Drago inflacionrio est engolindo a reeleio de Bolsonaro, que agora procura reagir

Inflao do Brasil  a 3 maior em ranking com as principais economias do  mundo - Sindicato dos

Charge do Cazo (Arquivo Google)

Luiz Carlos Azedo
Correio Braziliense

H quatro variveis negativas que podem inviabilizar a reeleio do presidente Jair Bolsonaro, que est no telhado desde a anulao da condenao do ex-presidente Luiz Incio lula da Silva lder nas pesquisas de opinio sobre as eleies presidenciais deste ano pelo Supremo Tribunal Federal (STF): a disseminao da ideia de que realmente tem ambies ditatoriais; seu negativismo e desempenho na crise sanitria; a perda da bandeira da tica por causa do escndalo das rachadinhas e da hegemonia do Centro no seu governo; e o fracasso de sua poltica econmica, principalmente devido inflao e ao desemprego em massa.

Dessas variveis, porm, somente uma ameaa sua presena no segundo turno das eleies: o fracasso econmico. As demais esto precificadas e tm alguma forma de compensao, pois h setores reacionrios na sociedade que tm saudades do regime militar; o Centro, que garante governabilidade, a expresso do velho patronato poltico brasileiro, sobrevive e se renova eleitoralmente na poltica regional; a crise sanitria acaba sendo mitigada pela atuao do SUS, dos governadores e prefeitos.

ALTA DO PETRLEO – Vem da a sobrevivncia eleitoral de Bolsonaro, alm do poder centrpeto que o governo federal exerce na vida da sociedade. Entretanto, bateu uma para no Palcio do Planalto por causa das projees do mercado para a alta do petrleo neste ano, que deve chegar a US$ 100 o barril. Com isso, o preo do litro da gasolina saltaria para R$ 8. E ainda haveria uma grande desvalorizao do real frente ao dlar, obrigando o Banco Central a manter os juros altos e a vender muitas reservas.

Diante desse cenrio, os polticos do Centro que apoiam o governo tm duas alternativas: tentar segurar a alta de preos dos combustveis artificialmente e jogar o nus nas costas dos governadores, ou, simplesmente, comear a debandar da base parlamentar no Congresso, fenmeno que j est ocorrendo no baixo clero e que os caciques tentam conter, principalmente o presidente da Cmara, Arthur Lira (PP-AL), e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI).

A sada encontrada foi apresentar uma proposta de emenda Constituio (PEC), que daria direito ao governo de zerar ou reduzir temporariamente impostos federais, tanto do diesel quanto da gasolina, bem como do gs de cozinha e da energia eltrica. Isso msica para os consumidores. A jabuticaba seria um gatilho para reduo tributria de acordo com o valor do preo do petrleo.

MAIS UM ROMBO – Com a PEC dos Combustveis, Bolsonaro abriria mo, temporariamente, da arrecadao de R$ 57 bilhes com impostos sobre combustveis, como PIS e Cofins, sem a necessidade de criar impostos ou reduzir gastos para equilibrar receitas e despesas no Oramento da Unio. Ou seja, seria mais um rombo no teto de gastos.

O problema mexer com o ICMS, como tambm pretende, para reduzir ou mesmo zerar o tero do imposto que cabe ao governo federal, deixando governadores e prefeitos com a batata quente na mo, pois dependem do ICMS para fechar as contas.

No existe flexibilizao da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para estados e municpios. Dispensvel dizer que esse mais um retrocesso em termos de poltica fiscal, essa explicao fica para os especialistas. O que interessa aqui contexto poltico.

SEM CASUSMO – A legislao tributria atual precisa ser revista, como todos sabem, mas no por casusmo. Quando o ICMS foi aprovado na Constituinte, no caso dos combustveis, a deciso de arrecadar esse imposto nos estados de destino foi uma maneira de equilibrar as relaes com os estados produtores, que arrecadam na origem o ICMS sobre todos os demais produtos.

Nas negociaes do captulo tributrio da atual Constituio, havia a preocupao de amarrar o pacto federativo do ponto de vista tripartite: garantir as receitas da Unio, dos estados e dos municpios.

O que Bolsonaro quer fazer, inevitavelmente, mexe com esse pacto federativo e provocar reaes. A PEC dos Combustveis um cobertor muito curto.

RSSIA E OPEP – O mercado de petrleo tambm passa por mudanas, algumas devido pandemia, outras decorrentes da substituio da economia do carbono pela chamada economia verde. H uma combinao de cortes de produo por Opep e Rssia, que fora a alta de preos, e uma queda na produo nos Estados Unidos e outros pases do Ocidente, porque muitas petroleiras investem mais em energia e combustveis renovveis.

A transio para os veculos eltricos no mundo est bem adiantada, inclusive para o transporte de cargas. Mas o preo do petrleo somente cair quando a Opep e a Rssia quiserem, talvez para inviabilizar a explorao do xisto nos Estados Unidos e manter o controle do que restar do mercado de carbono nos prximos 50 anos.

7 thoughts on “Drago inflacionrio est engolindo a reeleio de Bolsonaro, que agora procura reagir

    • Baixar o preo dos combustveis e do gs msica para os meus ouvidos. Como vou ser desprezado no quesito reajuste salarial, qualquer coisa que no diminua mais a minha renda bem-vinda, exceto a reeleio do mito.

  1. Essa histria do preo da gasolina e diesel, tem caroo nesse angu.
    A Petrobrs produz atravs do pr-sal leo leve que so refinados nas refinarias da Petrobras, sendo todo o custo em reais. O combustvel que a Petrobrs compra para completar o atendimento do consumo pago em dlares, mas em compensao vende o leo pesado tambm em dlares. O que deve ser includo no preo do combustvel, somente a DIFEREN A do valor da venda do leo bruto em dlares da compra do combustvel que completa a demanda do mercado tambm em dlares.
    Pelo que se sabe que pagamos o preo do combustvel nas bombas no valor atual do dlar, o que um erro, deveramos pagar apenas a gasolina refinada aqui mais a diferena do valor da venda do leo pesado do valor compra dos combustveis.
    I

  2. Uma coisa certa: os russos so os russos. Tem que combinar antes com eles. E se eles no querem combinar, no insista, porque voc poder se dar mal.

    SO ASSIM H MILNIOS E NO MUDARO POR PRESSO DE OUTROS. NEM COM HITLER FUNCIONOU, MORRERAM 20.000.000, INCLUSIVE O PAI DESTE PUTIN, NO MESMO EMPREGO QUE ELE. Kkk!

  3. O Governo no compra e faz estoque de gros, de lcool, de gasolina etc?
    Que espcie de (Des)governo esse?

    Ah, lembrei! aquele do Posto Ipiranga da Economia que deixa tudo ser ditado ao sabor do Mercado (e dos investidores)… o tal Tchutchuco dos banqueiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.