Disputa acirrada pelo comando das capitais do Brasil pode levar segundo turno a 21 cidades

Marcos Galvão (O Dia)

Nas 26 capitais do País, a disputa é bem acirrada, com previsão de segundo turno em até 21 cidades. Em Boa Vista (RR) e Palmas (TO), cidades que têm menos de 200 mil eleitores, a eleição só tem um turno. Apenas Rio de Janeiro, Aracaju (SE) e Porto Alegre (RS) têm cenário praticamente definido, e salvo grandes surpresas, o prefeito deverá ser conhecido hoje.

A maior disputa entre as capitais é em São Paulo, onde José Serra (PSDB), Celso Russomanno (PRB) e Fernando Haddad (PT) estão tecnicamente empatados. Só dois chegarão ao segundo turno.

Para o cientista político Antônio Lavareda, a vitória nas eleições da capital paulista fortalece muito o partido com pretensões de disputar a presidência em 2014, casos de PT e PSDB. “Em São Paulo, o peso político de uma eleição municipal é quase o dobro do que em outra cidade do País. Mas é bom ressaltar que a derrota também será amplamente repercutida. Isso explica o acirramento da disputa”, analisa.

PSDB e PT também lutam pela hegemonia no País em número de capitais a serem conquistadas. Hoje, o PT lidera em cinco capitais: Rio Branco (AC), Salvador (BA), Goiânia (GO), Cuiabá (MT) e João Pessoa (PB). O PSDB lidera em quatro capitais: Maceió (AL), Manaus (AM), Vitória (ES) e São Luís (MA).

Partido da base do governo federal, o PSB é o partido que mais deverá se fortalecer nacionalmente. Em Recife, o candidato a prefeito Geraldo Júlio (PSB) deve chegar ao segundo turno contra Daniel Coelho (PSDB), deixando fora da disputa o aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro da Saúde Humberto Costa (PT).

Em Belo Horizonte, outro candidato do PSB, Márcio Lacerda, tem chances de vitória até no primeiro turno. O adversário é outro petista, Patrus Ananias.

###
SÃO PAULO INDEVIDO

Com pequenas diferenças, dois dos maiores institutos de pesquisa do País, Datafolha e Ibope revelam que José Serra (PSDB), Celso Russomanno (PRB) e Fernando Haddad (PT), o candidato do ex-presidente Lula, têm chances reais de chegar ao segundo turno.

Enquanto pesquisa do Datafolha, divulgada ontem, revelou Serra com 24%, Russomanno, com 23%, e Haddad, com 20%, na do Ibope, divulgada ontem, registrada no TRE, nº 01824/2012, os três estão rigorosamente empatados, com 23%.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *