Dona Dilma vaiadíssima. Um ministro do STJ salvou a Petrobras, que não podia importar e exportar.Daniel Ellsberg, campeão do fim da Guerra do Vietnã, volta aos 82 anos. Que maravilha viver. Alckmin dá entrevista entre dois coronéis da PM, diz que o povo foi culpado do que aconteceu nas ruas.

Helio Fernandes

Já contei aqui, há tempos, a história da defesa da liberdade e da democracia, jornalismo heróico de Daniel Ellsberg, que entrou na História como “Documentos do Pentágono”, terminou com a Guerra do Vietnã (a maior derrota dos EUA, em todos os tempos) e foi uma vitória da opinião pública e da própria Suprema Corte.

Ele não servia a ninguém, foi ao Vietnã ver com se travava essa guerra. Juntou milhares de documentos publicados pelo New York Times. Denunciado perante a Corte Suprema dos EUA, Daniel Ellsberg compareceu, certo de que sairia preso e condenado.

A Suprema Corte lotada, começaram os votos dos onze juízes, naquela época não havia mulher nem negro, nomeados muito depois. O relator, considerado o mais inflexível e também respeitadíssimo, leu seu voto de exaltação à liberdade, escreveu textualmente: “O acusado não subverteu a liberdade, não praticou ato de traição ao país, como diz a acusação. Ele é um herói da democracia, se o condenarmos, estaremos exaltando o retrocesso”.

Foi emoção pura, mas silêncio à espera do voto dos outros juízes. Todos com a mesma segurança, a mesma coerência e a mesma responsabilidade do relator. Aí, o silêncio se transformou numa explosão de aprovação que estava contida.

Agora, aos 82 anos, Ellsberg reaparece para aplaudir, entusiasmado, o jovem Edward Snowden, que fez quase a mesma coisa que ele, só que os EUA não estão perdendo nenhuma guerra.

A entrevista do herói do fim da derrota no Vietnã, pode devolver a Snowden, aos 29 anos, a vida que estava perdendo. Muito moço, foi sempre um admirador de Ellsberg. Agora, muito mais.

JUSTIÇA RÁPIDA

O ministro do STJ, Benedito Gonçalves, negou certidão negativa à Petrobras. Motivo da decisão: uma suposta dívida de 7 bilhões de reais. A Petrobras recorreu, o próprio ministro, com bom senso e velocidade, mudou o voto em 24 horas, e a Petrobras já está com a certidão indispensável. Sem ela, ficava quase imobilizada. Não poderia exportar ou importar, desastre total.

Parabéns, 7 bilhões não são nada para o movimento da empresa, e a dívida nem existia, era apenas suposta e não confirmada. A Petrobras pode ser criticada, até para melhorar a competência e a eficiência. Mas não pode ser sabotada de maneira alguma.

Uma das maiores empresas do Brasil, haja o que houver, “o petróleo é nosso”, não pode ser atingida como as de outros setores, que NÃO SÃO MAIS NOSSOS.

ALCKMIN ANESTESIADO

Numa mesa com 3 lugares, o governador entre 2 coronéis da Polícia Militar, exaltou descaradamente a violência, disse: “A Polícia Militar cumpriu seu dever”. O que poderia falar nessa condição? Devia ter falado sozinho numa mesa.

O povo está nas ruas, nem perceberam. Também, veja os personagens da primeira fila, com mais visibilidade: Alckmin, em São Paulo, junto com Haddad, Sergio Cabral, no Rio, junto com Pezão (a palavra que ele merece, de “pai do PAC”, e em Brasília, o governador Agnelo Queiroz (este, salvo pela CPI mista e arruinada).

DONA DILMA: IMPRUDENTE E IMPREVIDENTE

Não devia nem podia ir à inauguração oficial da Copa e do Mané Garrincha. Pelo menos precisava ter se informado do comportamento das multidões. Principalmente agora, que o povo está nas ruas. E sua popularidade em baixa, ninguém sabe até onde.

Foi vaiada várias vezes e sempre demoradamente. Constrangidíssima, teve que ser “socorrida” pelo presidente da Fifa, a quem detesta.

Quando Castelo Branco (já ex-“presidente”) morreu num desastre de avião, trouxeram o corpo para o Rio, foi velado no Clube Militar. Na mesma hora, no Maracanã, jogavam América e Botafogo. Pediram um minuto de silêncio, vaia ampla, geral e irrestrita. Nelson Rodrigues, ao meu lado, quase gritou: “O Maracanã é implacável, vaia até minuto de silêncio”. 48 horas depois, no seu programa da TV Rio, repetia a frase.

COITADO DO PREFEITO

Antes da mudança da capital, o prefeito (nomeado) Dulcidio Espírito Santo Cardoso (primo de FHC) foi ao Maracanã. Naquela época, informavam quando as personalidades chegavam. Estávamos então em plena seca, não havia água para nada e para ninguém. Foi a vaia mais prolongada, fiquei com pena. Nunca falei com ele, era amigo de sua namorada, a belíssima Ester de Abreu, grande cantora.

OS GENERAIS DITADORES ESPERTOS

Gostavam mesmo de futebol, principalmente dos jogos da seleção. Medici, Figueiredo, Carlos Alberto Fontoura (todos do SNI, dois “presidentes”), entravam sorrateiramente, iam para a Tribuna de Honra, quase pegada à bancada dos jornalistas.

Os seguranças iam para a Direção do Maracanã, e não deixavam informar que os generais “haviam chegado”. Quando a seleção entrava em campo, sempre muito aplaudida, eles apareciam, acenando de longe, “Agradecendo” o apoio que não haviam recebido.

O GENERAL FONTOURA EM PORTUGAL

Pouco mais do que analfabeto, o general do SNI era servo, submisso e subserviente com quem estivesse no Poder. Pouco antes de tudo terminar, inventou que estava sendo ameaçado de morte, foi feito embaixador. Como era monoglota, só podia ir para Portugal, o país protestou.

###
PS – Obrigado, Paulo Solon, também gostaria de republicar não só esse artigo, mas muitos outros. A série seria sobre os minérios, a campanha de anos contra o roubo do manganês do Amapá (da família Azevedo Antunes/  Bethlehem Steel). Mas a Tribuna está fechada desde 1º de dezembro de 2008, quase 5 anos.

PS2 – Estão fechados os prédios, impossível entrar. Depois que li você, fiz um cálculo de cabeça, rápido, para ver quanto escrevi. Comecei diariamente coluna e artigo em 1956, no Diário de Notícias. Em 1962, assumi a Tribuna, continuei até 2008. Em quantidade, foram 52 anos, nada parecido no mundo.

PS3 – Só deixei de escrever nas “eventualidades” ditatoriais, dá 30 por mês. 350 por ano, façamos a conta com 300, 3 mil em 10 anos, 15 mil em 50 anos, passei muito disso. Fazendo a conta ao contrário, se eu quisesse selecionar, 10 por cento seriam 1,5 mil, 1 por cento, 150. Acho que seria número razoável, para minha satisfação. E de muitos leitores.

PS4 – Almerio, já atendi os pedidos só com lembranças de advogados. E como você ressalta, Celso Furtado é dos grandes economistas e personalidades marcantes da História brasileira, insuperável. George Tavares foi meu advogado várias vezes, ele e Evaristinho eram sócios, trabalhavam juntos em todas as causas.

PS5 – Com os protestos da OAB, da Câmara e do Senado contra meu sequestro-confinamento em Fernando de Noronha (o primeiro de uma série), o ministro da Justiça autorizou a ida de um advogado. Evaristinho não quis ir, foi George Tavares. Até hoje, grande amigo deste repórter, figura humana extraordinária, criminalista de primeiro time.

PS6 – Clovis Sahione, criminalista também do primeiríssimo time, me defendeu várias vezes. Como todos, grande amigo. Quando foi candidato a presidente do Flamengo, o clube perdeu a oportunidade de um presidente de fato e de direito. Sahione foi derrotado pela máquina, que elegeu Dona Patrícia.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

28 thoughts on “Dona Dilma vaiadíssima. Um ministro do STJ salvou a Petrobras, que não podia importar e exportar.Daniel Ellsberg, campeão do fim da Guerra do Vietnã, volta aos 82 anos. Que maravilha viver. Alckmin dá entrevista entre dois coronéis da PM, diz que o povo foi culpado do que aconteceu nas ruas.

  1. “PS5 – Com os protestos da OAB, da Câmara e do Senado contra meu sequestro-confinamento em Fernando de Noronha (o primeiro de uma série), o ministro da Justiça autorizou a ida de um advogado. Evaristinho não quis ir, foi George Tavares. Até hoje, grande amigo deste repórter, figura humana extraordinária, criminalista de primeiro time”.

    Jornalista
    É verdade que o avião (Douglas C-54)que o levou a Fernando de Noranha não conseguiu pousar e teve que voltar até Natal.Estou perguntando porque um amigo que servia na aeronautíca naquela época em na Base Áerea em natal me contou esta versão da história.
    Goataria que o senhor confirma-se ou não.

  2. “NÃO GOSTO DE POLÍCIA NENHUMA”. Só faltou incluir entre ‘polícia’ e ‘nenhuma’ um conhecido palavrão.
    (EX-SENADOR E EX-PRESIDENTE NACIONAL DO PT, JOSÉ EDUARDO DUTRA, avisa no twitter: “Não gosto de policia nenhuma”. Ao que parece muita gente PenTalha também não)
    .
    Ora, QUEM DEVE TEMER FUZIL É MARGINAL!
    .
    Li há pouco no NE Notícia. Da redação:

    “O EX-SENADOR E EX-PRESIDENTE NACIONAL DO PT, JOSÉ EDUARDO DUTRA, dizendo não ser hipócrita, manifestou-se via Twitter contra a repressão a manifestações públicas, como vem ocorrendo nos últimos dias em São Paulo.

    ZÉ EDUARDO FEZ QUESTÃO DE DEIXAR CLARO QUE NÃO GOSTA DE “POLÍCIA NENHUMA”:
    No twitter:

    “José Eduardo Dutra @zedutra13
    A diferença entre eu e alguns que me contestam , à direita e a esquerda, é que eu não sou hipócrita . Não gosto de policia nenhuma”
    .
    Deixei a opinião abaixo no “nenoticias”:
    .
    Àqueles que temem o pensamento e regime militar, admoesto: “QUEM DEVE TEMER FUZIL É MARGINAL”.
    Aliás, a insuperável sabedoria popular alerta: “quem não deve não teme”.
    Militar não é o espectro do mal, é, meramente, uma profissão necessária. O militar existe porque o crime existe. Não há no homem um secreto desejo de morte da espécie humana, nem um instinto irreprimível de agressão, mas o simples fato de que …“o crime é necessário; está ligado às condições fundamentais de qualquer vida social, mas, precisamente por isso, é útil; porque estas condições de que é solidário são elas mesmas indispensáveis à evolução normal da moral e do direito.” Continua Émile Durkheim: “Aliás, por o crime ser um fato de sociologia normal, não se segue que não se deva odiá-lo. Também a dor não tem nada de desejável; o indivíduo odeia-a tal com a sociedade odeia o crime e, no entanto, ela depende da fisiologia normal”. Não fosse só, NENHUM SUBSTITUTO PARA ESSE ÁRBITRO ÚLTIMO DOS NEGÓCIOS humanos (a VIOLÊNCIA) APARECEU NA CENA POLÍTICA.
    Você, porventura, conhece outro?

  3. Como pode uma presidente ser vaiada publicamente e sua popularidade em alta? Neste nosso país acontece coisas que até Deus duvida.
    Presidente que gasta milhões, com visitas constantes ao exterior levando a bordo todos os seus aceclas, não pode ser sério.Esta aí nossa saúde toda quebrada. Isso é imoral. Quando o nosso povo irá se conscientizar, e votar em pessoas sérias?

  4. O INVICTO PRESIDENTE MÉDICE!

    FOI o único Presidente da República que compareceu várias vezes aos estádios de
    futebol(Maracanã e Morumbi) e não foi vaiado. MUITO PELO CONTRÁRIO, foi, fervorosamente, ovacionado. Vi e ouvi, pessoalmente, e quem não viu e ouviu é só
    pesquisar na Internet, principalmente, a CRÔNICA DE NELSON RODRIGUES E/OU procurar
    nos túneis do tempo das emissoras de TV que tá lá tudo registrado.

    PARA QUE ISSO ACONTECESSE não existiu milagres. ELE,simplesmente, botou o POVO BRASILEIRO PARA TRABALHAR, incluiu 60 milhões de brasileiros na economia e pronto.

    NÃO EXISTE MILAGRES, como dizia o meu velho pai: “SÓ O BATENTE(trabalho) eleva a
    auto-estima do povo).

  5. Ora, é importante e necessário que nossa Presidenta Dilma Rousseff, tenha contato com o Povo. É bom que ela saia de sua de sua “bolha de proteção” dos Palácios, e vá aos Estádios, Escolas, Feiras, etc. Uma vaia, é desagradável, mas pode e deve ser a espoleta para corrigir PROBLEMAS. Não pode é se afastar do Povo. Nossa Nacionalista e Desenvolvimentista Presidenta, deve corrigir rumos, aperfeiçoar sua Administração e seguir em frente, muito mais forte do que antes. Abrs.

  6. O abc da vaia presidANTAl!
    .
    Se a presidANTA acreditasse que o mundo não se faz, nem é a esperteza, mas pelo e é o conhecimento, saberia que: A VAIA DESTRÓI A AUTORIDADE, irrecuperável e que ela perdeu, NÃO O PODER.
    .
    a) Mas somente se nos voltarmos pensando para o já pensado, seremos convocados para o que ainda está para ser pensado – HEIDEGGER, Martin.)
    .
    b) MENTIRA “O espírito do homem é feito de tal modo que pode ser dominado muito melhor pela mentira do que pela verdade – E. de Rotterdam”
    Porém:
    c) “Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar a todas por todo o tempo – Abraham Lincoln.”

  7. Os protestos que varrem o País precisam ser lidos com atenção e devidamente interpretados.
    O povo brasileiro que sempre foi pacato, dando a entender que menosprezava os acontecimentos políticos e que tanto influenciaram a vida de cada um de nós, mostra que não suporta mais a desatenção do governo com relação aos seus problemas cruciais e sem solução à vista, alegando permanentemente o poder central falta de recursos para suas realizações e resoluções.
    As obras à Copa do Mundo, os desvios de verbas, a corrupção institucionalizada, os desmandos, a desfaçatez, a extensão de Brasília indo até Paris, a capital dos políticos e governantes brasileiros desonestos, incompetentes e incapazes, mensalão, secretárias com passaporte diplomático, fortunas depositadas no Exterior, bandidos condenados e soltos, economia estagnada, violência, insegurança, custo de vida altíssimo pela alta carga tributária, o lucro assombroso dos bancos que não investem na produção nacional qualquer centavo, IR que confisca quase um terço do salário sem nada em troca, uma política deletéria e deplorável, alianças espúrias… a população brasileira perdeu a paciência!
    Simplesmente não aguenta mais promessas e falsas previsões. Quer soluções às suas necessidades, quer progresso, desenvolvimento, mais dinheiro no bolso, escolas, postos de saúde, leitos em hospitais, atendimento médico, estradas em condições, segurança, menos impostos, transporte público à altura de sua demanda, mais barato, mais confortável, moderno e eficiente!
    Não suporta mais ver o seu dinheiro ser desperdiçado por más administrações, obras faraônicas, salários milionários para apaniguados, comissões sobre licitações dirigidas e irregulares, criminosos dentro dos poderes instituídos!
    BASTA!
    ÀS RUAS, todos nós, todos aqueles que se dizem brasileiros, que amam esta terra e a querem cada vez melhor!!!

  8. Bortolotto, desculpe-me, mas a Dilma não é nenhum um pouco nacionalista, se fosse não estaria privatizado tudo, nem deixando a exploração do pré-sal para multinacionais, nem desenvolvimentista, senão não estaríamos na crise atual, que tende a aumentar, com sua política econômica pavorosa.

  9. Hélio, o Sahione, não devemos esquecer, é aquele que, não sabendo que os microfones estavam abertos, recomendou ao fiscal de rendas Silveirinha, em depoimento judicial, que assinasse “bolinha”. Tinha esperança de dizer, amanhã ou depois, que aquela assinatura não era autêntica;

    Grande advogado.

  10. Prezada Sra. Maria, Saudações.

    A meu ver, a Presidenta Dilma pode ser chamada de Nacionalista, porque no Pré-Sal, ela e o Presidente Lula na época, +- 2009, mudaram o regime de exploração de petróleo do Pré-Sal, inegavelmente onde está o grosso do nosso petróleo, de Contrato de Concessão (Todo o petróleo extraído, menos Impostos/Royalties,etc, pertencem a Cia Concessionária), para Contrato de Participação (onde +- 40% do petróleo extraído pertencem a União (Gov. Fed. Brasil), e +- 60% Consórcio Concessionário, menos Impostos/Royalties, etc). E mais importante de tudo, a Petrobras obrigatoriamente é a operadora do Consórcio, e no mínimo com 30%. Ganha a Concessão de Contrato de Partilha, primeiro Leilão agora em Out/2013, quem oferecer mais petróleo a União. É Desenvolvimentista porque determinaram que todas as Mega-Plataformas, Navios Sonda, Equipamentos Submarinos, Bombas, Árvores de Natal, cabos, etc,etc, fossem fabricados no Brasil e com min. de 65% de Nacionalização. A curto prazo seria mais barato e rápido comprar do Oriente. Mesma coisa nas Estradas, Estradas de Ferro, Portos, Aeroportos, etc. O Estado não tem Capital para tudo e nem as Empresas Estatais. Depois das Estatais, a Presidenta Dilma dá preferência para as Empresas Nacionais, e infelizmente ainda precisamos das Empresas Internacionais. Temos muito pouco Capital ainda para desenvolver tudo. Podemos não gostar da Adm. Lula/José Alencar, Dilma/Temer, e eles cometeram alguns erros de Política Econômica, mas eles foram/estão sendo, muito mais Nacionalistas/Desenvolvimentistas que os anteriores. Poderiam, como a senhora quer, SER MAIS, mas lembremos que as PRESSÕES internacionais são enormes. Muito Obrigado pela citação. Abrs.

  11. Dívida de estatal é bobagem mesmo. O povo taí e o povo paga, como tem pago há séculos. É para isso que serve o dinheiro dos altíssimos impostos dessa republiqueta de banana. Não são para a educação de qualidade, segurança, infraestrutura, etc, essas coisas que são obrigação de qualquer estado civilizado.
    Enquanto neste país, que não tiver punição alguma para os ocupantes do estado, a festa continua sob o aplauso da patriotada. Está aí mais uma desses ocupantes, comandados pelo PT, depois que os bandidos desse partido foram condenados, querendo acabar com o poder de investigação do ministério público.
    É o estado forte fazendo o que quiser e o cidadão que trabalha e produz sem direito nenhum. A ser sustentar os malandros do estado pela insegurança jurídica aramada pelos próprios.

