Dilma só sai do governo após concluir a destruição do país

Carlos Newton

Todos já sabiam que a presidente Dilma Rousseff nada entende de Economia Política,embora alardeasse na internet ter mestrado e doutorado, que depois se constatou serem apenas uma das invencionices dela. E como realmente ficou comprovado que nunca fez mestrado nem doutorado, também pode-se até duvidar que tenha cursado alguma faculdade de Economia, tal o seu despreparo.

Agora, constata-se que os brasileiros elegeram (e reelegeram) para a Presidência da República uma autoproclamada mulher sapiens que nada entende também de administração pública ou de política. É uma estranha no ninho do Planalto/Alvorada.

Ao contrário do lendário Rei Midas, que transformava em ouro as coisas nas quais tocava, a presidente Dilma consegue destruir o que aparece à sua frente. Podem reparar: tudo o que é feito pelo primeiro escalão do governo sempre dá errado. Há quase um ano tenta fazer um ajuste fiscal que não existe nem tem Plano B, enquanto a economia vai derretendo.

TRAPALHADAS NO TCU

Vejam bem: em junho de 2014 a presidente foi advertida pelo então presidente do TCU, Augusto Nardes, sobre as irregularidades em sua prestação de contas. E o que fez ela? Ao invés de se adaptar e obedecer às normais legais, fez exatamente o contrário e extrapolou as pedaladas e a maquiagem das contas, baixando dez decretos inconstitucionais, para fazer despesas não-autorizadas pelo Congresso. Um festival de crimes de responsabilidade em série, puníveis com impeachment.

Depois veio a público alegar que não sabia de nada e a culpa era no secretário do Tesouro, Arno Augustin.

O TCU então deu à presidente todas as oportunidades de se defender, até adiou duas vezes o julgamento das contas. E como dona Dilma respondeu a essas gentilezas? Simplesmente mandou alegar a suspeição do relator Augusto Nardes, e simultaneamente foi logo recorrendo duas vezes seguidas ao Supremo, numa confusão total.

O RESULTADO

Como tudo o que o governo faz dá errado, o resultado foi a decisão do TCU por unanimidade, propondo a rejeição das contas e abrindo fundamentação jurídica para o impeachment.

Sinceramente, o comportamento da presidente Dilma Rousseff não parece normal. Será que as anfetaminas que toma para manter a dieta não estão lhe fazendo mal? Não seria caso de terapia? O que ela enfim pretende? Vai se agarrar ao governo como uma preguiça pendurada na árvore, incansavelmente imóvel? Até onde vai levar esta farsa? Não governou durante quatro anos e dez meses, quer continuar assim até o final de 2018? Ou seja, só pretende sair do governo depois de concluir a destruição do país?

Como dizia o humorista Agildo Ribeiro, perguntar não ofende. Especialmente quando todos sabem a resposta.

16 thoughts on “Dilma só sai do governo após concluir a destruição do país

  1. O povo já está começando a inventar “piadas da Dilma”, tiraram o português do protagonismo e colocaram a presidenta com a sua Lógica Própria. É a forma do povão reagir. Ontem, no Largo do Machado, RJ, me contaram uma…

  2. Esse artigo apenas demonstra o machismo do autor ! Ele sabe muito bem que quando EU conseguir estocar o vento, não só resolverei os problemas econômicos do país, como também resolverei o problema que mais aflige a humanidade, a poluição. Como comentou o MEU criador, Freud dizia que uma das coisas inevitáveis de se evitar são as intempéries e que a poluição existe porque a terra é redonda.
    Tanta raiva do autor sobre o MEU GOVENO, deve ser porque quando ele era menino roubaram a sua bola de folha de bananeira e ela não tinha um cachorro como símbolo do dia da Criança.
    Quanto ao MEU mandato, não estou preocupada, pois mesmo não tendo mestrado, nem doutorado, continuarei vivendo bem abrindo o negócio.
    PS.: Não enviei a resposta em papel timbrado, com o devido brasão – adoro brasão já que ele vem da brasa que é um produto da conquista do fogo – haja vista que usei as últimas folhas para embrulhar pedaços de mandioca e meus comprimidos de Haldol.

  3. Para a inveja do autor, vai o samba enredo que o consórcio Guiné Odebrecht, patrocinará em homenagem ao MEU GOVERNO :
    Foi em Diamantina
    Onde nasceu JK
    Que a Princesa Leopoldina
    Arresolveu se casá
    Mas Chica da Silva
    Tinha outros pretendentes
    E obrigou a princesa
    A se casar com Tiradentes

    Lá iá lá iá lá ia
    O bode que deu vou te contar
    Lá iá lá iá lá iá
    O bode que deu vou te contar

    Joaquim José
    Que também é
    Da Silva Xavier
    Queria ser dono do mundo
    E se elegeu Pedro II
    Das estradas de Minas
    Seguiu pra São Paulo
    E falou com Anchieta
    O vigário dos índios
    Aliou-se a Dom Pedro
    E acabou com a falseta

    Da união deles dois
    Ficou resolvida a questão
    E foi proclamada a escravidão
    E foi proclamada a escravidão
    Assim se conta essa história
    Que é dos dois a maior glória
    Da. Leopoldina virou trem
    E D. Pedro é uma estação também

    O, ô , ô, ô, ô, ô
    O trem tá atrasado ou já passou

  4. Escrevi vários comentários alegando que a presidente Dilma se vinga do País, e não o governa.
    Não há setor onde não existam irregularidades, falcatruas, desobediência às leis, normas, diretrizes, afora o comportamento criminoso do PT com relação às estatais, e tendo o Legislativo como cúmplice!
    Dilma aproveita o momento para compensar o tempo que esteve presa no passado, e que não obteve o apoio popular à sua causa e quadrilha que fazia parte, roubando, sequestrando, torturando e matando quem interferisse no objetivo de implantar um ditadura de esquerda após a queda de Jango, e não que lutasse pela democracia, conforme quer que o povo assim a entenda e a tenha como “heroína”.
    E não vai sossegar enquanto não nos ver de cócoras, rastejando, arruinados, falidos, desunidos como povo e terra arrasada.
    O desespero de lula com a sua criatura é exatamente este, que ela está descontrolada, não obedece mais as suas ordens, prejudicando o PT de forma irreversível e arrasadora, nos mesmos moldes que faz com o Brasil.
    Dilma só deixará o poder se impedida, e arquiteta habilmente esta chance se não se deram conta deste detalhe, pois o coroamento de suas intenções conosco reside na possibilidade de enfrentamentos entre brasileiros por sua causa, exatamente o apoio que lhe faltou no passado!
    Então esfregará as mãos e abrirá um largo sorriso porque conseguiu lograr êxito quanto ao seu objetivo, de liquidar conosco.
    Dilma tem se mostrado vingativa, cruel, sádica, e pouco se importa com o povo e Brasil, basta constatarmos os recordes negativos que o seu (des)governo tem produzido, afora os crimes e comportamento absolutamente deletério que caracterizam tanto o seu lado pessoal quanto à sua administração.
    A pergunta que surge ao natural, simplesmente é esta:
    Até quando vamos aturá-la na presidência da República?!

    • Perfeita suposição Bendl! Já me havia passado exatamente a mesma dedução lógica! Mas, a minha interpretação se estende ainda um pouco mais, porque considero que tudo isso não seja fruto do “acaso”, mas sim uma tremenda articulação de bastidores com total apoio de Washington (lembre-se que desde Jânio que as famosas “forças ocultas” é que direcionam e comandam efetivamente o país através da maçonaria difusa em todos os partidos da nossa República). Um fato que não me deixa qualquer dúvida dessa mentecapta ter sido homologada por lá, é que todos os candidatos a presidência no Brasil, pelo ao menos nas últimas eleições do pós-abertura, tiveram que ser submetidos a “uma viagem a Washington”, antes de serem efetivados como candidatos pelos partidos! É nessa oportunidade que a “matriz” define como e quem comandará o país nos próximos 4 anos (agora gostaram da reeleição e “todos os países” a adotaram!)

  5. Agora pegaram a venda de portarias, para o Grupo CAOA, um velho conhecido do PT.
    ” Conforme o próprio grupo Caoa admitiu, as consultorias de Palocci não vingaram – nenhum acordo relevante foi fechado. Mesmo assim, o ex-ministro levou uma bolada. De julho a dezembro de 2010, ele recebeu da Caoa R$ 4,5 milhões. Durante o período em que o ex-ministro era seu consultor, o grupo Caoa pleiteava no Congresso a aprovação da Medida Provisória 512, que estendeu até 2020 as isenções fiscais para montadoras do Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país – a Caoa tem uma fábrica da Hyundai em Goiás. Sem a medida, o benefício se encerraria em janeiro de 2011. A MP foi transformada em lei em abril de 2011, quando Palocci era chefe da Casa Civil.

    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,policia-federal-apura-propina-no-ministerio-do-desenvolvimento,1776842

  6. Caro Francisco Bendl, está por pouco: antes do TSE possivelmente anular
    as eleições de 2014, o PMDB votará a favor do parecer do TCU para o impeachment
    da Presidente Dilma, o que manterá o Michel Temer no poder. Aguardemos.

  7. Jacob, meu amigo,
    Lamento, mas não tenho esta confiança que depositas no PMDB, aliás, em partido algum!
    Penso que o espírito de corpo prevalecerá no Congresso, além de as contas da Dilma serem analisadas somente no ano que vem, conforme declarou Cunha, o desonesto e corrupto presidente da Câmara dos Deputados.
    Devemos considerar permanentemente que depositar nas mãos dos parlamentares mudanças que beneficiarão o Brasil e o povo, trata-se de uma ilusão, razão pela qual apostei com o colega Walter que Dilma não cai, que completará o seu mandato para desgraça desta terra e sua população.
    Um abraço, Jacob.

    • Caro amigo,
      Acredito que o PMDB não irá aguardar a decisão do TSE, correria o risco
      do Temer também sair do governo e isso não interessa ao PMDB. Votando
      a favor do impeachment da Dilma baseado no parecer do TCU, estarão salvado o Temer. Se não houvesse o risco do Temer perder a Vice Presidência, certamente
      O PMDB votaria a favor da Dilma.
      Um grande abraço amigão

  8. Gostaria de fazer um comentário que transcende o desastre chamado Dilma. Acho que a democracia brasileira (ou seria à brasileira?) poderia e deveria ser aprimorada com a introdução de um ítem na Constituição determinando que todo governante seria submetido a um plebiscito ao se aproximar do tempo médio de seu governo. Só permaneceria governando se fosse aprovado pela maioria dos votantes, caso contrario teríamos novas eleições no menor prazo possível. Isso evitaria coisas do tipo que presenciamos.

  9. Al Nusra: “Terroristas Maneiros” segundo os Estados Unidos

    Conquanto o Pentágono francamente reconheça agora que a CIA está apoiando grupos afiliados a Al-Qaeda na Síria, incluindo Al Nusra, ele ainda deplora o fato de que a Rússia esteja supostamente perseguindo os “terroristas maneiros”, apoiados por Washington:

    Um dos ataques [russos] atingiu uma área principalmente ocupada por rebeldes apoiados pela Agência Central de Inteligência e serviços secretos aliados, disseram oficiais dos EUA, . . .

    Entre as sete áreas que a mídia estatal síria apresentou como alvos dos ataques russos, só numa-área, a do leste da cidade de Salamiyah, na província de Hama- há uma conhecida presença de combatentes do ISIS. As outras áreas apresentadas são em grande parte dominadas por frações moderadas ou grupos islâmicos como Ahrar al-Sham e a Fronte Nusra, afiliada da Al-Qaeda. (WSJ, 3

    Al Nusra é uma organização “jihadista”, afiliada a Al-Qaeda, financiada pelos Estados Unidos, e responsável por inúmeras atrocidades. Desde 2012, AQI e Al Nusra – ambas apoiadas pelos serviços de inteligência dos EUA , estiveram trabalhando, como mãos numa luva, em muitos empreendimentos terroristas na Síria.

    O governo da Síria identificou em monitoramentos recentes suas próprias áreas de prioridade na campanha aérea de contra-terrorismo, prioridade síria que consiste essencialmente em focalizar na Al Nusra. Al Nusra é apresentada, e caracterizada, como a ala terrorista do Exército Livre da Síria (FSA).

    Conquanto Washington tenha categorizado Al Nusra como uma organização terrorista (no começo de 2012), ele ainda assim apoia Al Nusra, e seus ditos “rebeldes moderados”, em forma de fornecimento de armas, treino, apoio logístico, recrutamento, etc. Esse ajuda substancial é canalizada não só pelos aliados dos Estados Unidos no Golfo Pérsico, o que incluiria Qatar e Arábia Saudita, mas também por Turquia e Israel.

    É ironico que o Conselho de Segurança da ONU tenha decidido, em maio de 2012, “a pôr a Al-Nusra na Lista Negra como um aliado da al-Qaeda no Iraque”, nomeadamente então – ISIL [Estado Islâmico] e, que, com todas estas evidências, ainda assim os Estados Unidos, Israel, Qatar e Arábia Saudita os continuem financiando.

    Esta decisão deveria submeter o grupo a sanções incluindo embargo de armas, proibição de viagens, e congelamento de bens, foi o que decidiu num acordo tratado na ONU por diplomatas. Mas nada disso está sendo posto em prática pelos Estados Unidos e seus aliados do Golfo.

    A missão dos Estados Unidos para a ONU tinha declarado que nenhum dos 15 membros do Conselho tinha levantado qualquer objeção a acrescentar Al-Nusra como um aliado da Al-Qaeda no Iraque, no Conselho de Segurança.

    Al-Nusra, uma das forças mais efetivas lutando contra o Presidente Bashar al-Assad, jurou no mês passado fidelidade ao líder da Al-Qaeda Ayman al-Zawahri, segundo informou a rede de televisão Al Jazeera,

    A Rússia está agora sendo acusada de atacar uma entidade terrorista que não só está na Lista Negra do Conselho de Segurança da ONU, como também tem vínculos declarados com o Estado Islâmico (ISIS).

    Qual seria o significado dessas acusações?

    Conquanto a narrativa midiática reconheça que a Rússia tenha aprovado a campanha de contra-terrorismo, na prática a Rússia está (indiretamente) combatendo a coalizão EUA-OTAN ao mesmo tempo que vem apoiando o governo sírio na luta contra os terroristas, que se apresentam na realidade como os soldados rasos da aliança militar ocidental. O que na prática a Rússia está combatendo são terroristas apoiados pelos Estados Unidos.

    A verdade proibida é que ao dar ajuda militar tanto à Síria como ao Iraque a Rússia está (indiretamente) confrontando os Estados Unidos.

    Moscou estará apoiando esses dois países em sua guerra, por procuração dos governos sírio e iraquiano, contra ISIL, Estado Islâmico este, que por sua vez, é apoiado pelos Estados Unidos e seus aliados para desestabilizar os governos iraquiano e sírio.

    Copyright © Prof Michel Chossudovsky, Global Research, 2015

    *Traduzido por Anna Malm – https://artigospoliticos.wordpress.com para Mondialisation.ca

  10. Acho normal criticar o governo, mas, seria prudente o crítico saber se é pertinente, senão fica feio:

    Dilma está errada por querer ‘estocar vento’? Para cientistas britânicos, não

    Pesquisadores da Universidade de Birmingham desenvolvem sistema com ar líquido para estocar energia proveniente de fontes intermitentes, como a solar e a eólica

    O debate sobre o desenvolvimento de fontes de energia limpas e sustentáveis segue na ordem no dia e, nesta semana, agitou as redes sociais depois da afirmação da presidente Dilma Rousseff que, em entrevista coletiva concedida na ONU (Organização das Nações Unidas), disse não existir tecnologia atualmente para “estocar vento”, em menção às dificuldades decorrentes da viabilidade técnica de se substituir as hidrelétricas por fazendas de energia eólica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *