Doutor Tedros Adhanom, as nações e a Humanidade pedem “SOS” e a OMS responde só com retórica?

Mortos por covid-19 dobram em uma semana e OMS teme "rápida ...

Tedros Adhanom,, da OMS, ainda não deu ajuda concreta

Jorge Béja

Ex-ministro da Saúde e de Relações Exteriores da Etiópia, o atual diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, todos os dias entra nos lares do mundo inteiro, através da televisão, para dar notícia sobre o flagelo que atinge a Humanidade com o Coronavírus-19. O homem é firme. É austero. E bem desempenha seu ofício, noticiando ao mundo o que precisa ser divulgado e dando orientações aos governantes.

Sempre acompanhado de outros dois médicos, que integram a alta direção da OMS, o doutor Tedros é sereno e de fala pousada.

ESQUECERAM O PRINCIPAL – Mas o essencial está sendo esquecido. Ou deixado de lado. Isto porque só retórica não adianta.  A Organização Mundial da Saúde teve seu Estatuto aprovado em 22.7.1946 e começou a atuar em 7.4.1948, depois que 26 países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) ratificaram o Estatuto. Tem ele (o Estatuto) 82 artigos. No preâmbulo está escrito:

“Os Estados Membros desta Constituição declaram, em conformidade com a Carta das Nações Unidas, que os seguintes princípios são basilares para a felicidade dos povos, para as suas relações harmoniosas e para a sua segurança”.

E seguem 8 princípios que integram o preâmbulo do Estatuto. O 8º princípio é uma imposição a todas as Nações e a todos os governos. Diz:

CADÊ A COOPERAÇÃO? – “Aceitando estes princípios com o fim de cooperar entre si e com os outros para promover e proteger a saúde de todos os povos, as partes contratantes concordam com a presente Constituição e estabelecem a Organização Mundial da Saúde como um organismo especializado, nos termos do artigo 57 da Carta das Nações Unidas”.

É uma cláusula cogente, pétrea, imperiosa e que a todos alcança. Portanto, todas as Nações ficam obrigadas e cooperar entre si para proteger a saúde de todos os povos. É uma ordem de peso universal. Mas vai aqui uma indagação: e quais são as obrigações e deveres da própria OMS?

OBRIGAÇÕES E DEVERES –  A resposta está no artigo 2º, que enumera 22 deveres e obrigações, elencadas da letra “a” à letra “v”. Chamam a atenção dois deveres e obrigações da OMS. Estão elas previstas nas letra “c” e “d”. E os verbos que iniciam cada um dos deveres são verbos que não deixam dúvida quanto à sua imperiosidade. São eles “Auxiliar” e “Fornecer”. A conferir:

“c) Auxiliar os Governos, a seu pedido, a melhorar os serviços de saúde”.

“d) Fornecer a assistência técnica apropriada e, em caso de urgência, a ajuda necessária, a pedido dos Governos ou com o seu consentimento”.

Segundo a letra do Estatuto, para que a OMS intervenha e atue com seu pessoal e equipamentos, é preciso que os governos peçam.

UM DEVER DA OMS – Mas a ausência de pedido não dispensa a OMS de se prontificar a prestá-los, seja qual for a necessidade. Logo, é dever da OMS socorrer Nações e seus nacionais, mormente nesta quadra dolorosa que o mundo inteiro vive. “Fornecer a assistência técnica apropriada e, em caso de urgência, a ajuda necessária, a pedido dos Governos ou com o seu consentimento”. É o que está escrito na letra “e” do artigo 2º do Estatuto.

Mas, salvo engano, a realidade é outra. Não se tem notícia de que o simpático, severo e sereno doutor Tedros Adhanom tenha colocado (ou venha colocando) à disposição dos países “assistência técnica apropriada”. E “em caso de urgência, a ajuda necessária”.

E se colocar, não é crível que este ou aqueles países não consentirão, não aceitarão. É óbvio que aceitarão. Todos os países e toda a Humanidade pedem, implicitamente, um “SOS” á “OMS”.

PUNIÇÃO AOS MEMBROS – Vamos ao artigo nº 7 do Estatuto. Cuida de punição ao Estado membro que não pagar à OMS sua mensalidade, ou anualidade. Confira-se:

“Se um Estado membro não cumprir as suas obrigações financeiras para com a Organização, ou em outras circunstâncias excepcionais, a Assembleia da Saúde pode, em condições que ela julgue apropriadas suspender os privilégios de voto e os serviços a que um Estado membro tem direito. A Assembleia da Saúde terá autoridade para restabelecer tais privilégios de voto e serviços”.

Não. A “felicidade dos povos, suas relações harmoniosas, sua segurança e saúde”, tal como está escrito no preâmbulo do Estatuto, não podem aceitar, neste momento de flagelo universal que atinge a Humanidade, que a OMS, espontaneamente, não cumpra com o seu dever de “auxiliar” e “fornecer” aos Governos, oferecendo-lhes tudo o preciso for em defesa da vida dos humanos.

SILÊNCIO REVELADOR – É curial e intuitivo que o Contrato Social Universal, que se sobrepõe ao Estatuto da OMS, não aceita o silêncio da instituição quanto ao cumprimento de seus deveres.

Sim, porque se os governos que não cumprirem com “as suas obrigações financeiras para com a Organização”, os governos perdem “os privilégios de voto e os serviços”, o que dizer, então, quando é a Organização que não cumpre com suas obrigações?

Onde estão sendo prestados os tais “serviços” da OMS.

15 thoughts on “Doutor Tedros Adhanom, as nações e a Humanidade pedem “SOS” e a OMS responde só com retórica?

  1. Dr. Beja, a OMS é capacho da China Continental.
    Os diretores da osm , assim mesmo, em minúsculas, não respondem a perguntas sobre Taiwan por ordem da China.
    Nenhuma crítica foi feita à China sobre a falta de informações e sobre a própria origem do virus., No começo em nov.2019.
    Essa OMS só serve para pegar verba e fazer propaganda.
    Esse Tedros é de dar nojo.

  2. Caro Béja,

    -Pelo que pude observar, a OMS, assim como a ONU e a OEA, tornaram-se, apenas, órgãos políticos a nível mundial. São umas espécies de ONGs dos países poderosos.
    -Digo “tornaram-se” porque não sei dizer se sempre foram.

    Abraços.

  3. Caro Dr Beja

    mais uma certeiro e preciso.

    Nesta crise, pelo menos, para que serviu , serve ou servira a OMS?

    Apenas para assustar os ocidentais e permitir uma muleta para discursos de todos os matizes

    Antigamente poderia servir como depositária da cultura medica mundial, hoje com google ficou obsoleta ou pelo menos dispensável.

    Onde estavam os observadores da OMS no incio da pandemia na China? OU nao foram para a China no tempo devido, pois os queridinhos do governo podiam se ofender com isso?

    O que trouxeram de concreto em experiencias certa para aplicar e erradas para desautorizar?

    Onde estão os observadores em outros países e o resumo destas experiencias, somando e diminuindo para distribuir ao mundo?

    A unica cantilena é o isolamento (não vou discutir aqui) mas o isolamento para fugir do contágio creio ser uma pratica muito anterior a OMS, acho que desde o tempo das cavernas. Para isso noa precisa de OMS, até o diabo já sabia que a cruz nao era benéfica a ele e fugia .

    Então para o que serve a OMS???

    Se é pleo vemos, pode fechar e acaba a propaganda e coberturas ideológicas.

    Se faz e não vemos ou sentimos, entoa deve fechar também por incompetência ou má fé na destinação dos recursos que pode mover.

    Creio que montamos ao longo dos anos estruturas várias acreditando nos bons princípios do homem, principalmente decorrentes dos valores ocidentais e vemos que estas instituições ou forma tomadas por aproveitadores vários, ou viraram guetos ideológicos ou imensas mamatas financeiras e antros de constrangimento a cultura ocidental.

    Aproveitando, netsa linha uma sugestão:

    Por que a imprensa brasileira, altamente vigilante e atenta a qualquer poeirinha deslocada no governo Bolsonaro , naõ faz um levantamento de onde estão, o que estão fazendo durante esta crise, as milhares de ONG que pipocava,m durante o reinado petista?

    Todas absoluamente vitais para o futro do país.

    posso ouvir as fontes erradas, mas não vi uma citação desta ONG atuando, mas sim de milhares de iniciativas de brasileiros “normais ” movidos pela solidariedade.

    Ate os índios forma obrigados a fechara entrada de suas ladeias num gesto primário e tosco de proteção. Onde estão as milhares, sim milhares de ONGs da amazonia??

    como digo, sempre teremos o dr Beja.

    • Nunca foram ONGs.
      É ING -Indivíduo Não Governamental.
      E este indivíduo deve estar em quarentena em casa tomando cerveja e comendo picanha com a conta forrada de din-din público.

  4. Naõ só a OMS merece criticas,onde estão,OEA ONU,OTAN,UNASUL ,MERCOSUL ,FMI UE entre outros,nenhuma ação dos banqueiros brasileiros que no ano passado tiveram lucro de 98 bi.De 2008 2018 os 200 mais ricos do Brasil tiveram sua fortuna aumentada de 200bi para 1.2 tri,metam a mão no bolso.

  5. A OMS é um Órgão do Comunismo Internacional, pensado e formado por Esquerdopatas Ateus, membros de Ditaduras Africanas, da China, Cuba e por aí vai , nada do que eles falam ou pensam merecem respeito ou confiança. Cada Boletim desses o Presidente e o Governo Chinês tem que ver antes e formar a opinião deles e colocar o Mundo embaixo de seus pés. Os “Doentes Corruptos Comunistas e Socialistas” do Brasil já sabiam que ia acontecer isso, prepararam tudo e vão querer dar o golpe final com a Inviabilização do Brasil, por isso, chamam Bolsonaro de doido e de outras coisas para que a Nação perca a confiança e o respeito nele, com a Organizada Ajuda do STF , como essa Corte fosse Tutora do Ideário de Governo e Gestão Pública quando é Guardião da Constituição, Constituição que eles Desrespeitam tenazmente em nome da perpetuação de Lula e da canalha do PT comandando e destruindo o Brasil(vide o episódio do Impeachment da Dilma). Tudo que eles querem para destruir e fazer Oposição ao Governo já começam ameaçando o Governo e o Governante Eleito pelo povo de irem para o STF, como vemos, aquilo que chamam de Corte é o Amparo dos Lulopetralhas para impedirem o Brasil de sair da crise e retomar seu desenvolvimento e sua grandeza, tolhidos por eles em conjunto, em 20 anos de Incúria Administrativa e Corrupção Galopante, Impune e Imune sob a proteção dos 3 Podresres ! No mais, não assisto e nem acredito e nenhuma dessas falas desse “Ventríloquo do Comunismo Internacional” , se ele fosse bom estaria cuidando e livrando o povo de seus país da fome, miséria, e doenças crônicas seculares !

  6. Ainda não entendi o objetivo do texto. A OMS ajuda como órgão orientador e apresentando os dados da pandemia. Acredito que esta ajuda parte daquelas nações que assim desejarem. O erro foi não avisar ao mundo a periculosidade do vírus e não decretar pandemia já em janeiro, foi um erro fatal para a perda de tantas vidas.

  7. Se não podemos cobrar a prisão de criminosos como luiz inacio e sua corja que estão soltos por deliberação do STF, como vamos cobrar algo a OMS ?
    Antes de nos voltarmos para questões complicadas vamos tratar de cobrar a volta de luiz inacio e.sua corja para a cadeia.
    Com isso, o país acreditaria mais nas instituições e se uniria para deslanchar as nossas atividades mais relevante.
    A volta de luiz inacio para prisão é questão de honra para o povo brasileiro.
    Luiz Inácio na cadeia é parte da solução dos problemas brasileiros.
    Simples assim.

  8. E DEIXA A TOGA VOAR. Votei no Bolsonaro e votaria outra vez para não ver um “andrade” dar continuidade a destruição do meu país.
    Agora o cidadão tuitar um vídeo e depois vir pedir desculpas pois não checou antes?!!!
    Estou avisando minha esposa e meus filhos da responsabilidade de propagar fakes.
    Por ele ser o mandatário supremo do nosso país; não dá para aceitar que o problema é o outro lado.
    Pelo menos neste episódio.
    Ele bater de frente com o ministro da saúde quando o mesmo defende o “modus operandi” mundial é de doer.
    Quando ele “destruiu” o ministro da justiça fazendo pacto com os demônios do congresso e stf para livrar o o1?!!!
    Votei nele sim mas ele precisa melhorar muito para nos representar dignamente.

  9. As instituições internacionais sempre foram notórias pela sua impotência. As exceções confirmam a regra, e ocorrem quando se trata de instituições que servem de biombo para os interesses de superpotências, como a OTAN, o FMI ou o Banco Mundial.
    Para muitos, a crise do covid-19 foi mais uma evidência da inoperância e inutilidade das instituições globais que supostamente deveriam resolver os problemas do mundo. Já vi diversas notícias de que os italianos estão furiosos com a União Européia, que não fez absolutamente nada diante da pandemia. Fala-se mal de Boris Johnson e bem de Merkel e Macron, mas ninguém fala dos comissariados da burocracia de Bruxelas, que parece ter se recolhido de vez ao seu Castelo de Kafka e não deu mais notícia.
    https://thefederalist.com/2020/04/01/coronavirus-has-driven-a-stake-through-globalisms-heart/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *