É preciso resgatar a credibilidade da representatividade

Toda essa crise do Senado (“não é minha, é da democracia”, José Sarney) é a desmoralização do voto consciente, a imposição do voto comprado. A solução para isso é o VOTO DISTRITAL.

Existem pelos menos outras 10 exigências da REFORMA PARTIDÁRIA, nenhuma será aprovada.

O VOTO DISTRITAL não é a salvação de tudo, mas pelo menos afastaria a nefasta PRORROGAÇÃO dos mandatos, e a catastrófica IMPLANTAÇÃO da escandalosa e vergonhosa LISTA, com a CÚPULA dos partidos encabeçando tudo.

Basta citar Chagas Freitas, “governador” duas vezes pelo MDB, não o partido no qual fui cassado, mas o MDB dele e do Miro Teixeira.

Basta citar o episódio de um amigo do “governador”, candidato a deputado, que foi pedir conselho a ele.

Resposta cínica, mas autêntica de Chagas: “No Rio, você pode se defender de várias maneiras. Mas no interior, meu caro, não há jeito, tem que COMPRAR”. (Exclusiva)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *