Dor de amor, quando não passa, é porque o amor valeu…

Resultado de imagem para nelson motta e dori caymmi

Nelson Motta, um compositor realmente fora de série

Paulo Peres
Site Poemas & Canções

Em parceria com Dori Caymmi, o jornalista, escritor, roteirista, produtor musical, compositor e letrista paulista Nelson Cândido Motta Filho, na canção “De Onde Vens”, fala sobre os sentimentos que a dor do amor possibilita. A música faz parte do LP “Dori Caymmi”, lançado em 1972, pela Odeon.

DE ONDE VENS

Dori Caymmi e Nelson Motta

Ah, quanta dor vejo em teus olhos
tanto pranto em teu sorriso
tão vazias as tuas mãos
de onde vens assim cansada
de que dor, de qual distância
de que terras, de que mar
Só quem partiu pode voltar
e eu voltei prá te contar
dos caminhos onde andei
fiz do riso amargo pranto
no olhar sempre teus olhos
no peito aberto uma canção
Se eu pudesse de repente te mostrar meu coração
saberias num momento quanta dor há dentro dele
dor de amor quando não passa
é porque o amor valeu

3 thoughts on “Dor de amor, quando não passa, é porque o amor valeu…

  1. A melodia é linda. E a letra não poderia ser melhor. Dori é fabuloso, Nelsinho (olha eu, cheia de intimidade) é gênio.

    Eu cantava muito esta música, acho que acompanhando Edu Lobo. Pois é. Edu Lobo. Será que me enganei?

  2. Três poetas da pesada, com uma bela poesia! A poesia existe para lavar nossa alma. Também sempre o chamei de Nelsinho Mota, Ofélia. Acho que houve uma época que ele era Nelsinho, noso íntimo. Concordo que o amor foi pra valer, quando a dor não passa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *