Dilma diz que se defenderá pessoalmente no Senado e será um show imperdível

Dilma mandou ligar para a jornalista da Folha e comunicou a decisão

Natuza Nery
Folha

A presidente afastada Dilma Rousseff fará pessoalmente sua defesa no julgamento do Senado. Na manhã desta quarta-feira (17), Dilma procurou a Folha para comunicar sua decisão. “Será a manifestação de uma presidente que irá ao Senado e que está sendo julgada por um processo de impeachment sem crime de responsabilidade”, disse a presidente por telefone.

Questionada se não temia atitudes agressivas por parte de alguns senadores, respondeu: “Nunca tive medo disso. Aguentei tensões bem maiores na minha vida. É um exercício de democracia”.

Dilma ficou particularmente incomodada com avaliações veiculadas na imprensa de que ela poderia não ir ao Senado por temer perguntas de seus oponentes e possíveis ataques no plenário do Senado. Essas avaliações levavam em conta o fato de sua ida prever, além de discurso, perguntas por parte de seus julgadores.

UM SHOW – “Se eles quiserem que o Brasil veja um show do tipo de 17 de abril (data da votação do processo de impeachment na Câmara)…”, disse a presidente afastada, deixando implícita a conclusão da frase.

A coluna Painel, da Folha, publicou nesta quarta-feira que Dilma Rousseff dava sinais de que estaria disposta a fazer pessoalmente sua defesa no julgamento final do impeachment.

No PT, os incentivadores de seu comparecimento ao Senado diziam que a petista “cresce na adversidade”, lembrando que ela, quando ministra, “destruiu” o senador oposicionista José Agripino ao ser por ele confrontada em uma sessão.

Será a primeira vez que Dilma irá ao Congresso para se defender no processo que pede o seu afastamento. A data de seu comparecimento ainda não está definida.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGRealmente, será um espetáculo imperdível, que vai bater recorde de audiência. Uma espécie de “stand up comedy”, com a comediante, digo, comedianta, interagindo com a platéia de 82 convidados especiais (Leawandowski e os 81 senadores), todos eles, também humoristas de altíssimo nível. Vai ser o maior espetáculo da Terra, de colocar no chinelo o diretor Cecil B. DeMille. (C.N.)

14 thoughts on “Dilma diz que se defenderá pessoalmente no Senado e será um show imperdível

  1. Prezado Carlos Newton,

    A sua ironia e sarcasmo em relacao `a Presidenta sao lamentaveis.

    Vamos ver a defesa dela frente ao Senado, e espero por seus comentarios – serios, nao jokes ou simples sarcasmo.

    Cleber

  2. Para quem já aguentou pau de arara, cadeira do dragão, corredor polonês, sessões de afogamento em tonéis cheios de urina e merda, choques elétricos nos órgãos genitais como a Dilma e o meu tio Alex Polari aguentaram nos porões e nas masmorras da ditadura militar, torta na cara e agressões verbais de senadores corruptos serão tirados de letra pela Presidenta afastada.

  3. Comparecerá ao senado para a prática de vitimismo, mentirosa contumaz que vive alheia a realidade, usando seus “tarjas pretas”, tenho certeza que abandonará a tribuna depois de alguns “questionamentos”, alegando ofensas pessoais, desrespeito a sua condição de mulher, blá-blá-blá…

  4. Juízo Final

    Nelson Cavaquinho

    O sol… há de bilhar mais uma vez
    A luz… há de chegar aos corações
    Do mal… será
    queimada a semente

    O amor… será eterno novamente
    É o Juízo Final, a história do bem e do mal
    Quero ter olhos pra ver, a maldade desaparecer

  5. Um país colorido..kkkaaas

    Libera, Teori 2
    Brasil 17.08.16 18:48
    A denúncia contra Fernando Collor de Melo vai completar um ano no gabinete de Teori Zavascki, sem que ele tenha se manifestado sobre o seu recebimento.

    A PGR acusou Collor por 327 crimes e pediu a suspensão do sigilo da peça.

    E aí, Teori?

  6. Cunha ameaçou e levou?
    Brasil 17.08.16 18:18
    Pelo jeito, a parábola ameaçadora de Eduardo Cunha surtiu efeito no Planalto — aquela dos cinco amigos que faziam tudo juntos; um virou presidente, três se tornaram ministros e um foi abandonado…
    ———–

    Libera, Teori
    Brasil 17.08.16 18:44
    Rodrigo Janot pediu a Teori Zavascki que suspenda o sigilo da delação de Fábio Cleto, o ex-VP da Caixa que entregou o esquema de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro na liberação de recursos do FI-FGTS.
    Teori até agora não se manifestou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *