É uma covardia Bolsonaro tentar envolver os militares na política, diz Santos Cruz

Para Santos Cruz, Bolsonaro foi irresponsável | Política | Valor Econômico

Ex-ministro reage às declarações levianas de Bolsonaro

Chico Alves
Portal UOL

O general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz, que foi ministro da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro, reagiu com indignação à declaração do presidente sobre o poder dos militares de definir se um país será democrático ou não. “Quem decide se um povo vai viver numa democracia ou numa ditadura são as suas Forças Armadas”, disse Bolsonaro.

Procurado pela coluna, Santos Cruz ressalvou que fala apenas em seu próprio nome. Em seguida, fez críticas duras ao comentário presidencial.

É UMA COVARDIA – “Só posso dizer que isso é covardia com a população e com as Forças Armadas, que trabalham e se dedicam às suas atividades, à defesa do Brasil e em auxílio à população em todos os momentos de necessidade, sempre dentro da lei”, afirma o general.

Para Santos Cruz, com essa afirmação a seus apoiadores, Bolsonaro procura novamente forçar a politização indevida dos militares.

“Isso é mais uma tentativa de enganar a população e arrastar as Forças Armadas para o centro de discussões políticas”, acredita.

LIBERDADE, AINDA – Em sua fala neste domingo, o presidente disse também que “no Brasil, temos liberdade ainda”. E completou, em tom de ameaça: “Se nós não reconhecermos o valor desses homens e mulheres que estão lá, tudo pode mudar”.

O general discorda radicalmente dessa avaliação: “A garantia da liberdade e da democracia são instituições fortes. O que enfraquece a democracia é o desprestígio e aparelhamento político das instituições”.

5 thoughts on “É uma covardia Bolsonaro tentar envolver os militares na política, diz Santos Cruz

  1. Oi?????

    Cuma???

    Cumequié, seô Santos Cruz?????

    Bolsonaro envolvendo os militares na política????

    Militares inocentinhos sendo arrastados, tadinhos pra política por Bolsonaro???

    Quem tu pensas que engana, hómi???

    Os militares já estão envolvidos até o talo nesta pocilga de governo, e tu sabes disso!!

    Os militares estão na política desde que o Mourão fazia discursos em lojas maçônicas, talvez até antes disso.

    Estão na política porque querem, não porque o capitãozinho bunda suja os arrastou pra lá, façamos justiça..

    Sem essa de tentar isentar os militares de culpa por esta pocilga de governo.

    Só trouxa acha que Bolsonaro e seus jumentos amestrados foram fazer manifestação em frente ao Forte Apache sem estar expressamente autorizado (quiçá, instruído) a fazer isso.

    Só trouxa não ignora que a fala de ontem sobre as Forças Armadas foi ordem dos milicos que operam Bolsonaro nos bastidores.

    De novo: os militares não vão conseguir se livrar da mácula de terem apoiado o governo de um jumento que debocha de mortos e faz piadas sobre a pandemia.

  2. Parece que o Ilustre General é mais uma das “vítimas da Síndrome de Alzheimer! Esqueceu de tudo o que estudou durante a carreira militar, sobre a história de poder dentre os povos no mundo. Desde os “primórdios da existência do mundo”, inclusive dentre os irracionais, “Poder e Força” sempre foram indissociáveis. E os Comunistas sempre fazem “bom uso dessa metodologia”, resultando nas torturas e genocídios com milhares de vítimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *