Edison Lobão e a Petrobras

O ministro José Múcio disse: “A Petrobras tem um ponto a favor: é o trabalho do ministro de Minas e Energia”. Lobão trabalhando? Deve ser a primeira vez em 70 anos. Ele e o Edinho 30.

Não sou contra investigação na Petrobras, mas não SOBRE a Petrobras. Podem (e devem) investigar as potências da empresa, Gabrielli, Santarosa, Sergio Machado, o presidente da BR e mais e mais. Esses dominam mesmo, controlam mesmo, são poderosos mesmo.

A propósito, Sergio Gabrielli, presidente da Petrobras, diz: “Serei candidato a senador pela Bahia”. Já quis ser antes, na hora desiste. Ninguém o conhece fora da Avenida Chile (sede da Petrobras).

É sempre um prazer ouvir o senador Arthur Virgilio. Menos como aconteceu ontem, quando usou o talento e a combatividade para lutar contra “moinhos de vento”. Virgilio perdeu tempo lutando o mau combate, e pode estar perdendo prestigio e votos.

Foram 4 horas jogadas fora. Normalmente poderia ter falado durante 20 minutos. Mas José Sarney assumiu a presidência do Senado, para impavido e alvissareiro, deixar Virgilio na tribuna o dia todo, das 4 às 8 horas, falando, falando, falando (“palavras, palavras, palavras”) sem justificar o desgaste que impunha à grande empresa. E aparteado pelo PSDB inteiro.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *