Do PSB de Arraes ao PSB de Rollemberg, uma looonga distância

Said Barbosa Dib

Miguel Arraes deve estar se revirando no túmulo com os rumos do PSB aqui no DF, sob o “comando” de Rollemberg. Arraes foi bastião da resistência à Ditadura. Homem de postura e sensibilidade social. Rollemberg, como o tucano Beto Richa no Paraná, mandou a polícia bater e humilhar professores em manifestação legítima e constitucional. Covarde despreparado que se esconde atrás de discurso contábil-tecnocrático fácil e insustentável. Brasília é o único ente federativo que tem fundo constitucional para segurança, saúde e educação. Mas, com Rollemberg, sempre mal assessorado, arrogante e perdido, o Estado nunca está presente quando a população precisa de auxílio. E o servidor, de condições de trabalho.

Onde você estava, governador, quando o profissional de saúde, todo dia, lá na ponta, tinha que sentir a ira legítima da população pela falta de condições de trabalho, insumos e estrutura mínima? Onde você estava, governador, quando professores e assistentes sociais trabalhavam com dedicação e coragem, noite e dia, sem qualquer segurança ou apoio, para educar e assistir crianças e adolescentes já tragados pela droga e pela marginalidade? Sim! Aqueles mesmos profissionais da saúde e da educação que apanharam sob as suas ordens, governador!

Onde você estava, governador, quando os próprios policiais, antes de serem obrigados a cumprir suas ordens covardes e insanas de repressão, morriam enfrentando uma guerra insana, sem condições ideais, contra bandidos cada vez mais organizados e armados? É este o seu socialismo? É esta a sua contribuição para com Brasília?

Desça do pedestal! Mire-se no exemplo de Miguel Arraes. Acorde! Tenha coragem para governar. Ou assuma suas responsabilidades ou abandone o cargo e volte para as trivialidades das festanças hedonistas do Parkway. Faria menos mal, menos estragos para Brasília…

Said Barbosa Dib é analista político, historiador e professor em Brasília

5 thoughts on “Do PSB de Arraes ao PSB de Rollemberg, uma looonga distância

  1. O PSB de Miguel Arraes está sendo conspurcado vergonhosamente pelo PSB atual , assim como o PDT de Leonel Brizola está sendo conspurcado pelo atual PDT : Brizola é vítima duas vezes, já que a gloriosa sigla PTB do passado foi doada pela Ditadura a Ivete Vargas; Também o PMDB de Ulysses Guimarães está sendo conspurcados por estes ratos que lá se instalaram hoje. E até o PSD de Kassab é um desrespeito ao antigo PSD de Tancredo e Juscelino. Esses ratos que tomaram conta do nome de partidos históricos para uso desonesto transformaram o Congresso Nacional num chiqueiro.

    • Prezado Werneck.

      Custa acreditar, que o novo governo de Brasília está sendo pior do que o desastre do anterior. O ex-membro do PCdoB e depois transplantado para o PT foi uma lástima. Agora esquecido, ninguém toca mais no nome dele, talvez jamais volte a se eleger e acho que nem precisará mais. Antigamente, os governantes terminavam o mandato com patrimônio menor do que entraram, hoje saem milionários.

      Fico pensando no drama dos moradores de Brasília, mas ao mesmo tempo lamento dizer que votam muito mal, nos Roriz e Arrudas da vida. É preciso melhorar a qualidade dos votos, não só em Brasília, aqui no Rio de Janeiro também, os cariocas andam votando pessimamente, mas, creio que é a safra de políticos de terceira categoria que inunda o mercado dos candidatos, assim como, a safra de bons jogadores anda sofrível para não dizer caótico.

      Enfim, o novo século experimenta sensível piora em comparação ao século anterior, em todos os sentidos da atividade humana. O Brasil é um reflexo da decadência mundial do século 21, que produziu Bush, Sarkosy, Maduro, Cristina, Evo e estamos na iminência de Hilary vencer a disputa americana em 2016. O oriente Médio irá tremer se o fato acontecer.

      Falando agora em PSB, uma caricatura do antigo PSB, que de socialista não tem nada, apenas o nome, uma sigla tão somente, assim como vemos agora, que o PT nunca foi trabalhista muito menos socialista. Nada como o tempo para desmascarar Partidos, ideias e ideologias. Precisa de alguma para viver?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *