Dois suplentes tomam posse no Senado

Mariana Jungmann
Agncia Brasil

Tomaram posse hoje (16) no Senado os suplentes Antnio Aureliano (PSDB-MG) e Odacir Soares (PP-RO), que iro substituir os senadores Clsio Andrade (PMDB-MG) e Ivo Cassol (PP-RO), respectivamente.

Andrade renunciou ao cargo para tratar de problemas de sade. Em sua carta de renncia, disse que o tratamento ir durar o perodo equivalente ao resto de seu mandato, que acabaria no fim deste ano, e que no seria correto continuar recebendo os vencimentos de senador estando licenciado.

Ivo Cassol tirou licena por quatro meses tambm por problemas de sade. O primeiro suplente de Cassol o pai dele, Reditrio Cassol, que no pode assumir porque ir trabalhar em um campanha eleitoral. Odacir Soares o segundo suplente do senador.

###
NOTA DA REDAO DO BLOGA reprter foi ingnua e repetiu a justificativa de Clsio Andrade. Conversa fiada, ele renunciou porque est envolvido no mensalo mineiro, no quer ser julgado no Supremo para o tempo passar e depois ele ser beneficiado pela prescrio do crime. (C.N.)

6 thoughts on “Dois suplentes tomam posse no Senado

  1. Bem lembrado na NOTA DA REDAO. Hoje ele sabe que a legalidade impera, ao contrrio de tempos atras em que os rus mesmo no tendo mais foro privilegiado por no exercerem mandato foram Julgados pelo STF.

  2. Caro Newton e comentaristas, PERFEITOS, enquanto houver: Imunidade, Frum privilegiado e prescrio para o roubo do “cofre pblico”, nosso Pas no seguir o “Lema inscrito na Bandeira”, a nos lembrar, nosso DEVER DE CIDADANIA, GRANDE INSPIRAO DA PROCLAMAO DA REPBLICA, (HOJE ELA NO HASTEADA NAS ESCOLAS, E A JUVENTUDE FICA “INOCENTE”, BEM COMO O HINO NACIONAL, DETURPADO PELA FAF DE BELEM, E EM DUAS SOLENIDADES QUE PARTICIPEI, NO ESTADO DO RJ, E EM BRASLIA, NA XIV CONFERNCIA DE SADE, SOB O COMANDO DO DR. PADILHA, E AGORA COM MARTINHO DA VILA, COM AS CRIANAS DAS ESCOLAS PUBLICAS DO RIO.
    RESUMO: NO REELEGER, EA DE QUEIROZ NOS PATIFES, QUE INFELICITAM NAO.
    Que DEUS nos ajude, mas, faamos nossa parte no BEM COMUM.

  3. No possvel que um senador tenha a posse de seu mandato como se fosse um patrimnio pessoal . Deixa o cargo de senador, conquistado pelo voto, para quem quiser, deixa at para quem no teve um voto sequer. Suplente de senador pai, irmo, filho, correligionrio. A suplncia tambm negociada em troca de alguma vantagem. Uma prerrogativa at de quem renuncia para no ser cassado. De onde vem essa mentalidade que acha isso certo, convive com esta aberrao anti democrtica, intolervel em um pas desenvolvido ? Da ditadura , of Course ! No Brasil at os eleitos so ditadores , uma cultura arraigada, atvica at.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.