  12. “ALTERNÂNCIA NO PODER” – Hélio Fernandes (Em 14.06.2013):

    Mestre Evandro [Lins e Silva] sempre me dizia: “Helio, se você chegar pela primeira vez num país, não conhecer nada do seu sistema de governo, pergunte: Existe alternância de poder? Se existir, você está numa democracia”.
    ………………………………………………….

    Digo eu, Espedito, neste 17.06.2013:

    O PODER é permanente – é dos donos da riqueza. Não se alterna.
    O Estado Nacional, Republicano, Democrático de Direito configurou-se no séc. XVIII, com as Revoluções Americana e Francesa, após o lançamento do livro “O Espírito das Leis”, contendo a proposta do fatiamento do poder do Rei Absoluto em 3 funções do Estado (e não ‘poderes’): Legislativo, Executivo e Judiciário, nesta ordem.

    O GOVERNO é que é periódico – alterna-se.
    O GOVERNO é a burocracia, a gerência do PODER.
    O GOVERNO detém apenas pequena fração do PODER.

    Habitantes:
    -ELITE => menos de 10%;
    [No andar de cima => Cidade Sorriso]
    -POVO => mais de 90%.
    [No andar de baixo => Vale de Lágrimas]

    Desde a Grécia Antiga (em Atenas), existem os
    conceitos PODER, GOVERNO e DEMO [povo].

    KRATOS => cracia => exercício do PODER:
    -Aristocracia => Poder dos melhores [áritós];
    -Plutocracia => Poder das classes ricas;
    -Democracia => Poder do Povo [?].

    ARCHER (arquêr) => arquia => exercício do GOVERNO:
    -Monarquia => Governo de um só [o monarca];
    -Oligarquia => Governo de poucos;
    -Anarquia => Governo nenhum.

    É apenas grandiloqüente e duplamente redundante a definição de Abrahan Lincoln: “DEMOCRACIA É O GOVERNO DO POVO, PELO POVO E PARA O POVO”.
    É lorota o dito nas Constituições: “O Poder emana do Povo
    e em seu nome é exercido”, porque o PODER emana das elites burguesas e em seu nome é exercido.

    Esta Democracia nasceu burguesa-revolucionária, então,
    pois destronou o Feudalismo e a Monarquia Absoluta.

    Tornou-se de Direita, Autoritária, Corrupta, Depravada.

    Chega de definições gramurosas – e falsas!

  13. É preciso aprender lições com a História. Ter bem viva a memória. Pelo visto, Dilma não sabe disso.
    Ao pleitear e trazer eventos internacionais de peso para o Brasil, Lula, Dilma e o PT esqueceram que estes eventos tem seu público alvo nas classes médias altas e elites, que, tradicionalmente não votam no PT, por motivos intrínsecos aos seus interesses históricos, obviamente.
    Dilma esqueceu da abertura do Pan do Rio, em 2007, quando Lula foi implacavelmente vaiado e, pasmem, César Maia foi efusivamente aplaudido. Três anos depois, Lula elegeu Dilma e César Maia ficou em quarto lugar para o senado, ficando atrás do pagodeiro-pastor Waguinho. César, hoje, é vereador. E nem foi o vereador mais votado do Rio.
    Mas Dilma também esqueceu que o futebol é uma paixão nacional, principalmente entre as camadas mais pobres, nas quais os meninos tem como primeiro brinquedo, quase sempre, uma bola. Não é à tia qie nossos craques saem das favelas, em sua maioria e não dos condomínios de classe média, recheados de craques de futebol de. . . video game.
    E foi aí que Dilma errou. E errou feio! Ajudou a tirar dos pobres o direito de frequentar um estádio de futebol. Os preços exorbitantes dos ingressos e os cachorros quentes de R$8,00 dizem tudo. Trouxe, para dentro dos estádios gente que, para evitar se misturar com a massa ignara e bruta, pagava o pay per view. Deu no que tinha, merecidamente, que dar. A presidente estava num estádio, com um público que, seguramente, em sua maioria, não era seu eleitor. Assim como Lula, no Maracanã, na abertura da Pan de 2007. Honestamente, realmente alguem se surpreendeu com as vaias no Mané Garrincha na abertura da Copa das Confederações? Só os ingênuos.

  14. Reconheço sr. Bortolotto suas indagações, mas não consigo nem de perto concordar, não vejo desenvolvimentista em que está levando o país a uma crise, nova crise, para mim isto é desenvolvimento de pés de barro, igual na época da ditadura, que no final só sobrou a crise e a moratória, mas espero que o senhor esteja certo, para o bem de todos nós.

  15. Walter Martins,
    Irrepreensível texto quanto ao significado da vaia à presidente Dilma na abertura da Copa das Confederações!
    Colocaste o dedo na ferida, simplesmente.

  16. Tomo a liberdade de transcrever a coluna do Ruy Castro da última sexta-feira. Vale a leitura e reflexão sobre os atos de vandalismo.

    14/06/2013 – 03h30
    “Gritos e sussurros
    RIO DE JANEIRO – Na terça-feira, enquanto eu lançava meu livro “Morrer de Prazer” na Cultura do Conjunto Nacional, em SP, o pau comia lá fora entre os manifestantes contra o aumento das passagens e a polícia. Por minha causa, amigos se viram em meio a correrias, depredações, pedradas, incêndios, balas de borracha e bombas de efeito moral. Ao ouvir o relato dos que chegavam, lembrei-me de uma passeata estudantil de que participei em 1967, no Rio.

    Era para ser como todas as passeatas. Os estudantes sairiam pela avenida Rio Branco gritando “Abaixo a ditadura!”. A polícia daria em cima com seus cavalos e cassetetes, e, depois das escaramuças, os garotos tentariam se dispersar, correndo em direção à Candelária ou à estação das barcas na praça 15. E assim se fez. Só que, quando atingimos a Candelária, o que havia? Um casamento na igreja. E grã-fino, com homens de casaca e mulheres de chapéu. A noiva e seus convidados preparavam-se para entrar.

    Não sei de quem partiu a ordem. Mas, diante da cena, afrouxamos o passo, para não provocar pânico, e simulamos naturalidade. Os encasacados olhavam. E só voltamos a correr quando já estávamos longe da igreja. Grã-fino ou não, o casamento foi respeitado.

    No Rio, também houve protesto contra o aumento das passagens. E, assim como em São Paulo, houve vandalismo: prédios históricos, entre os quais duas igrejas com mais de 400 anos, tiveram vitrais quebrados e fachadas pichadas. Alguns dos manifestantes presos eram menores, sem-teto e universitários, que não pagam passagens. O que estavam fazendo ali? O povo do RJ e de SP não apoia esses baderneiros.

    Voltando a 1967. Ao passarmos pela porta da Candelária ouvimos quando dois jovens convidados ao casamento sussurraram para o nosso grupo: “Abaixo a ditadura!”. Naquele dia, até os grã-finos nos apoiaram.”

  17. so fajta agora acabar com o BANCO DO BRASIL pois a Petrbras e a Caixa ja era. vão ser incompetentes assim no inferno, ainda bem que paeece PARECE que o povão ta começando a enxergar acorda BRASIL talvez ainda de tempo

  18. Prezado Sr. Espedito Figueiredo, Saudações.

    O nosso Tribuna da Imprensa onLine é bom, porque o Sr. Hélio Fernandes, através seu Editor/Moderador Sr. Carlos Newton, nos permite Debater as idéias. O seu Comentário acima, contém muito de Verdade, e se a Verdade é dura, por outro lado ela nos Liberta. Apenas, peço licença para acrescentar que, um Estado de Direito Democrático Republicano, BEM REGULADO, pode elevar o Padrão de Vida até 10% ser Elite, e 80% ser Classe Média ( Casa própria, rancho na Praia/Serra, automóvel e Renda para sustentar 3 Filhos, sobrando 20% para Capitalizar mensalmente para a velhice, para complementar a Aposentadoria). Ex. EUA até os anos 70, Canadá, Suíça, Austrália… O difícil é REGULAR BEM essa Democracia. Parabéns pelo Comentário. Abrs.

  19. Muito bom o documentário que o History Channel exibe, sobre os industriais do século XIX dos EUA. Coloca o lado positivo e negativo de suas práticas. Nele, já no século XX, 1911, se vê a atuação de Ted Roosevelt quando processou Rockfeller por prática de monopolismo, baseando na lei Sherman e acabando com o mesmo.
    Um documentário que informa, e não sentimentaliza como os dos sectários Michel Moore, Sílvio Beck , Tendler e outros do tipo.

  20. Corrupção endêmica provoca:

    1)Caos urbanos
    2)Terrorismos
    3)Violências
    4)Perda da esperança
    5)Perda da fé
    6)Cooptação de jovens para o tráfico e terrorismos.
    7)Fundamentalismo radicais.
    8)Prejuízos patrimôias
    9)Promiscuidade
    10)Zona total.
    11)Misérias
    12)Fomes
    13)Desempregos
    14)Fuga de capitais
    15)Insegurança jurídicas
    16)Desabastecimentos
    17)Falta de papel higiênicos
    18)descrédito total nos políticos
    19)Criação de novas quadrilhas
    20)Desvios de recursos públicos
    21)Falta de educação
    22)Falta de limites
    23)Falta de recursos
    24)Falta de vergonha
    25)Falta de ética
    26)Falta de moral
    27)Falta de juízes honestos

    Porém, em contrapartida, temos belos estádios de futebol, grandes festas juninas, carnaval e campanhas políticas bilionárias. Mas, Dilma, afirmou que pra vencer faz pacto com diabo tranquila.

  21. Para democracia plena!

    Não batas votar. Temos que protestar.

    Contra:

    1)Pagamento do imposto sindical
    2)Aumento dos preços dos medicamentos
    3)Passagens caras
    4)Julgamento definitivo dos planos econômicos
    5)Aumento real para aposentados.
    6)PEC 37
    7)Pastor Feliciano Pres. dos direitos de quem?
    8)Obras paralisadas
    9)Desmatamentos

  22. As TVs (programas recentes da TV GLOBO, principalmente) mostram que há vagas em todos os setores, principalmente braçais.
    Realmente, eu não pago R$ 100,00 para assistir jogos, mas de jeito nenhum!.
    E Parece que está mais caro ainda a entrada!!!.
    Aquelas imagens de gente pobre que as câmaras mostravam outrora, nunca mais…. (somente em arquivos, estão aí na internet).

  23. A história daqui a algumas décadas será melhor contada e serão contabilizados os números que , com eles poder-se-ão avaliar melhor se foi benéfica ou maléfica algumas guerras em que os EUA se envolveram.
    Por enquanto se sabe, pelo palpável e visível, que o Japão, Alemanha Ocidental, Coréia do Sul não se deram mal com os americanos. Se tornaram riquíssimos. E por aí vai.
    Quanto ao Vietnan se sabe que depois da derrota americana ao querer dividi-lo em dois como na Coreia, o país unido ficou na miséria. mas, vendo a china mudar pro capitalismo e progredir, tratou também de copiar o bom exemplo, inclusive fazendo acordos com o antigo inimigo , os EUA.

    A teoria, por sedutora que seja, na prática é outra.

  24. Pingback: Dona Dilma vaiadíssima. Um ministro do STJ salvou a Petrobras, que não podia importar e exportar.Daniel Ellsberg, campeão do fim da Guerra do Vietnã, volta aos 82 anos. Que maravilha viver. Alckmin dá entrevista entre dois coronéis da PM, diz que o

  25. Pingback: Dona Dilma vaiadíssima. Um ministro do STJ salvou a Petrobras, que não podia importar e exportar.Daniel Ellsberg, campeão do fim da Guerra do Vietnã, volta aos 82 anos. Que maravilha viver. Alckmin dá entrevista entre dois coronéis da PM, diz que o

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *