como Lula estão escorregando na merda que espalharam sobre o Brasil. O grnde e real milagre será eles desistirem de permanecer no Brasil e mudarem de vez para a Venezuela ou Cuba. Lá, talvez eles consigam fazer alguma media politica, porque aqui já mergulharam totalmente na porcariada feita.

  3. Porque incitar o preconceito contra gordos? Isso é inadmissível, deveria o articulista ter vergonha do que escreve, isso é um absurdo! Absurdo! Deveria ter mais respeito om quem não partilha os mesmos ideais de magreza plasmados pela grande mídia. Ninguém é obrigado a ser magro, e Dilma nunca foi magra, não é de agora que é mais cheinha.
    Gordos, baixos, carecas, magrelos…porque os preconceitos de corpo físico? E o Roberto Jefferson, é magro? O senador ACM, era? E o Heráclito Fortes? Dorival Caymi era magro? Luciano Pavarotti? Jô Soares é burro por ser gordo? Tim Maia? O cantor Péricles tem problemas mentais só por ser gordo? Oprah Winfrey deixou de ser respeitada por ser gorda? Como pode um articulista da TI escrever uma coisa dessas…francamente…é de arrepiar, HF deveria despedir sem direito a justa causa, e, além disso, processar por danos morais, é lamentável ter essa visão, não dá para aceitar de jeito nenhum.

  4. Dilma é um produto de Lula. Quando das eleições Presidenciais passada ele, Lula declarava publicamente que Dilma era a unica candidata com ´potencial para governar o Brasil. Agora depois dos beijos e abraços quer aproveitar as cagadas feitas pela Ex Falsa Guerrilheira e tirar proveito para sua candidatura. Sr. Luiz Vigarista Lula da Silva o Brasil acordou e lavou a cara e as mãos. Não vamos permitir que pessoas como vc volte a ocupar o Planalto Central. Vamos escolher com rigor o nosso candidato. Dilma, Lula, PT e partidos da Coligação da Vergonha podem ir se praparando para mudarem para Cuba, Venezuela, Iram ou mesmo para os Quintos do Inferno.

  5. é dar muita colher de chá para estes incompetentes – nenhum dos dois entende de aministração. 0 lula teve a sorte de entregar a adminstração para o Pres. do BC snr. Henrique Meirelles. E o HM foi experto – conhecendo a fera, impôes condições que a guerrilheira prontamente recusou. Agora, diante do fiasco do s/governo o ébrio 51 recomendou entregar a rapadura pro HM. Mas, êle só se for burro – o que êle não é – vai aceitar esta missão.Quanto aos planos dos sindicalistas abandonarem a sra. Dilma, me vem a mente aquela velha história: antes de um navio ir a pique, os ratos o abandonam. E não vai ser diferente com o atual governo.Dilma está descendo o canavial.

  6. Caríssimo Carlos Newton:
    Morei, por mais de 10 anos, no Zacatecas. Hoje, ancião, lamento não ter sido seu vizinho. Parabéns por seus comentários. Os políticos atuais, em sua imensa maioria (99%), mereciam habitar uma lata de lixo. Na minha lista, incluo a Dilma e, também, o Lula.

  7. O Darcy pode repudiar os gordos, mas não deve generalizar, ao afirmar que, “todo o gordo”…
    É justamente contra esta forma de se comentar que sou visceralmente contrário, independente de gostos pessoais.
    Na razão direta desse ódio doentio que Darcy nutre pelos obesos, haja vista que não é a primeira vez que assim se manifesta, esse sentimento também acusa algum tipo de desvio mental, certamente, alguma perturbação, que indica indubitavelmente a necessidade de tratamento, e o quanto antes melhor!
    Afinal das contas, hoje a sua ojeriza é pelos gordos, amanhã pelos magros, depois pelos altos, mais tarde pelos baixos, lá adiante … o Darcy se suicida!!!

  8. Não consigo entender esse entendimento do Sr. Carlos Newton. Assaca um amontoado de letras escusas (que estão tirando vantagens deste governicho aí), como se nada tivessem a ver com esta porcaria de governo. Vi um cataz numa passeata: O LULADRÃO, este mesmo fica na moita para noo tempo certo dar o bote. Mas tem cobra que ao dar o bote erra e se fode. Vamos ver!

  9. O sr. CN ofende a todos que são gordos, como se o cérebro das pessoas fosse instalado no estômago ou nas tripas. Ofensas pessoais sobre se é gordo ou magro se tem essa ou aquela orientação sexual, se é negro ou branco não leva a nada. Hitler, por exemplo, era magro. Precisa dizer mais alguma coisa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *