Dona Lina, ex-da Receita, conclusiva

Começou a depor às 11:10. Com 5 minutos já haviam percebido que sabia tudo o que tinha que dizer. (E estavam presentes nesse CCJ, os líderes de todos os partidos, lógico, os principais).

Brilhante e desenvolta

Contou tudo, sem hesitação (Ao contrário de suplentes, que mal sabiam ler o que escreveram para eles). Dona Lina terminou, até de forma correta do ponto de vista vernacular: “Confirmarei tudo, em qualquer INSTÂNCIA OU CIRCUNSTÂNCIA”.

Renan e Romero Jucá

Surpresa os dois sentados lado a lado, conversando e tomando notas, freneticamente. No auge da formação da CPI da Petrobras e da indicação para o Conselho de Ética, discriminado por Renan, Jucá reagiu publicamente: “O que é que o senhor tem contra mim?”.

Amigos para sempre

Pelo visto, se havia alguma discordância ou até hostilidade, terminou. Nem Renan nem Jucá são homens de guardar “ódios no freezer” (royalties para Tancredo Neves). Na primeira fila, os dois tentando evitar qualquer choque, e como eram apenas dois, não formavam uma tropa.

500 perguntas inúteis

Os suplentes estavam ansiosos, angustiados, não queriam perder um segundo da “fama que conquistaram longe do povo”. É o assunto do dia, verdadeiro, tão verdadeiro, que toda a BASE está requisitada e atuante.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *