Dom Pedro Casaldáliga fez elogios e críticas ao Papa

Ana Helena Tavares (site Quem tem medo da democracia?)

D. Pedro Casaldáliga elogiou o novo papa, mas dizer somente que ele o elogiou não representa a verdade. Foi isso o que fez o jornal “O Globo” em 15 de março: publicou matéria dizendo que Casaldáliga elogiou o papa, mas, como costuma acontecer na mídia de mercado, O Globo falou somente o que lhe convinha.

Lembrando a ditadura

O e-mail de que o Batista Filho fala no Blog da Tribuna não foi enviado a diversos veículos de comunicação, foi uma resposta a um e-mail meu. Eu tive o prazer de entrevistar D. Pedro Casaldáliga pessoalmente em setembro de 2012. Desde então, mantemos contato.

No dia anterior à publicação do Globo, portanto 14 de Março, eu havia entrado em contato por telefone e e-mail com Casaldáliga, e ele falou, em primeira mão para o meu site “Quem tem medo da democracia?”, sobre o lado social, simples e ligado aos pobres que tem o novo papa (foi elogioso nesse sentido).

Porém, Casaldáliga não poupou críticas ao passado de Dom Bergoglio e ele próprio sugeriu que Francisco pedisse perdão em nome da Igreja. Descrevo um trecho crucial das palavras de Casaldáliga: “Paira na memória histórica a atitude da hierarquia argentina nos tempos da ditadura militar. Dessa atitude se reclama a omissão e a colaboração com um regime sangrento. Será bom que o papa Francisco aproveite as ocasiões para condenar profeticamente essa e outras ditaduras; até pedindo perdão em nome de toda a Igreja.”

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *