Diretores da ABI reassumem cargos por decisão da Justiça

DSC_0805.JPG

Por decisão da Justiça, a eleição para a diretoria da Associação Brasileira de Imprensa, ocorrida em 26/04, foi cancelada, sendo reconduzida aos cargos a antiga diretoria, até que se realize novo pleito. Impedidos de exercer suas funções na Diretoria Econômico Financeira e de Administração desde antes das eleições, os jornalistas Domingos Meirelles e Orpheu dos Santos Salles reassumiram  os cargos na presença do advogado Jansen dos Santos Oliveira, responsável pela ação judicial.
Os funcionários, orientados a impedir a entrada dos diretores, ficaram sem saber o que fazer, temendo sofrer represálias. Uma funcionária ligou para a casa do presidente da ABI, sendo atendida pela mulher dele, Marilka Lannes. Ela pediu que a funcionária passasse o telefone para o advogado, que se recusou a falar com quem não tem nenhuma função oficialmente reconhecida na ABI.
Marilka Lannes, conforme Coluna de Berenice Seara no Jornal Extra, é funcionária fantasma do Tribunal de Contas do Município, onde foi contratada pelo então conselheiro e hoje presidente da ABI, Maurício Azêdo, e onde continua como funcionária, lotada no gabinete do Conselheiro Flores de Moraes, o mesmo que arquivou os processos contra empresas de transporte do Rio, sendo depois obrigado a voltar atrás.
A mulher de Azêdo é funcionária-fantasma e não comparece ao Tribunal, porque diariamente dá expediente na ABI, em tempo integral, assessorando o marido, que lhe dá poderes acima dos diretores eleitos.
O advogado Jansen dos Santos Oliveira teve que garantir aos funcionários que não seriam demitidos por Marilka Lannes, já que ela não tem cargo, mandato ou qualquer autorização legal para demiti-los, como já fizera com outros funcionários.
Domingos Meirelles e Orpheu Salles imediatamente passaram à verificação de documentos da entidade que antes estavam sob sigilo imposto pela mulher do presidente. Na verificação dos documentos, os diretores encontraram novas irregularidades que serão encaminhadas à Justiça e que demonstram a gestão temerária do casal Azêdo à frente da Associação Brasileira de Imprensa.
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

One thought on “Diretores da ABI reassumem cargos por decisão da Justiça

  1. Comentar é difícil, pois o que acontece no país de norte a sul me faz um raivoso e temo que minhas palavras sejam mais cruéis que a própria sorte que espera a enorme malta de “desgraçados inúteis e desonestos”, campeando e se apropriando dos bens de direito. Não me calo e como um lobo, solto meu uivo aos quatro ventos, clamando justiça até ao martelo de Thor! Está demais o clamor, as pessoas estão aturdidas e a babel se espraia dura e mancha a honra o nome Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *