Dilma teme ser hostilizada no Rio e desiste de assistir ao jogo no Maracanã

Juliana Braga (Correio Braziliense)

A agenda oficial de Dilma Rousseff, divulgada na noite de ontem, descarta a participação da presidente na final da Copa das Confederações, entre Brasil e Espanha, amanhã, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Na abertura do torneio, há duas semanas, em Brasília, ela foi vaiada e não proferiu o discurso que havia preparado. A presidente deve convidar a Seleção Brasileira para visitar o Palácio do Planalto na semana que vem.

Ao longo da semana, Dilma Rousseff ainda cogitava ir ao jogo, mas sem discursar e sem que sua imagem aparecesse no telão. Ela foi convidada, pelo comitê organizador da Fifa, para participar da cerimônia de premiação, como todos os presidentes dos países sede, mas ainda não havia decidido se aceitaria. O temor é de ser hostilizada durante a entrega das medalhas aos atletas.

A Secretaria de Comunicação chegou a confirmar a presença de Dilma antes de divulgar a agenda, mas recuou ontem. A avaliação do Planalto é a de que o momento atual é ainda mais desconfortável do que na abertura da Copa das Confederações devido à onda de protestos no país, e que seria difícil evitar constrangimentos.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

5 thoughts on “Dilma teme ser hostilizada no Rio e desiste de assistir ao jogo no Maracanã

  1. Para o conhecimento do comentarista acima que pensa que sabe das coisas. Mas, ela não devia ter se comportado de forma indigna, principalmente em relação ao velho militante que caiu por causa dela no “ponto”, defronte ao restaurante Salazar, na capital paulista, chamado Diniz Cabral Filho, recentemente na Comissão de Anistia do ministério da Justiça, passados 43 anos do caso, obrigando-o a um recurso administrativo humilhante e desnecessário para obter um benefício legal consagrado e só liberando o dinheiro no MES PASSADO, isto é, um mes após ele vir a falecer. Ele cumpriu pena de reclusão por razões políticas junto ao Nilmário Miranda e, repito, CAIU POR CAUSA DELA. E mais. Ela tem sido informada desde que ocupou a chefia da Casa Civil no governo Lula, de maldades semelhantes contra anistiados e continua a prejudicar velhos militantes do seu tempo, através dessa Comissão que protela processos e restringe direitos, para que eles morram na miséria sem receber os benefícios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *