Durou pouco o sonho de Dilma

Carlos Chagas

A primeira semana depois da eleição, apesar das derrotas de Dilma no Congresso, ou por causa delas, revela que nada vai mudar em termos de relacionamento do governo com sua base parlamentar. Traduzindo: a lambança continuará. Os partidos que apoiam a presidente demonstraram pretender conservar fatias de poder, ministérios e sinecuras, para continuar votando com o palácio do Planalto. Como sinal de que não estão brincando, infringiram significativas derrotas ao governo, da rejeição da proposta do plebiscito para a reforma política à não aprovação do decreto que cria os conselhos populares e, de tabela, a convocação do ministro Edison Lobão à Comissão de Agricultura. Mais a sedimentação da candidatura de Eduardo Cunha a presidente da Câmara.

Durou pouco o sonho de mudanças. Será assim ou pior caso a presidente não se comprometa a fatiar o novo ministério entre PMDB, PR, PDT, PTB e penduricalhos menores. Exatamente como aconteceu nos últimos quatro anos, apesar da desmoralização e do desgaste que essa operação de compra a venda causa ao governo. Sem falar na geração da ineficiência administrativa e nas suspeitas de corrupção.

Em suma, uma semana bastou para que a presidente caísse na real e mandasse avisar seus aliados de que nada vai mudar e que eles continuarão sócios privilegiados, se garantirem maioria para os projetos e interesses oficiais no Congresso.

Sendo assim podemos esperar para breve a designação de novos ministros e altos funcionários saídos da mesma fonte geradora de escândalos e ineficácia de sempre, os seus partidos. Dilma caiu na armadilha disposta à sua frente quando da primeira posse. Se agora tentou libertar-se, foi apenas durante o discurso de agradecimentos pela reeleição, na noite de domingo. Logo percebeu sua condição de prisioneira das mesmas forças parlamentares que envergonham as instituições nacionais. Submeteu-se.

TROCANDO PARA PIOR

No Senado, dá pena verificar que não voltarão Inácio Arruda, Pedro Simon, Jarbas Vasconcelos, Francisco Dornelles, Eduardo Suplicy e outros. Acresce que na próxima Legislatura estarão no exercício dos mandatos nada menos do que 21 suplentes, tendo em vista a eleição dos titulares para governador, entre outros motivos.

6 thoughts on “Durou pouco o sonho de Dilma

  1. Caro Sr. Chagas, diga-se:SUPLENTES SEM VOTO, REPRESENTAM A QUEM???
    DEVERIA ASSUMIR, O MAIS VOTADO, POIS, O SENADO, NÃO REPRESENTA, OU MELHOR DIZENDO, REPRESENTA A CORRUPÇÃO DESENFREADA DO CONGRESSO.
    DESCULPE, POBRE PAIS DE MERD.
    MUDA O SISTEMA ELEITORAL, OU VAMOS CONTINUAR MERGULHADOS NO OCEANO DE LAMA.

  2. Como eu não acredito que alguém fique com aquilo que não lhe pertence, mais cedo ou mais tarde essa anta reeleita(?) acabará caindo. Já está em descrédito, não demora muito irá ao chão tal qual um ídolo de barro.

  3. A chama do PMDB é a CIDADANIA.

    1 – Na Constituição Imperial Dom Pedro I MANDA seus súditos … … …

    2 – Na Constituição Federal CIDADÃ de 1988 temos:
    “CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988
    PREÂMBULO
    Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
    TÍTULO I
    Dos Princípios Fundamentais
    Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

    II – a cidadania

    V – o pluralismo político.
    Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.
    Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.”

  4. A pena de morte é prevista no Antigo Testamento:
    1 – “Cheguem até vós os gemidos dos cativos: livrai, por vosso braço, os condenados à pena de morte”. (Sl 78,11)
    2 – “Quem amaldiçoar seu pai ou sua mãe, será punido de morte”. (Ex 21,17)
    3 – “Trabalhar-se-á durante seis dias, mas o sétimo dia será um dia de repouso completo consagrado ao Senhor. Se alguém trabalhar no dia de sábado será punido de morte”. (Ex 31,15)
    4 – “todo israelita ou estrangeiro que habita em Israel e que sacrificar um de seus filhos a Moloc, será punido de morte. O povo da terra o apedrejará”. (Lv 20,2)
    5 – “Se um homem cometer adultério com uma mulher casada, com a mulher de seu próximo, o homem e a mulher adúltera serão punidos de morte”. (Lv 20,10)
    6 – “Se um homem dormir com outro homem, como se fosse mulher, ambos cometerão uma coisa abominável. Serão punidos de morte e levarão a sua culpa”. (Lv 20,13)
    7 – “Quem blasfemar o nome do Senhor será punido de morte: toda a assembléia o apedrejará. Quer seja ele estrangeiro ou natural, se blasfemar contra o santo nome, será punido de morte.”” (Lv 24,16)
    … … …
    No Novo Testamento é aplicada a entrega a Satanás:
    8 – “seja esse homem entregue a Satanás, para mortificação do seu corpo, a fim de que a sua alma seja salva no dia do Senhor Jesus”. (1Cor 5,5)
    9 – “É o caso de Himeneu e Alexandre, que entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar”. (1Tm 1,20)
    10 – “Demais, para que a grandeza das revelações não me levasse ao orgulho, foi-me dado um espinho na carne, um anjo de Satanás para me esbofetear e me livrar do perigo da vaidade”. (2Cor 12,7)
    … … …
    No item 1 os condenados à morte são os israelitas infiéis, pedindo perdão após a queda de Jerusalém.
    No item 7 temos a blasfêmia como motivo de morte do blasfemador; sendo que São Paulo aplica a entrega a Satanás.
    Observemos que o sofrimento (apedrejamento … mortificação do corpo … etc) objetivam a SALVAÇÃO da alma.
    … … …
    Leão XIII teve visão em que a Igreja é entregue a Satanás!!! !!! !!!

  5. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988
    PREÂMBULO
    Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
    TÍTULO I
    Dos Princípios Fundamentais
    Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
    II – a cidadania
    IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
    V – o pluralismo político.
    Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.
    Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.
    Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
    I – construir uma sociedade livre, justa e solidária;
    II – garantir o desenvolvimento nacional;
    III – erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais;
    IV – promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

  6. Agora, com a perspectiva palpável de Temer se tornar presidente, o PMDB, mais do que nunca esteve tão forte.

    Os crimes na Petrobrás, que não são o de uma Fiat Elba e que por ela Collor foi apeado do poder, é de uma dimensão assombrosa.

    As coisas mudaram e se inverteram para o PT depois dessas eleições na câmara. e senado.

    Mas mesmo assim é preciso cuidado com essa quadrilha que ainda está no poder, pois um de seus chefes nazistas já ameaçou que o partido do crime vai amordaçar a imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *