É preciso saber suportar as dores do mundo, dizia o poeta modernista Jorge de Lima

Pin em AutoresPaulo Peres
Poemas & Canções

O político, médico, pintor, tradutor, biógrafo, ensaísta, romancista e poeta alagoano Jorge Mateus de Lima (1893-1953), no soneto “Dor do Mundo”, explica que embora sofra, aceita a provação de suas dores. Lima era um dos destaques da segunda fase do modernismo.


DOR DO MUNDO
Jorge de Lima

Apenas eu te aceito, não te quero
nem te amo, dor do mundo. Há honraria
que nos abate como um punho fero
mas aceitamos com sobrançaria.

A um vate grego certo rei severo
vazou-lhe os olhos para não fugir.
Ó dor do mundo, eu vivo como Homero,
aceito a provação que me surgir.

Homero, a tua história sinto-a; e urdo
o teu destino, o meu e o de teu rei.
Mas só teus olhos nossos passos guiam,

e inda tens vozes para o mundo surdo,
e luz para os outros cegos, luz que herdei
com a aceitação dos olhos que não viam.

3 thoughts on “É preciso saber suportar as dores do mundo, dizia o poeta modernista Jorge de Lima

  1. As Dores Do Mundo – Hyldon

    O teu olhar caiu no meu
    A tua boca na minha se perdeu
    Foi tão bonito, tão lindo foi
    E eu nem me lembro o que veio depois
    A tua voz dizendo amor
    Foi tão bonito que o tempo até parou
    De duas vidas uma se fez
    E eu me senti nascendo outra vez
    E eu vou esquecer de tudo
    Das dores do mundo
    Não quero saber quem fui, mas sim o que sou
    E vou esquecer de tudo
    Das dores do mundo
    Só quero saber do seu, do nosso amor
    O teu olhar caiu no meu
    A tua boca na minha se perdeu
    Foi tão bonito, tão lindo foi
    E eu nem me lembro o que veio depois
    A tua voz dizendo amor
    Foi tão bonito que o tempo até parou
    De duas vidas uma se fez
    E eu me senti nascendo outra vez
    E eu vou esquecer de tudo
    Das dores do mundo
    Não quero saber quem fui, mas sim o que sou
    E vou esquecer de tudo
    Das dores do mundo
    Só quero saber do seu, do nosso amor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.