Dinheiro para nora de Lula foi um empréstimo jamais pago?

Bumlai muda a versão do operador Fernando Baiano

Mônica Bergamo
Folha

O pecuarista José Carlos Bumlai, acusado pelo delator Fernando Soares, o Baiano, de receber propina para mediar negócios no setor de petróleo e repassá-los a uma nora do ex-presidente Lula, afirma que os recursos que recebeu do lobista serviram, na verdade, para pagar empregados de suas fazendas.

Bumlai repetiu a versão a mais de uma pessoa. Segundo a Folha apurou, ele diz que contratou Baiano para ajudá-lo a vender uma termelétrica. Pela corretagem, lhe pagaria uma comissão milionária.

Como estava precisando de recursos com urgência, já que seus negócios no setor agropecuário passam por dificuldades, Bumlai pediu a Baiano, na ocasião em que o contratou, um empréstimo para quitar dívidas com trabalhadores de suas terras.

O lobista aceitou, segundo a versão do pecuarista. Como tinha recursos para receber de uma empresa ligada à OSX, de Eike Batista, para quem prestava serviços, Baiano pediu que a companhia repassasse o crédito a Bumlai.

JAMAIS SALDADO…

O dinheiro teria sido então depositado na conta de uma empresa da família do fazendeiro. Ou seja, o que Baiano diz ser propina não passaria de um empréstimo a Bumlai, sem contrato assinado e jamais saldado.

O fazendeiro diz a interlocutores que, ao contrário do que sugere o delator, os recursos depositados na tal empresa não foram repassados a uma nora do ex-presidente Lula, mas sim a ele próprio, por meio de um contrato de mútuo. Ele teria usado o dinheiro para então pagar seus empregados.

O fazendeiro rebate ainda os valores revelados por Baiano nos depoimentos que deu às autoridades em acordo de delação premiada. Ele diz que não recebeu R$ 2 milhões do delator, e sim R$ 1,5 milhão.

DELAÇÃO

Baiano afirmou em seus depoimentos que o ex-presidente Lula participou de reuniões com Bumlai, de quem é amigo, e o presidente da Sete Brasil, João Carlos Ferraz, sobre contratos da Petrobras.

A reunião com Lula foi marcada durante as tratativas de Baiano, que atuava em nome da OSX, de Eike, e Bumlai para conseguirem um contrato de construção de navios-sonda com a Sete Brasil.

Segundo a versão do delator, Lula teria prometido “ajudar a dar mais velocidade”, mas os negócios supostamente intermediados por Bumlai não prosperaram.

Mesmo assim, meses após a reunião, que teria ocorrido em 2011, Baiano diz ter repassado R$ 2 milhões em propina a Bumlai, que teria solicitado para uma nora de Lula.

Lula disse que nunca autorizou o amigo a pedir dinheiro em nome dele e negou que alguma nora tenha recebido favor de Baiano. Nesta quinta-feira (22), o ministro do STF Teori Zavascki negou um pedido de Fábio Luís Lula da Silva, filho de Lula, para ter acesso à delação de Baiano.

7 thoughts on “Dinheiro para nora de Lula foi um empréstimo jamais pago?

  1. O escritório do Bumlai em SP era no mesmo prédio e na mesmíssima sala da LLSC, empresa dos filhos do lula. Foi fechado após o início da Lava-jato.
    Curioso… o Janot não vai iniciar nenhuma investigação depois deste batom na cueca explícito?

  2. Será que o Baiano me emprestaria uns cinco milhões de Reais, preciso muito desse dinheiro para custear as despesas com meus gatos, não é gastos, mas GATOS, felinos, eles são exigentes e gostam de viver bem, assim como a família do Lula, não precisa de papelada, sem documentação sou contra essa burocracia bancária.
    Também peço ao Eduardo Cunha, que aquelas continhas de um banquinho suíço, que ele teima em negar que lhes pertencem, também poderia passar para o meu nome que eu resolveria as pendências com Receita Federal, pagaria todos os impostos devidos e ele, de quebra poderia, agora, afirmar com muita certeza que as contas não lhes pertencem mais.
    Dessa maneira singela resolveríamos todos os problemas dessa Pátria Educadora.
    Estou aberto a negociação com qualquer um deputado ou senador que queira passar nos testes do poligrafo da Polícia Federal.

  3. Mônica Bergamo, funcionária do mês e, eterna porta voz da família Silva, mais uma vez prestando excelentes serviços à ORCRIM, desta vez divulgando a versão esfarrapada do santo Bumlai.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *