Educao o nosso calcanhar de Aquiles

PERGUNTA de Dorothy Lamour

Prezados Francisco Bendl, Virgilio Tamberlini e Carlos Newton,

Pelos belos textos e comentrios, peo a opinio de vocs. Como explicar que pases que at ontem fizeram parte da Cortina de Ferro, que foram arrasados durante a Segunda Guerra Mundial, que ficaram 45 longos anos fechados no comunismo, que no tm um imenso territrio ou os recursos naturais como o Brasil e hoje esto com IDH alto, qualidade de vida, sem violncia, PIB considervel, etc. etc.

###
RESPOSTA de Francisco Bendl

Hoje Dia dos Avs, ento estou acompanhado dos meus cinco netos que vieram visitar o av e a av. A festa foi grande, razo pela qual no dei a ateno que normalmente disponho ao blog.

Em princpio, minha cara, eu no seria a pessoa mais indicada para responder tua pergunta, mas prometo que vou me esforar. Rssia, Checoslovquia, Hungria, Polnia, os pases Blticos, que seriam a Litunia, Letnia, Estnia possuem melhor IDH que o nosso por uma nica razo: Educao!

Antes da Revoluo Russa de 1917 e da Segunda Guerra Mundial, esses pases j detinham um nvel cultural de sculos, tradio e costumes praticamente milenares. Havia base intelectual e governos voltados aos estudos, ao Ensino, diante da industrializao europia e necessidade de mo de obra qualificada poca.

Independente do regime comunista que impediu a liberdade de ir e vir, de se escolher os novos dirigentes polticos, o povo detinha consigo alto nvel de aprendizado, e que no foi interrompido pelo sistema totalitrio.

Por outro lado, aps a Segunda Guerra, a Rssia e suas repblicas trataram de se armar para enfrentar o Ocidente, ocasionando uma corrida industrial muito forte e enaltecendo mais ainda o Ensino em nvel superior, diante da necessidade de engenheiros, cientistas, pesquisadores, descobertas e desenvolvimentos de tecnologias e mtodos cientficos avanados.

Portanto, a meu ver, a Educao, que tem sido desprezada pelos governos brasileiros e, principalmente pelo PT, que permitiu o avano do analfabetismo depois de tanto tempo em baixa, a causa principal que nos coloca muito aqum de um IDH que pudssemos nos orgulhar e nos dar a certeza de que estaramos sendo administrados corretamente.

Jamais estivemos sendo governados de forma que a Educao e Ensino fossem os objetivos fundamentais de nossos governantes nas ltimas dcadas, resultando que atualmente estejamos na dependncia da exportao de commodities, no lugar de tambm podermos vender tecnologia ou produtos de ponta.

Assim, o Brasil limita em demasia seu prprio desenvolvimento e progresso da sociedade, carente sempre de mo de obra qualificada, mas empregando milhes de brasileiros na construo civil, que absorve o trabalhador menos preparado em termos de ensino.

Se tu lembrares, quando tivemos uma exploso na construo civil, nossos problemas foram encontrar engenheiros e mestres de obra, enquanto que pedreiros e serventes no eram dificuldades maiores.

Educao o nosso calcanhar de Aquiles.

32 thoughts on “Educao o nosso calcanhar de Aquiles

    • Outro, do meu tamanhho, Wagner.
      Obrigado pelo comentrio, mas acredito que seja esse mesmo o nosso maior problema, aquele que impede que saibamos escoher nossos governantes e decolemos rumo ao desenvolvimento.
      Um excelente resto de domingo.

      • Obrigada Francisco Bendl.
        Concordo plenamente. triste.
        infelizmente sem educao o Brasil
        continuar andando em crculos, enquanto
        seus “governantes” enriquecem e administram
        contas secretas em parasos fiscais.

        abrao fraterno

  1. Vejamos o que as Escrituras dizem sobre INSTRUO, ENSINO:
    1 – “O Senhor disse a Moiss: Sobe para mim no monte. Ficars ali para que eu te d as tbuas de pedra, a lei e as ordenaes que escrevi para sua instruo.” (Ex 24,12) … … … A instruo vem de Deus.
    2 – “1. E agora, Israel, ouve as leis e os preceitos que hoje vou ensinar-vos. Ponde-os em prtica para que vivais e entreis na posse da terra que o Senhor, Deus de vossos pais, vos d. … 5. Vede: ensinei-vos leis e ordenaes, conforme o Senhor, meu Deus, me ordenou, a fim de as praticardes na terra que ides possuir. 6. Observai-as, praticai-as, porque isto vos tornar sbios e inteligentes aos olhos dos povos, que, ouvindo todas essas prescries, diro: eis uma grande nao, um povo sbio e inteligente. _ 7. Haver, com efeito, nao to grande, cujos deuses estejam to prximos de si como est de ns o Senhor, nosso Deus, cada vez que o invocamos? 8. Qual a grande nao que tem mandamentos e preceitos to justos como esta lei que vos apresento hoje? 9. Guarda-te, pois, a ti mesmo: cuida de nunca esquecer o que viste com os teus olhos, e toma cuidado para que isso no saia jamais de teu corao, enquanto viveres; e ensina-o aos teus filhos, e aos filhos de teus filhos. 10. Lembra-te do dia em que te apresentaste diante do Senhor teu Deus em Horeb, quando o Senhor me falou, dizendo: ajunta-me o povo, para que ouam as minhas palavras, e aprendam a temer-me ao longo de toda a sua vida, e o ensinem aos seus filhos. …13. Ele deu-vos a conhecer a sua aliana, e ordenou-vos que a observsseis: as dez palavras que escreveu nas duas tbuas de pedra. 14. Ordenou-me o Senhor naquele mesmo tempo que vos ensinasse as leis e os preceitos que devereis observar na terra que ides possuir. … 39. Sabe, pois, agora, e grava em teu corao que o Senhor Deus, e que no h outro em cima no cu, nem embaixo na terra. 40. Observa suas leis e suas prescries que hoje te prescrevo, para que sejas feliz, tu e teus filhos depois de ti, e prolongues teus dias para sempre na terra que te d o Senhor, teu Deus. (Dt 4) … … … A instruo para passar de pai para filho para neto etc e os outros povos reconhecero que a nao israelita sbia e inteligente.

    • “Observa suas leis e suas prescries que hoje te prescrevo, para que sejas feliz, tu e teus filhos depois de ti.”
      -Deve ser por isso que os ISRAELENSES vivem to felizes e em paz!

  2. E o Brasil que tem a ver com isso??? ??? ??? kkk snif KKK SNIF kkk snif

    Tem outro lado da moeda tambm … caso no se aceite a instruo dada pelo Senhor … confiramos:
    3 – “15. Tende cuidado com a vossa vida. No dia em que o Senhor, vosso Deus, vos falou do seio do fogo em Horeb, no vistes figura alguma. 16. Guardai-vos, pois, de fabricar alguma imagem esculpida representando o que quer que seja, figura de homem ou de mulher, 17. representao de algum animal que vive na terra ou de um pssaro que voa nos cus, 18. ou de um rptil que se arrasta sobre a terra, ou de um peixe que vive nas guas, debaixo da terra. 19. Quando levantares os olhos para o cu, e vires o sol, a lua, as estrelas, e todo o exrcito dos cus, guarda-te de te prostrar diante deles e de render um culto a esses astros, que o Senhor, teu Deus, deu como partilha a todos os povos que vivem debaixo do cu.20. Quanto a vs, o Senhor vos escolheu e vos retirou da fornalha de ferro que era o Egito, para serdes o seu povo, o povo de sua herana, como o sois presentemente. …23. Tende cuidado para no esquecer a aliana que o Senhor, vosso Deus, fez convosco, e no faais uma imagem esculpida, representando o que quer que seja, como vos proibiu o Senhor vosso Deus, 24. porque o Senhor vosso Deus um fogo devorador, um Deus zeloso. 25. Quando tiverdes filhos e netos, e, depois de vos terdes envelhecido nessa terra, vos corromperdes e fabricardes alguma imagem esculpida do que quer que seja, fazendo o que mau aos olhos de vosso Deus e provocando assim a sua ira 26. _ tomo hoje como testemunha contra vs os cus e a terra _, certamente no tardareis a desaparecer da terra cuja possesso ides tomar agora, depois de atravessado o Jordo. No prolongareis nela os vossos dias, mas sereis exterminados. 27. O Senhor vos espalhar entre todos os povos, e restareis poucos entre as naes, aonde vos conduzir o Senhor. 28. L, adorareis deuses feitos pela mo do homem, deuses de madeira e de pedra, que no podem ver, nem ouvir, nem comer, nem sentir. 29. Ento procurars o Senhor, teu Deus, e o encontrars, contanto que o busques de todo o teu corao e de toda a tua alma. 30. Quando todos esses males tiverem cado sobre ti, mais tarde, em tal tribulao voltar-te-s para o Senhor, teu Deus, e ouvirs a sua voz, 31. porque o Senhor um Deus misericordioso, e ele no te quer abandonar nem te extinguir, e no se esquecer da aliana que jurou aos teus pais. … 39. Sabe, pois, agora, e grava em teu corao que o Senhor Deus, e que no h outro em cima no cu, nem embaixo na terra. 40. Observa suas leis e suas prescries que hoje te prescrevo, para que sejas feliz, tu e teus filhos depois de ti, e prolongues teus dias para sempre na terra que te d o Senhor, teu Deus. (Dt 4)”

  3. E vejam o que aconteceu com o zeloso Senhor:
    4 – “1. Foi dirigida a Jeremias a palavra do Senhor nestes termos: 2. Vai e desce casa do oleiro, e ali te farei ouvir minha palavra. 3. Desci, ento, casa do oleiro, e o encontrei ocupado a trabalhar no torno. 4. Quando o vaso que estava a modelar no lhe saa bem, como si acontecer nos trabalhos de cermica, punha-se a trabalhar em outro sua maneira. 5. Foi esta, ento, a linguagem do Senhor: casa de Israel, no poderei fazer de vs o que faz esse oleiro? – orculo do Senhor. 6. O que a argila em suas mos, assim sois vs nas minhas, Casa de Israel. 7. Ora anuncio a uma nao ou a um reino que vou arranc-lo e destru-lo. 8. Mas se essa nao, contra a qual me pronunciei, se afastar do mal que cometeu, arrependo-me da punio com que resolvera castig-la. 9. Outras vezes, em relao a um povo ou reino, resolvo edific-lo e plant-lo. 10. Se, porm, tal nao proceder mal diante de meus olhos e no escutar minha palavra, recuarei do bem que lhe decidira fazer. 11. Assim, portanto, dirige-te agora nestes termos gente de Jud e aos habitantes de Jerusalm: Es o que diz o Senhor: nutro o desgnio de lanar-vos uma desgraa, tenciono um projeto contra vs. Voltai todos, portanto, do mau caminho, emendai vosso proceder e vossos atos. 12. intil, respondero eles, seguiremos nossas idias e cada um de ns agir de acordo com as ms inclinaes de seu corao obstinado. 13. Eis por que assim fala o Senhor: Interrogai as naes pags: quem jamais ouviu semelhante coisa? Foi perversidade sem nome a cometida pela virgem de Israel.14. Acaso ser abandonado o rochedo que domina a plancie pela neve do Lbano? E esgotar-se-o as guas fluentes, que, frescas, correm das montanhas? 15. No entanto, o meu povo me esqueceu! Incensa dolos quimricos, que o fazem tropear pelo caminho, o caminho de outrora, conduzindo-o por veredas (tortuosas) de caminhos no trilhados. 16. A um deserto ser reduzida a terra, objeto de perptuo assobio; e o que por ele passar, estupefato, menear a cabea. 17. semelhana do vento de leste, eu o dispersarei ante seus inimigos. E lhe voltarei as costas e no a face no dia da desgraa. (Jr 18)”

  4. 5 – Deus mostra a Ezequiel todo seu cime:
    “1. No sexto ano, no quinto dia do sexto ms, estava eu sentado em minha casa, com os ancios de Jud, quando a mo do Senhor baixou sobre mim. 2. Olhei: enxerguei algo como uma silhueta humana. Abaixo do que parecia serem seus rins, era fogo e, desde os rins at o alto, havia um claro vermelho. 3. Estendeu uma espcie de mo, e me agarrou pelos cachos dos cabelos. O esprito levantou-me entre o cu e a terra, e me levou a Jerusalm, em vises divinas, entrada da porta interior que olha para o norte, l onde se erige o dolo que provoca o cime (do Senhor). 4. L se me manifestou a glria do Deus de Israel, tal como a viso que tive no vale. 5. E ele me disse: filho do homem, ergue os olhos para o norte. Levantei os olhos para o norte, e vi ao norte da porta do altar, entrada, o dolo que provoca o cime (do Senhor). 6. Filho do homem, disse-me, vs tu a abominao que praticam, como eles procedem na casa de Israel, para que eu me afaste do meu santurio? Vers, todavia, coisas muito mais graves. 7. Conduziu-me at a entrada do adro e, reparando, vi que havia um rombo no muro. 8. Filho do homem, disse-me ele, fura a muralha. Quando a furei, divisei uma porta. 9. Aproxima-te, diz ele, e contempla as horrveis abominaes a que se entregam aqui. 10. Fui at ali para olhar: enxerguei a toda espcie de imagens de rpteis e de animais imundos e, pintados em volta da parede, todos os dolos da casa de Israel. 11. Setenta ancios da casa de Israel, entre os quais Jazanias, filho de Saf, se achavam de p diante deles, segurando cada qual o seu turbulo, do qual se elevava espessa nuvem de fumaa. 12. Filho do homem, disse-me ele, vs tu o que fazem os ancios de Israel na obscuridade, cada um deles em sua cmara, guarnecida de dolos, pensando que o Senhor no os v, e que ele abandonou a terra? 13. E ajuntou: Vers ainda abominaes mais graves que eles esto cometendo. 14. Conduziu-me, ento, para a entrada da porta setentrional da casa do Senhor: mulheres estavam assentadas, chorando Tamuz. 15. Filho do homem, falou-me, tu viste? Vers ainda abominaes piores do que estas. 16. Levou-me ento ao interior do templo. entrada do santurio do Senhor, entre o vestbulo e o altar, avistei cerca de vinte e cinco homens, que, de costas para o santurio do Senhor, com a face voltada para o oriente, se prosternavam diante do sol. 17. Filho do homem, disse-me ele, vs isto? No basta casa de Jud entregar-se a esses ritos abominveis que aqui se praticam? Haver ainda ela de encher a terra de violncia, e no cessar de me irritar? Ei-los que trazem o ramo ao nariz. 18. Est bem! Eu, de minha parte, procederei com furor, no terei condescendncia, serei impiedoso. Inutilmente clamaro a meus ouvidos, no os ouvirei”. (Ez 8)

    Esta a chamada Sinagoga de Satans!!! !!! !!! Jav seja sempre louvado pela sua eterna Misericrdia!!! !!! !!!

  5. 6 – Cabia aos levitas a instruo … “(27-41) Filhos de Levi: Gerson, Caat e Merari. Filhos de Caat: Amro, Isaar e Oziel. Filhos de Amro: Aaro, Moiss e Maria. Filhos de Aaro: Nadab, Abi, Eleazar e Itamar. Eleazar gerou Finias e Finias gerou Abisu, Abisu gerou Boci, Boci gerou Ozi, Ozi gerou Zaraas, Zaraas gerou Meraiot, Meraiot gerou Amarias, Amarias gerou Aquitob, Aquitob gerou Sadoc, Sadoc gerou Aquimaas, Aquimaas gerou Azarias, Azarias gerou Joan, Joan gerou Azarias, que exerceu o sacerdcio no templo que Salomo construiu em Jerusalm. Azarias gerou Amarias, Amarias gerou Aquitob, Aquitob gerou Sadoc, Sadoc gerou Selum, Selum gerou Helcias, Helcias gerou Azarias, Azarias gerou Saraas, Saraas gerou Josedec, Josedec partiu para o exlio quando o Senhor fez com que Jud e Jerusalm fossem levados ao cativeiro por Nabucodonosor”. (1Cr 5,27) … “Depois Neemias, o governador, Esdras, sacerdote e escriba, e os levitas que instruam o povo, disseram a toda a multido: Este um dia de festa consagrado ao Senhor, nosso Deus; no haja nem aflio, nem lgrimas. Porque todos choravam ao ouvir as palavras da lei”. (Ne 8,9)

    Aps Nabucodonosor, o do exlio de Jud … Neemias e Esdras trazem o povo de volta a Jud … at que surgem os romanos … … … como no mais sobre instruo; passo a meditar no post do Oswaldo Aranha que trata do Israel de hoje.

  6. Nos ltimos 12 anos tivemos avanos significativos na Educao, fato reconhecido pelos organismos internacionais como a ONU. O Brasil ainda vai avanar e muito nos prximos anos com a aprovao da lei que definiu destinao de 10% do PIB para educao. Recentemente o BILL GATES elogiou tambm o programa BOLSA FAMLIA como uma bem sucedida iniciativa.

  7. Costuma-se afirmar que o grande problema do Brasil est na educao. Antes, porm, preciso deixar bem claro; em que tipo de educao estamos apostando. Pois, neste pas, os bandidos mais perniciosos portam formao acadmica!
    Em uma sociedade corrompida, a educao tem a torpe funo de requitar os j pervertidos! Graduao em direito, por exemplo, desde os seus primdios, teve e tem uma procura massificante. Quase sempre, os indivduos que buscam graduao em cincias jurdicas, possuem um histrico pessoal e/ou familiar, no submundo do crime. Uma vez advogados, passam a intergrar um cartel superprotetor – OAB; esses bacharelistas creem que assim adquiriram, seno conhecimentos, mas pelo menos credenciamento para distorcerem e sofismarem a LEI, bem como subornarem os agentes DELA.

  8. O Antigo Testamento um receiturio de dominao prescrito pelos judeus aos

    povos refns do banditismo israelita. O prprio nome Israel significa: simaquia com

    Deus (Deus como seu aliado em guerra).

    Raciocine: No Antigo Testamento, Deus retratado como uma propriedade

    exclusiva dos judeus (hebreus). Por qu? Porque foram eles quem inventou Deus! A

    mulher descrita como um objeto do homem, no pentateuco. Por qu? Porque

    aquele conjunto de livros foi escrito integralmente por homens, da o cunho

    machista. Ora, se o corpo humano consta de 206 ossos, como poderia a mulher se

    resumir frao de 1/206 de um homem, j que Eva foi feita duma costela? (Gen.

    2:22).

    Outra incoerncia: ainda, no Antigo Testamento, Deus aparece na condio de

    precursor dos mtodos de destruio em massa (o aniquilamento de Sodoma e

    Gomorra), Gen. 19:1-29, algo assemelhado a uma exploso nuclear. Nas dez pragas

    do Egito, (Ex. 7:14 e 11:10), Deus teria sido o preconizador da guerra qumica

    (envenenando as guas do rio Nilo), e

    da guerra biolgica (disseminando

    gafanhotos pelo reino de fara). Ser se Deus, onisciente e todo-misericordioso,

    teria cometido aquelas barbries? Mesmo porque o Senhor j sabia previamente

    que, no segundo milnio do nascimento do Seu filho unignito, Seus ensinamentos

    genocidas iriam habilitar o Bin Laden para atentar contra uma nao protestante,

    os EUA, que se dizem ser habitados por um povo santo e escolhido?

    A Deus tambm o papel de piv do primeiro fratricdio lavrado na bblia, ao ficar

    grato pelas ovelhas recebidas de Abel, e se mostrando indiferente para com as

    batatas de Caim. Percebendo que o Senhor no reconheceu a sua humilde oferta na

    mesma medida das ovelhas doadas pelo seu irmo Abel, isso despertou um

    sentimento de inveja em Caim; levando o segundo a assassinar o primeiro. (Gen.

    4:8).

    Aqueles escritos so apenas malcias humanas. Em estando sentenciadas nas

    Sagradas Escrituras, todas as atrocidades perpetradas pelos judeus s outras tribos

    recebiam uma

    conotao divina e, como tal,

    eram legitimadas

    e

    justificadas. Ainda hoje, israelenses (judeus) e rabes (muulmanos) se arrastam em

    um conflito milenar e sangrento, nas terras da Palestina. Tudo teria comeado com

    a interpretao preconceituosa de uma lenda bblica. Ismael, filho bastardo de

    Abrao com a escrava egpcia, Agar, teria dado origem ao povo rabe (Gen. 16:5-

    15). E Isaac, filho legtimo de Abrao (ex-Abro) com a sua verdadeira esposa, Sara

    (ex-Sarai), haveria sido o progenitor dos judeus (Gen. 21:1-7). Ento, para

    desqualific-los, os judeus tacham os rabes de descenderem do filho duma puta.

    Com

    efeito,

    se considerarmos aquelas narrativas nefastas (assassinatos,

    sequestros, estupros, pilhagens; por exemplo, leiam: Num. 31:17-18; Deut. 20:10, 13

    ——————————————————————————–

    Page 7

    e 14; 23:13; 25:11 e 12; 2 Reis 19:35; Juzes 8:10; 2 Cron. 28:6; 13:17 e 14:19; Isa.

    37:36……); uns executados pelo prprio Deus, outros pelos Seus jagunos: Davi,

    Moiss etc., (cumprindo ordem divina), ento, temos de dar a mo palmatria, e

    concordarmos com o Santo Ofcio, como tendo sido um cumprimento fiel s

    Sagradas Escrituras por parte da Igreja Catlica. Acaso, imitar os ensinamentos

    bblicos constitui um pecado ou uma virtude? Inquisio que no foi exclusiva

    apenas do catolicismo, o protestatismo tambm valeu-se de morticnios para fazer

    valer seu proselitismo. Joo Calvino, o pai dos presbiterianos, mandou queimar na

    fogueira o mdico espanhol, Michel Servert Grizar. E tantos outros atos sangrentos

    promovidos pelos protestantes.

    Hoje muitas pessoas ficam horrorizadas ao saberem que, nas favelas das grandes

    cidades, os comerciantes so obrigados a pagar pedgios para os chefes do trfico

    local, se quiserem continuar exercendo suas atividades mercantis. Ora, ora esse

    critrio de sujeio extorsiva j era praticado pelos capangas de Deus, quando

    submetiam determinadas comunidades condio de Cidades Tributrias. Para

    sobreviverem sem serem molestadas pelos judeus mandes, mafiosos,

    tais

    comunidades-refns tinham de transferir grande parte de sua fora de trabalho e

    riquezas aos seus protetores. (Vide em 1 Cron. 18 e 2 Sam. 8).

    O mais gozado e incoerente de tudo isso que Deus, retratado como bandido e

    sanguinrio no Antigo Testamento, ainda assim, Ele personifica a figura do BEM.

    Ao passo que o diabo, embora nunca tenha matado ou roubado algum,

    paradoxalmente, foi eleito como a fonte do MAL.

    A MAIOR FRAUDE DA BBLIA pode estar nesta tentativa de ligao proftica

    entre Antigo e Novo Testamento, possivelmente inserida pela Igreja Catlica

    quando a bblia era privativa do clero: Portanto, o Senhor mesmo vos dar um

    sinal: eis que uma virgem conceber, e dar luz um filho, e ser o seu nome

    Emanuel. Isa.7:14 -Eis que a virgem conceber e dar luz um filho, o qual ser

    chamado EMANUEL, que traduzido : Deus conosco. Mat. 1:23 e passar a Jud,

    inundando-o, e ir passando por ele e chegar at o pescoo; e a extenso de suas

    asas encher a largura da tua terra, Emanuel. Isa.8:8 . Curioso: todos os literatos

    conterrneos e/ou contemporneos de Jesus Cristo, que fizeram meno ao Seu

    nome – posteriormente foram flagradas supresses e inseres nas obras deles

    veementes indcios de fraude.

    Como sabido, por muitos anos, a Igreja imps caadas mortais aos hereges e

    censura aos prprios cristos. Pois, alm da Santa Inquisio, houve o Index

    Librorum Prohibitorum ou Libros Improbatae Lectionis, cujas leituras eram

    proibidas aos fiis, porque naqueles livros poderiam constar contraditrios que

    lanariam por terra as verdades impingidas pelo Clero. No toa que projetos,

    tipo o GENOMA HUMANO, recebem veto ferrenho das lideranas religiosas. As

    descobertas do GENOMA podem desmascarar os conceitos dos santarres acerca

    da origem da vida.

    Na fbula de Ado, Eva e a serpente, no paraso, h gritantes evidncias dela ter

    sido plagiada de um conto assemelhado, narrado no livro Avesta, de Zoroastro,

    escrito por volta do sec. VII Antes de Cristo, portanto, anterior Bblia Sagrada.

    No Avesta, a serpente era incorporada em Arim, que, por corruptela ou

    ——————————————————————————–

    Page 8

    dissimilao, teria dado origem ao termo Sat. E o BEM era representado por

    Ahura Masda ou Ormuzd. (Rituais Secretos Maria Helena Farelli Pag. 12). De

    resto, apenas o fato de Deus ou Jesus terem escrito sequer uma letra na bblia, tudo

    teria sido transcrito pelos seus pretensos psicgrafos (quem escreve algo inspirado

    por um ente sobrenatural), j uma razo de sobra para esse livro sagrado ser

    lanado na lixeira do descrdito

    • Estimado Benigno Dias … Vamos conferir?
      “O Antigo Testamento um receiturio de dominao prescrito pelos judeus aos

      povos refns do banditismo israelita. O prprio nome Israel significa: simaquia com

      Deus (Deus como seu aliado em guerra).”

      Em dicionariodenomesproprios…com…br/israel/: “Significado do Nome Israel
      Israel: Significa ele luta com Deus.
      Tem origem no hebraico Yisrael, a partir da unio dos elementos sara que significa ele luta e El que quer dizer Deus e significa literalmente ele luta com Deus. O primeiro elemento est calcado no termo rabe shra que quer dizer ele estava irado, ele lutou.
      Provavelmente o seu significado vem atravs de uma aluso ao personagem bblico Israel mencionado no Antigo Testamento que lutou com um anjo do Senhor. Batizado pelos seus pais como Jac, Israel recebeu este nome por Deus e ficou conhecido como o patriarca dos hebreus, atravs da chamada doze tribos de Israel, que se tornou nome do pas formado por estes descendentes, localizado no Oriente Mdio asitico, que tem como capital a cidade de Tel Aviv.
      O nome passou a ser adotado pelos puritanos ingleses apenas no sculo XVII, e atualmente muito popular principalmente como um nome judeu.”

      “22. Naquela mesma noite ele se levantou com suas duas mulheres, suas duas servas e seus onze filhos e passou o vau do Jaboc. 23. Tomou-os, e os fez passar a torrente com tudo o que lhe pertencia. 24. Jac ficou s; e algum lutava com ele at o romper da aurora. 25. Vendo que no podia venc-lo, tocou-lhe aquele homem na articulao da coxa e esta deslocou-se, enquanto Jac lutava com ele. 26. E disse-lhe: Deixa-me partir, porque a aurora se levanta. No te deixarei partir respondeu Jac, antes que me tenhas abenoado. 27. Ele perguntou-lhe: Qual o teu nome? Jac. 28. Teu nome no ser mais Jac, tornou ele, mas Israel, porque lutaste com Deus e com os homens, e venceste. Jac perguntou-lhe: 29. Peo-te que me digas qual o teu nome. Por que me perguntas o meu nome?, respondeu ele. E abenoou-o no mesmo lugar. 30. Jac chamou quele lugar Fanuel: porque, disse ele, eu vi a Deus face a face, e conservei a vida. 31. O sol levantava-se no horizonte, quando ele passou Fanuel. E coxeava de uma perna. 32. por isso que os israelitas, ainda hoje, no comem o nervo da articulao da coxa, porque aquele homem tinha tocado nesse nervo da articulao da coxa de Jac”. (Gn 32)

      Se o senhor perceber, a guerra de Israel com Deus para ter BNO!!! !!! !!! e a no h inimigo de Israel que no seja vencido no decorrer da Histria … s a Igreja Catlica que se mantm de p – isto ainda veremos no momento apropriado.

      • Caro Liono,

        Espero que voc vena a sua depresso. O ser humano assim mesmo: quando no tem problema, procura um ou acha que tem.
        Mas imagine a vida sem os nossos corre-corre e problemas dirios. Seria a mesma coisa que morar em Guantnamo.

        Para comeo, peo licena e que voc conhea o site Universidade Falada. L tem vrios livros interessantes que podem ser lidos “nos escuro”, at o sono chegar. Alguns pagos e outros gratuitos.
        VSa pode comear baixando grtis o CD mp3 “Uma noite com o mitos – Os Mitos na Educao das Crianas e dos Jovens Gregos e a Arte de Viver o que eu considero o melhor de todos (na verdade, s ouvi esse e outro, Os Doze trabalhos de Hrcules – que retrata como os gregos, 600 anos antes de Cristo, transformavam crianas em cidados – coisa que at hoje no sabemos fazer).

        A maneira como o autor narra o livro d a impresso que ele est na nossa frente, em um papo informal. Muito bom para ser ouvido j na cama, antes de dormir.

        Baixe aqui:
        http://www.universidadefalada.com.br/audiolivros-gratis-audio-livro-gratuito/curso-de-mitologia-gratis-viktor-salis-mp3.html

        Abraos e boa sorte.

        • Obrigado, amigo … no meu caso, comeo dormindo muito bem … l pelas 4 da madruga perco o sono … e veno a depresso rezando, meditando, cantando; muito me ajuda o treinamento autgeno, que uma tcnica de relaxamento baseada na auto-sugesto criada pelo psiquiatra berlinense Johannes Heinrich Schultz (1884-1970) … vou dormindo … e acordando … quando me levanto, comeam a me aparecer pensamentos novos – que os compartilho com vocs colegas … … … j no tenho pensamentos de morrer a soluo; aps ter atingido o auge da depresso quando vivenciei momentos em que morria … foi uma sensao muito doidona – parecia que a alma saa e o corpo, numa ao pegajosa, a segurava … isto pelo meio de 2007 … tinha um compromisso com o mantra “aing” da Meditao Transcendental, que cobrava minha sujeio a ele (Satans) … me agarrei no ” Jesus Cristo o Senhor” … venci a batalha mortal, ouvindo uma VOZ: “Quem enviarei?” … e aceitei a Misso!!! !!! !!!

          • isso a!
            A vida a coisa mais preciosa do universo. 13,7 bilhes de anos de evoluo da matria!
            Tem hora que eu acho que aquele que atenta, dolosamente, contra ela deveria ser condenado morte!

    • “Raciocine: No Antigo Testamento, Deus retratado como uma propriedade

      exclusiva dos judeus (hebreus). Por qu? Porque foram eles quem inventou Deus!”

      Em http://www.conteudojuridico…com…br/artigo,socrates-no-banco-dos-reus-ou-as-varias-versoes-de-socrates,43616.html temos: “O passado jurdico sempre traz baila a reflexo sobre as relaes entre direito, histria e filosofia. As narrativas sobre o julgamento de Scrates menos que realmente do que teria acontecido e, muitas vezes, o narrador sofreu influncias no s do meio social em que viveu mas sobretudo do relativismo epistemolgico.
      Pois o leitor com os olhos de hoje ousa fazer a leitura do mundo antigo e no est livre de sua poca conforme j advertiu Adam Schaff. A filosofia da histria permite questionamentos e persegue o passado enquanto a ao se perdeu no tempo.

      E na miragem helnica identificamos contradies no julgamento de Scrates (que antes de ser condenado pelos homens de seu tempo, fora condenado pela sua prpria crena em sua conscincia).
      Ao enfocar a biografia de Scrates mergulhamos em contradies. Como homem, Scrates fora reverenciado como um no conformista e que se rebelara contra a sociedade aberta, sendo admirador de sociedades fechadas. Como ateniense[1] desprezava a democracia e elogiava Esparta.
      Scrates fora filho do escultor Sofroniscos e da parteira Fenereta, era cidado diligente, combateu na guerra, tendo salvado a vida Alcibades. Casou-se com Xantipa[2] a quem se apontava uma reputao de rabugenta e mal humorada e, por contra, das intempries da esposa, passava muitas horas na rua. Proseava, perguntava e desconcertava.
      O mtodo dialtico[3] de Scrates era a maiutica ou parto de ideias onde o interlocutor descobre a verdade, parindo o conhecimento. Uma das caractersticas pessoais era o fato de ser irreverente tendo suscitado dios e invejas que culminaram na acusao de impiedade.
      A morte de Scrates por ter sido condenado a ingerir cicuta[4] um trao definidor na histria da filosofia, provocando inmeras reaes eloquentes.
      Scrates vivia descalo e sem camisa, destitudo de bens e de categoria social, retratando um professor inconformado cujo principal problema resumia-se em delimitar o prprio objeto ensinado.
      A prpria didtica da maiutica[5] nos remete no s ao autoconhecimento mas sobretudo a construo da aprendizagem instigada por perguntas e respostas sucessivas.
      Del Vecchio aduziu: Discutia Scrates de modo peculiar, multiplicando as perguntas e a elas dando respostas de maravilhosa e contundente simplicidade. Ao contrrio dos sofistas, que tudo afirmavam saber, declarava ele nada saber. Molestava-os com a sua ironia, e confundia-os, interrogando-os (ironia-pergunta, interrogao) sobre questes aparentemente simples, mas no fundo, muito difceis. Deste modo, constrangia-os, indiretamente, a darem-lhe razo. (DEL VECCHIO, Giorgio, in Lies de Filosofia do Direito).
      Scrates fora acusado[6] por Meleto, Aniton e Lcon de no reconhecer os deuses da cidade, e introduzir novas divindades e de corromper a juventude. Ao intentada contra Scrates era um graphai, asebeias, ao de impiedade.
      Qualquer manifestao de dvida ou indiferena a respeito da religio da cidade era considerada atentado unidade da comunidade sendo passvel de uma ao pblica.
      Incumbiu-se Scrates da prpria defesa[7], e finda esta Anito e Lcon se apresentaram para ajudar Meleto cujos argumentos, Scrates refutou. O quorum do tribunal que julgou Scrates foi em quinhentos e um juzes, onde duzentos e oitenta votaram pela condenao enquanto somente duzentos e vinte e um votaram pela absolvio.
      Mas existem pelo menos trs verses de Scrates, se que existiu um Scrates histrico. A verso de Aristfanes, a de Xenofonte e a de Plato.”

      MESMO NA DEMOCRTICA HELENA … NO SE PODIA CULTUAR DEUSES ESTRANGEIROS!!! !!! !!!

    • Caro Benigno,

      VSa se esqueceu de dizer que MOISS foi o primeiro INFANTICIDA da histria, ao matar os primognitos egpcios.
      No teria sido MENOS CRUEL se deus tivesse matado logo o fara de um ANEURISMA CEREBRAL ou de um fulminante ATAQUE CARDACO, ao invs e castigar homens, mulheres e crianas por anos a fio?
      Imagine de quanto SADISMO teria poupado os inocentes!

      Caso discorde, TENTE assistir algum captulo das “Histrias Bblicas” que deve est passando na Record e TENTE achar algum deles que no tenha SANGUE ou ESPADA!

      PURO SADISMO.

      Lamentvel que essas histrias estejam sendo contadas para crianas.

  9. A confirmao est em: “16. Enquanto Paulo os esperava em Atenas, vista da cidade entregue idolatria, o seu corao enchia-se de amargura. 17. Disputava na sinagoga com os judeus e proslitos, e todos os dias, na praa, com os que ali se encontravam. 18. Alguns filsofos epicureus e esticos conversaram com ele. Diziam uns: Que quer dizer esse tagarela? Outros: Parece que pregador de novos deuses. Pois lhes anunciava Jesus e a Ressurreio. 19. Tomaram-no consigo e levaram-no ao Arepago, e lhe perguntaram: Podemos saber que nova doutrina essa que pregas? 20. Pois o que nos trazes aos ouvidos nos parece muito estranho. Queremos saber o que vem a ser isso. 21. Ora (como se sabe), todos os atenienses e os forasteiros que ali se fixaram no se ocupavam de outra coisa seno a de dizer ou de ouvir as ltimas novidades. 22. Paulo, em p no meio do Arepago, disse: Homens de Atenas, em tudo vos vejo muitssimo religiosos. 23. Percorrendo a cidade e considerando os monumentos do vosso culto, encontrei tambm um altar com esta inscrio: A um Deus desconhecido. O que adorais sem o conhecer, eu vo-lo anuncio! 24. O Deus, que fez o mundo e tudo o que nele h, o Senhor do cu e da terra, e no habita em templos feitos por mos humanas. 25. Nem servido por mos de homens, como se necessitasse de alguma coisa, porque ele quem d a todos a vida, a respirao e todas as coisas. 26. Ele fez nascer de um s homem todo o gnero humano, para que habitasse sobre toda a face da terra. Fixou aos povos os tempos e os limites da sua habitao. 27. Tudo isso para que procurem a Deus e se esforcem por encontr-lo como que s apalpadelas, pois na verdade ele no est longe de cada um de ns. 28. Porque nele que temos a vida, o movimento e o ser, como at alguns dos vossos poetas disseram: Ns somos tambm de sua raa… 29. Se, pois, somos da raa de Deus, no devemos pensar que a divindade semelhante ao ouro, prata ou pedra lavrada por arte e gnio dos homens. 30. Deus, porm, no levando em conta os tempos da ignorncia, convida agora a todos os homens de todos os lugares a se arrependerem.31. Porquanto fixou o dia em que h de julgar o mundo com justia, pelo ministrio de um homem que para isso destinou. Para todos deu como garantia disso o fato de t-lo ressuscitado dentre os mortos. 32. Quando o ouviram falar de ressurreio dos mortos, uns zombavam e outros diziam: A respeito disso te ouviremos outra vez. 33. Assim saiu Paulo do meio deles. 34. Todavia, alguns homens aderiram a ele e creram: entre eles, Dionsio, o areopagita, e uma mulher chamada Dmaris; e com eles ainda outros”. (At 17)

    Paulo reconhece serem os gregos muito religiosos; porm, informa que no prega um deus estrangeiro … prega o Deus desconhecido que tinha at altar prprio.
    Destaca que a Filosofia procura Deus … sendo que Deus estabeleceu Jesus – Revelao Divina!!! !!! !!!

  10. Tambm no Antigo Egito dos Faras era proibido cultuar deuses estrangeiros:
    “1. O Senhor disse a Moiss: Vai procurar o fara e dize-lhe: eis o que diz o Senhor: deixa ir o meu povo, para que ele me preste um culto. 2. Se recusas, infestarei de rs todo o teu territrio. … 5. O Senhor disse a Moiss: Dize a Aaro: estende a tua mo com a tua vara sobre os rios, os canais e os lagos, e faze subir as rs sobre a terra do Egito. … 7. Os mgicos, porm, fizeram outro tanto com seus encantamentos: fizeram subir as rs sobre a terra do Egito. 8. O fara mandou chamar Moiss e Aaro: Intercedei, disse-lhes ele, junto do Senhor, a fim de que afaste as rs de mim e de meu povo, e deixarei partir o vosso povo para que oferea sacrifcios ao Senhor. … 13. Fez o Senhor o que pedia Moiss: morreram as rs nas casas, nas praas e nos campos. … 15. Mas, vendo o fara que havia descanso, endureceu o corao; e, como o Senhor havia predito, no ouviu Moiss e Aaro. … 19. Ento os mgicos disseram ao fara: Isso o dedo de Deus. Mas o corao do fara permaneceu endurecido e, como o Senhor havia predito, no ouviu Moiss e Aaro. 20. O Senhor disse a Moiss: Irs amanh de manh apresentar-te diante do fara, quando ele sair para ir margem do rio, e dir-lhe-s: eis o que diz o Senhor: deixa partir o meu povo, para me prestar culto. 21. Se recusares, mandarei moscas sobre tua pessoa, tua gente, teu povo, tuas casas: as casas dos egpcios sero todas invadidas por elas, bem como a terra em que moram. 22. Farei, porm uma exceo naquele dia para a terra a de Gessm, onde habita o meu povo. Ali no haver moscas, para que saibas que eu, o Senhor, estou no meio da terra. 23. Farei, pois, uma distino entre o meu povo e o teu. Amanh ter lugar esse prodgio. … 25. Mandou ento o fara chamar Moiss e Aaro: Ide, disse-lhes ele, oferecer sacrifcios ao vosso Deus, (mas) no pas. 26. Moiss respondeu: No convm que seja assim: os sacrifcios que oferecemos ao Senhor, nosso Deus, seriam uma abominao para os egpcios. Se oferecermos, sob os seus olhos, sacrifcios que lhes so abominveis, no nos apedrejero eles? 27. Havemos de ir ao deserto, a trs dias de caminho, e ofereceremos (l) sacrifcios ao Senhor, nosso Deus, conforme ele nos ordenou. 28. Consinto, replicou o fara, em vos deixar partir: oferecereis sacrifcios ao Senhor, vosso Deus, no deserto; somente no ireis muito longe. Rogai por mim. 29. Moiss respondeu: Logo que eu sair de tua casa, intercederei junto ao Senhor, e amanh as moscas se afastaro do fara, de seus servos e de seu povo. Somente no continue o fara a nos enganar, recusando-se deixar ir o povo para oferecer sacrifcios ao Senhor. 30. Moiss saiu da casa do fara. Rogou ao Senhor, 31. e fez o Senhor o que lhe era pedido: as moscas afastaram-se do fara, de sua gente, de seu povo e no restou uma sequer. 32. Mas ainda esta vez endureceu o fara o seu corao, e no deixou ir o povo”. (Ex 8)

  11. Prezado Virglio,
    Evidente que no bastaria apenas a Educao para que nos transformssemos subitamente em um Pas desenvolvido, no entanto, sem ela impossvel!
    Sem que reformulemos o sistema educacional, isolando-o do aspecto ideolgico sempre prejudicial e retrgrado, igualmente de nada adiantar o Ensino Integral sem que se reveja o contedo programtico ministrado aos alunos.
    Penso que uma comisso de especialistas, APARTIDRIOS, deveria se encarregar desta funo, determinando ao governo que aps a demonstrao desse plano, ele deve cumpri-lo risca ou continuaremos nesta estagnao como Pas e sociedade.
    Grato pelo comentrio, Virglio, oportuno e pontual.

  12. Os povos tentavam encontrar Deus adorando os deuses nacionais, conforme sua cultura … at que o prprio Senhor comea a Revelao e prometendo terra onde fosse cultuado: “1. O Senhor disse a Abro: Deixa tua terra, tua famlia e a casa de teu pai e vai para a terra que eu te mostrar. 2. Farei de ti uma grande nao; eu te abenoarei e exaltarei o teu nome, e tu sers uma fonte de bnos. 3. Abenoarei aqueles que te abenoarem, e amaldioarei aqueles que te amaldioarem; todas as famlias da terra sero benditas em ti. 4. Abro partiu como o Senhor lhe tinha dito, e Lot foi com ele. Abro tinha setenta e cinco anos, quando partiu de Har. 5. Tomou Sarai, sua mulher, e Lot, filho de seu irmo, assim como todos os bens que possuam e os escravos que tinham adquirido em Har, e partiram para a terra de Cana. Ali chegando, 6. Abro atravessou a terra at Siqum, at o carvalho de Mor. Os cananeus estavam ento naquela terra. 7. O Senhor apareceu a Abro e disse-lhe: Darei esta terra tua posteridade. Abro edificou um altar ao Senhor, que lhe tinha aparecido. (Gn 12)

    Caro Francisco Bendl, invadi tua seara … estou procurando facilitar a reflexo recomendada pelo senhor dias atrs … continuarei no post sobre Oswaldo Aranha … Abrao firme.

  13. CONTRADIES NA BBLIA (1)
    A Bblia tem cerca de 2.000 contradies explcitas ou implcitas.
    Coonest-las uma questo de subjetividade, idiossincrasia, esclio,
    exegese, hermenutica, preconcepo, eufemismo, parbola, panurgismo,
    ecolalia, faccionismo, anttese, alienismo, apriorismo, casusmo,
    simbolismo, paramnsia, personalismo, sofisma, impingimento, fidesmo,
    abstrao de conceito, palavras de efeito, fora de expresso,
    circunlquio, diacronia, jeitinho brasileiro, puxar brasa para sua
    sardinha, colagem ou clonagem, induo etc? Eis algumas delas:
    A Bblia nos fala que toda a escritura foi inspirada por Deus (II Timteo 3:16).
    Mas em alguns trechos negada a inspirao divina (I Corntios
    7:6;5:12) (II Corntios 11:17).
    Os Gigantes existiam antes da inundao (Gnesis 6:4).
    Somente No, sua famlia, e os animais da Arca sobreviveram
    inundao (Gnesis 7:23).
    Mesmo depois da Inundao os gigantes continuaram existindo (Nmeros 13:33).
    Deus diz para No que tudo o que se move e tem vida servir de
    alimento para ele, e tambm
    toda a vegetao. S no poder comer da carne ainda com vida,
    ou seja, com sangue (Gnesis 9:3-4).
    Deus diz que nem todos os animais podem ser consumidos (Deuteronmio 14:7-20).
    Toda a terra tinha uma s lngua e as mesmas palavras, at que Deus criou vrios
    idiomas diferentes, fazendo com que ningum entendesse um ao outro
    (Gnesis 11:1,6-9).
    Anterior a isto, a Bblia fala de diversas naes, cada um com sua
    prpria lngua (Gnesis 10:5).
    Deus admitiu que Ele a causa da surdez e da cegueira (xodo 4:11).
    Contudo, Deus no aflige os homens por vontade prpria (Lamentaes 3:33).
    Deus envia Moiss para o egito resgatar os filhos de Israel (xodo
    3:10. 4:19-23).
    No caminho, Deus ameaou Moiss de morte. No proveu de explicao
    (xodo 4:24-26).
    Deus mata todos os animais dos egpcios com uma forte pestilncia.
    Nenhum sobreviveu
    a pestilncia (xodo 9:3-6).
    Deus mata todos os animais dos egpcios com uma chuva de granizo (Mas
    eles j no haviam
    morrido com a pestilncia?) (xodo 9:19-21,25).
    Deus no foi conhecido por Abrao, Isaac e Jac pelo nome de Jav (xodo 6:2-3).
    O nome do Senhor j era conhecido (Gnesis 4:26).
    Deus probe que seja feito a escultura de qualquer ser (xodo 20:4).
    Deus ordenou a fabricao de esttuas de ouro (xodo 25:18).
    Proibio do assassinato (xodo 20:13).
    Deus manda Moiss matar todos os homens de Madi (Nmeros 31:7).
    Proibio do roubo (xodo 20:15).
    Deus manda roubar os egpcios (xodo 3:21-22).
    Proibio da mentira (xodo 20:16)
    Deus permiti a mentira (I Reis 22:22)
    Voc tem que julgar o prximo com justia (Leviticos 19:15).
    No julgue ningum para no ser julgado (Mateus 7:1).
    Deus jamais se arrepende (I Samuel 15:29).
    Deus se arrepende (Gnese 6:6) (xodo 32:14) (I Samuel 15:11,35) (Jonas 3:10).
    Deus no pode mentir (Nmeros 23:19).
    Deus deliberadamente enviou um esprito mentiroso (I Reis 22:20-30)
    (II Crnicas 18:19-22).
    Deus faz pessoas acreditarem em mentiras (II Tessalonicenses 2:11-12).
    O Senhor engana os profetas (Ezequiel 14:9).
    Aaro morreu no monte Hor. Imediatamente depois disso, os israelitas foram para
    Salmona e Finon (Nmeros 33:38).
    Aaro morreu em Mosera. Depois disso, os isralelitas foram para Gadgad
    e Jetebata
    (Deuteronmio 10:6-7).
    Deus diz a Moiss que Aaro morreu no monte Hor (Deuteronmio 32:50).
    Ns temos que amar Deus (Deuteronmio 6:5) (Mateus 22:37).
    Ns temos que temer Deus (Deuteronmio 6:13) (I Pedro 2:17).
    Deus escreveu nas tbuas as dez palavras da aliana (Deuteronmio 10:1-2,4).
    Deus ditou e Moiss escreveu (xodo 34:27-28).
    Josu queimou a cidade de Hai e reduziu-a a um monte de runas para
    sempre (Josu 8:28).
    Hai ainda existe como uma cidade (Neemias 7:32).
    Josu destruiu totalmente os habitantes de Dabir (Josu 10:38-39).
    Os habitantes de Dabir ainda existem (Josu 15:15).
    Saul destruiu completamente os amalecitas (I Samuel 15:7-8,20).
    David destruiu completamente os amalecitas (I Samuel 27:8-9).
    Finalmente os amalecitas so mortos (I Crnicas 4:42-43).
    Isa teve sete filhos alm de seu mais jovem, David (I Samuel 16:10.11).
    David foi o stimo filho (I Crnicas 2:15).
    Saul tentou consultar o Senhor (I Samuel 28:6).
    Saul nunca fez tal coisa (I Crnicas 10:13-14).
    Saul cometeu suicdio (I Samuel 31:4-6) (I Crnicas 10:4-5).
    Saul foi morto por um amalecita (II Samuel 1:8-10).
    Saul foi morto pelos filisteus (II Samuel 21:12).
    Davi tomou 1.700 cavaleiros de Adadezer (II Samuel 8:4).
    Davi tomou 7.000 cavaleiros de Adadezer (I Crnicas 18:4).
    Davi matou aos arameus 700 parelhas de cavalos e 40.000 cavaleiros (II
    Samuel 10:18).
    Davi matou aos arameus 7.000 cavalos e 40.000 empregados (I Crnicas 19:18).
    Israel di spe de 800.000 homens aptos para manejar espadas, enquanto que Jud
    dispe de 500.000 homens (II Samuel 24:9).
    Israel dispe de 1.100.000 homens aptos para manejar espadas, enquanto que Jud
    dispe de 470.000 homens (I Crnicas 21:5).
    Sat provocou Davi a fazer um censo de Israel (I Crnicas 21:1).
    Deus sugeriu Davi a fazer um censo de Israel (II Samuel 24:1).
    Davi pagou 50 siclos de prata por gados e pelo terreno (II Samuel 24:24).
    Davi pagou 600 siclos de ouro pelo mesmo terreno (I Crnicas 21:25).
    Rei Josias foi morto em Magedo. Seus servos o levam morto para
    Jerusalm (II Reis 23:29-30).
    Rei Josias foi ferido em Magedo e pediu para seus servos o levarem
    para Jerusalm, onde
    veio a falecer (II Reis 23:29-30).
    Foram levados 5 homens dentre os mais ntimos do rei (II Reis 25:19-20).
    Foram levados 7 homens dentre os mais ntimos do rei (Jeremias 52:25-26).
    So citados os nomes de 10 pessoas que vieram com Zorobabel (Esdras 2:2)
    So citados os nomes de 11 pessoas que vieram com Zorobabel (Neemias 7:7)
    (Esdras 2:3 & Neemias 7:8) Estas passagens pretendem mostrar a quantidade de
    pessoas que voltaram do cativeiro babilnico. Compare o nmero para
    cada famlia:
    14 deles discordam.
    A terra vai durar para sempre (Salmos 104:5) (Eclesiastes 1:4).
    A terra perecer (II Pedro 3:10) (Hebreus 1:10-11).
    Deus fala a respeito de sacrifcios com os filhos de Israel libertos
    do egito (Levtico 1:1-9).
    Deus nega que houvesse dito algo sobre sacrifcios naquela ocasio
    (Jeremias 7:22).
    O filho no deve ser castigado pelo erro do pai, ou vice-versa
    (Deuteronmio 24:16)
    (Ezequiel 18:20) (II Crnicas 25:4).
    Deus vinga a crueldade dos pais nos filhos at a quarta gerao (xodo 20:5)
    (Deuteronmio 5:9).
    Todos os homens so culpados pelo pecado de Ado. A culpa passou de
    pai para filhos
    por diversas geraes (Romanos 5:12).
    Jesus foi filho de Jos, que o foi de Jacob (Mateus 1:16).
    Jesus foi filho de Jos, que o foi de Heli (Lucas 3:23).
    O pai de Salathiel foi Jeconias (Mateus 1:12).
    O pai de Salathiel foi Neri (Lucas 3:27)
    Abiud filho de Zorobabel (Mateus 1:13).
    Resa filho de Zorobabel (Lucas 3:27).
    So citados os nomes de todos os filhos de Zorobabel, mas nem Resa e
    nem Abiud esto
    entre eles (I Crnicas 3:19-20).
    Joro era o pai de Ozias que era o pai de Joatho (Mateus 1:8-9).
    Joro era o pai de Occozias, do qual nasceu Jos, que gerou Amazias,
    que foi pai de
    Azarias que, finalmente, gerou Joatho (I Crnicas 3:11-12).
    Josias era o pai de Jeconias (Mateus 1:11).
    Josias era o av de Jeconias (I Crnicas 3:15-16).
    Zorobabel era filho de Salathiel (Mateus 1:12) (Lucas 3:27).
    Zorobabel era filho de Fadaia. Salathiel era tio dele (I Crnicas 3:17-19).
    Sale era filho de Cainan, neto de Arfaxad e bisneto de Sem (Lucas 3:35-36).
    Sale era filho de Arfaxad e neto de Sem (Gnese 11:11-12).
    Ningum jamais viu a Deus (Joo 1:18, 6:46) (I Joo 4:12).
    Jacob viu Deus cara a cara (Gnesis 32:30).
    Moiss e os ancies de Israel viram Deus (xodo 24:9-11).
    Deus falou com Moiss cara a cara (xodo 33:11) (Deuteronmio 34:10).
    Ezequiel viu Deus em uma viso (Ezequiel 1:27-28).
    Jesus curou um leproso depois de visitar a casa de Pedro e Simo
    (Marcos 1:29,40-42).
    Jesus curou o leproso antes de visitar a casa de Pedro e Simo (Mateus
    8:2-3,14).
    O Diabo levou Jesus primeiro ao topo do templo e depois para um lugar
    alto para ver todos
    os reinos do mundo (Mateus 4:5-8).
    O Diabo levou Jesus primeiro para o lugar alto e depois para o topo do
    templo (Lucas 4:5-9).
    Quem cr no filho de Deus tem vida eterna (Joo 3:36).
    Quem ama a Deus e ao seu prximo tem vida eterna (Lucas 10:25-28).
    Quem guarda os 10 mandamentos tem vida eterna (Mateus 19:16-17).
    O sermo conteve 9 beatitudes (Mateus 5:3-11).
    O sermo conteve 4 beatitudes (Lucas 6:20-22).
    Jesus adquiriu Mateus como discpulo depois de acalmar a tempestade
    (Mateus 8:26).
    Jesus adquiriu Mateus(Levi) como discpulo antes de ter acalmado a
    tempestade (Marcos 2:14, 4:39)
    Obs: O contexto identifica Levi como outro nome para Mateus. Compare
    [Mateus 9:9-17] com [Marcos 2:14-22] e com [Lucas 5:27-39].
    O centurio se aproximou de Jesus e pediu ajuda para um criado doente
    (Mateus 8:5-7).
    O centurio no se aproximou de Jesus. Ele enviou amigos e os ancies
    dos judeus (Lucas 7:2-3,6-7).
    Jairo pediu a Jesus que ajudasse a sua filha, que estava morrendo
    (Lucas 8:41-42).
    Ele pediu para que Jesus salvasse a filha dele que j havia morrido
    (Mateus 9:18).
    Jesus disse aos seus discpulos que deveriam andar calados com
    sandlias (Marcos 6:8).
    Jesus lhes disse que no deveriam andar descalos (Mateus 10:10).
    Deus confiou o julgamento a Jesus (Joo 5:22) (Joo 5:27,30 8:26) (II
    Corntios 5:10) (Atos 10:42).
    Jesus, porm, disse que no julga ningum (Joo 8:15,12:47).
    Os santos ho de julgar o mundo (I Corntios 6:2).
    A transfigurao de Jesus ocorreu 6 dias aps a sua profecia (Mateus 17:1-2).
    A transfigurao ocorreu 8 dias aps (Lucas 9:28-29).
    A me de Tiago e Joo pediu a Jesus para que eles se assentassem ao
    seu lado no reino (Mateus 20:20-21).
    Tiago e Joo fizeram o pedido, ao invs de sua me (Marcos 10:35-37).
    Ao sair de Jeric, Jesus se encontrou com dois homens cegos (Mateus 20:29-30).
    Ao sair de Jeric, Jesus se encontrou com somente um homem cego
    (Marcos 10:46-47).
    Dois dos discpulos levaram uma jumenta e um jumentinho para Jesus da
    aldeia de Bethfag
    (Mateus 21:2-7).
    Eles levaram somente um jumentinho (Marcos 11:2-7).
    Jesus amaldioou a rvore de figo depois de ter deixado o templo
    (Mateus 21:17-19).
    Ele amaldioou a rvore antes de ter entrado no templo (Marcos 11:14-15,20
    No cuideis que vim trazer a paz terra; no vim trazer a paz, mas
    espada. Mateus, 10:34
    Ento Jesus disse-lhe: mete no seu lugar tua espada, porque todos os
    que lanaram mo da espada, espada morrero. Mateus, 26:52
    Porque a ira destri o louco, e o zelo mata o tolo. J, 5:2
    no se ponha o sol sobre vossa ira. Efsios, 4:26
    Nenhum homem subiu ao cu, se no o que desceu do cu, o filho do
    homem que est no cu. Joo, 3:13
    e Elias subiu ao cu num redemoinho. 2 Reis, 2:11
    Se eu sou testemunha de mim prprio, o meu testemunho no
    verdadeiro. Joo, 5:31
    Eu sou aquele que testemunha sobre mim prprio Joo, 8:18
    O homem de bem deixa uma herana aos filhos de seus filhos
    Provrbios, 13:22
    Vendei o que tendes e da esmolas Lucas, 12:33
    Bem-aventurado o homem que teme do Senhor Fazenda e riquezas haver
    na sua casa Salmos, 112:1-3
    mais fcil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar
    um rico no reino de Deus. Mateus, 19:24
    Eu e o Pai somos um. Joo, 10:30
    vou para o Pai, porque o Pai maior do que eu. Joo, 14:28
    vem a hora em que todos os que esto nos sepulcros ouviro a sua
    voz. Joo, 5:28
    Tal como a nuvem se desfaz e passa, aquele que desce sepultura
    nunca tornar a subir. J, 7:9
    dars vida por vida, olho por olho, dente por dente, mo por mo, p
    por p, queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por
    golpe. xodo, 21:23-25
    no resistais ao mal, mas se qualquer te bater na face direita,
    oferece-lhe tambm a outra. Mateus, 5:39
    Honra teu pai e a tua me. xodo, 20:12
    Se algum vier a mim, e no aborrecer a seu pai, e me, e mulher, e
    filhos, e irmos, e irms, e ainda tambm a sua prpria vida, no pode
    ser meu discpulo. Lucas, 14:26
    No ajunteis tesouro na terra Mateus, 6:19
    Na casa do justo h um grande tesouro. Provrbios, 15:6
    tenho visto a Deus face a face, e a minha alma foi salva. Gnesis, 32:30
    Deus nunca foi visto por ningum. Joo, 1:18
    o filho no levar a maldade do pai. Ezequiel, 18:20
    porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a maldade
    dos pais nos filhos at terceira e Quarta gerao daqueles que me
    aborrecem. xodo, 20:5
    Bem-aventurado o homem que acha a sabedoria, e o homem que adquire
    conhecimento. Provrbios, 3:13
    Na muita sabedoria h muito enfado, e o que aumenta em cincia,
    aumenta em trabalho. Eclesiastes, 1:4
    benigno sou, diz o Senhor, e no conservarei para sempre minha ira.
    Jeremias, 3:12
    O fogo que acendeste na minha ira arder para sempre. Jeremias, 17:4
    Lucas 6:35: Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei o bem, e emprestai, sem nada
    esperardes, e ser grande o vosso galardo, e sereis filhos do Altssimo;
    (Lucas 19:27) Quanto queles meus inimigos que no quiseram que eu
    reinasse sobre eles, trazei-os aqui e matai-os diante de mim.
    Ap. 13:10 Se algum leva em cativeiro, em cativeiro ir; se algum matar
    espada, necessrio que espada seja morto.
    Deut. 20: 13-15e logo que o Senhor teu Deus a entregar nas tuas
    mos, passars ao fio da espada todos os homens que nela houver; porm
    as mulheres, os pequeninos, os animais e tudo o que houver na cidade,
    todo o seu despojo, tomars por presa; e comers o despojo dos teus
    inimigos, que o Senhor teu Deus te deu. (Assassinar seus inimigos para
    depois comer o despojo deles.) contrariando os mandamentos: 5 No
    Matar; 7 No furtar e 10 No cobiar as coisas alheias. Embora uns
    destes disparates tenham se passado no Antigo Testamento, mas o
    narrado em Lc.19:27 foi em plena vigncia dos 10 mandamentos. Mesmo os
    anteriores no d para desconsiderar, pois Deus onisciente do
    passado, presente e futuro.
    Gal. 3:13 (porque est escrito: Maldito todo aquele que for pendurado
    em madeiro), Jesus foi pendurado no madeiro, Ele tambm um maldito?
    Ex. 20:4 No fars para ti imagem de escultura. No teria sido Deus
    o primeiro escultor? Conforme Gnesis 2:7 Deus formou o homem do
    barro da terra e insuflou-lhe nas narinas um sopro de vida . O mesmo
    Deus mandou que, no deserto, Moiss fizesse a imagem de uma serpente
    de bronze, a fim de que os que olhassem para ela fossem curados (Num.
    21:8-9).
    2Sm 24: 1 A ira de Iaveh (DEUS) tornou a acender-se contra Israel, e o
    Senhor incitou a Davi contra eles, dizendo: Vai, numera a Israel.
    1Cr 21: 1 Ento SATANS se levantou contra Israel, e incitou Davi a
    numerar Israel.
    Devemos Nossas EXISTNCIAS Ao DIABO?!
    Examinando em Gen.3, seremos induzidos a constatar que ns humanos
    chegamos at aqui graas uma sugesto de sat (a serpente). Haja
    vista ter sido a cobra quem sugeriu Eva que desse de comer a Ado do
    FRUTO do MEIO do PARASO, terminantemente proibido por Deus. Pode-se
    subentender paraso como o corpo de Eva e/ou Ado? E o MEIO? Logo,
    salvo o melhor juzo, h de se convir que Deus no queria que o casal
    procriasse, e ns fatalmente no existiramos hoje. L adiante, Deus
    deixou patente, mais uma vez, o Seu propsito de no permitir que o
    casal primitivo reproduzisse, quando, para punir Eva (e todos as
    mulheres, por extenso), imps-lhe um parto doloroso. E em Gen. 6:6,
    Deus afirmou ter-se arrependido de criar o homem. Outrossim, na
    Epstola de Paulo aos Corntios 7:1 .bom seria que o homem no
    tocasse em mulher.
    Ora, o lato uma liga de cobre + zinco; ele no existe na natureza.
    Se no houver um engenheiro metalrgico (a serpente) para sugerir as
    devidas propores dos metais cobre e zinco, e repass-las a um
    fundidor (o casal Ado e Eva), a fim de fundi-los, jamais teramos o
    lato. E depois, que outra forma conceptiva teriam Ado e Eva, seno o
    consrcio carnal? Agora, que Deus forneceu a matria-prima, Eva e
    Ado, isso irrefutvel.
    DEUS JOGOU ABEL CONTRA CAIM?
    A Deus tambm o papel de piv do primeiro fratricdio lavrado na
    bblia, ao ficar grato pelas ovelhas recebidas de Abel, e se mostrando
    indiferente para com as batatas de Caim. Percebendo que o Senhor no
    reconheceu a sua humilde oferta na mesma medida das ovelhas doadas
    pelo seu irmo Abel, isso despertou um sentimento de inveja em Caim;
    levando o segundo a assassinar o primeiro. (Gen. 4:8).
    DEUS FOI O PRECONIZADOR DAS GUERRAS QUMICA E BIOLCA, E O INICIADOR
    DOS MTODOS DE DESTRUIO EM MASSA?
    – Envenenamento das guas do rio Nilo e a infestao da praga de
    gafanhotos respectivamente (Ex. 7:14 e 11:10).
    – Deus destruiu duas cidades inteiras ( Gen. 19:1-29).
    – Deus no homem, para que minta, nem filho do homem, para que se
    arrependa. Num. 23:19.
    – Gen. 6:6, Deus afirmou ter-se arrependido de criar o homem.

    * COPROFAGIA OU ESCATOFAGIA (HBITO DE COMER FEZES OU EXCREMENTOS) NA BBLIA?
    Ml 2 : 3 Eis que vos reprovarei a posteridade, e espalharei sobre os
    vossos rostos o esterco, sim, o esterco dos vossos sacrifcios; e
    juntamente com este sereis levados para fora.
    Ez 4 : 12 Tu a comers como bolos de cevada, e vista deles a assars
    sobre o excremento humano.
    Ez 4 : 15 Ento me disse: V, eu te dou esterco de bois em lugar de
    excremento de homem; e sobre ele preparars o teu po.
    Is 36 : 12 Rabsaqu, porm, disse: Porventura mandou-me o meu senhor
    s ao teu senhor e a ti, para dizer estas palavras e no aos homens
    que esto assentados sobre o muro, que juntamente convosco ho de
    comer o prprio excremento e beber a prpria urina?
    A Bblia e a Mulher Objeto do Homem (foi o homem quem escreveu a
    grande maioria dos livros bblicos, da o seu cunho machista).
    – Ora, se o corpo humano consta de 206 ossos, como poderia a mulher se
    resumir frao de 1/206 de um homem, j que Eva foi feita duma
    costela? (Gen. 2:22).
    Obs: Para um melhor entendimento, aconselho que haja o devido
    acompanhamento das passagens bblicas citadas.
    Deus disse mulher: Multiplicarei grandemente os teus sofrimentos e
    a tua gravidez; dars luz teus filhos entre dores; contudo,
    sentir-te-s atrada para o teu marido, e ele te dominar.
    -Gnesis 3:16
    Se uma mulher der luz um menino ela ficar impura por sete dias. Mas
    se nascer uma menina, ento ficar impura por duas semanas.
    – Levtico 12:2-8
    Quando um homem e uma mulher se unirem com emisso de smen, se
    banharo e ficaro impuros at a tarde. Se uma mulher menstruar,
    ficar impura at sete dias aps o trmino do fluxo, sendo que tudo o
    que ela tocar ficar impuro at a tarde. Se algum tentar toc-la ou
    tocar em um mvel deixado impuro por ela, ficar impuro at a tarde.
    Quem se juntar a ela durante este perodo ficar impuro por sete dias.
    – Levtico 15:18-33
    Mulheres, sede submissas aos vossos maridos, como convm no Senhor
    – Colossenses 3:18
    As mulheres tem de ser submissas aos vossos maridos.
    – I Pedro 3:1
    Os maridos devem permitir que as suas mulheres, que so de um sexo
    mais frgil, possam orar.
    – I Pedro 3:7
    A cabea do homem Cristo, a cabea da mulher o homem e a cabea de
    Cristo Deus.
    – I Corntios 11:3
    O homem no foi criado para a mulher, mas a mulher para o homem.
    – I Corntios 11:9
    As mulheres devem ficar caladas nas assemblias de todas as igrejas
    dos santos, pois devem estar submissas, como diz a lei.
    – I Corntios 14:34
    Se a mulher trair o seu marido, ela ser feita em objeto de maldio
    pelo Senhor, sua coxa ir descair e seu ventre inchar.
    – Nmeros 5:20-27
    Se uma jovem dada por esposa a um homem e este descobre que ela no
    virgem, ento ser levada para a entrada da casa de seu pai e a
    apedrejaro at a morte.
    – Deuteronmio 22:20-21
    melhor alojar-se num canto do terrao, do que com mulher rixenta em
    casa espaosa.
    – Provrbios 25:24
    Aquela que verdadeiramente viva e desamparada, pe em Deus a sua
    esperana e persevera, noite e dia, nas splicas e nas oraes.
    Aquela, porm, que se entrega aos prazeres, mesmo vivendo, est morta.

    – I Timteo 5:5-6
    Que a mulher aprenda em silncio, com total submisso. A mulher no
    poder ensinar nem dominar o homem.
    – I Timteo 2:11-12
    O marido a cabea da mulher, como tambm Cristo a cabea da
    igreja. Do mesmo modo que a igreja submissa a Cristo, assim tambm
    as mulheres sejam em tudo aos maridos.
    – Efsios 5:22-24
    * Concluso: se a bblia fosse escrita por um simples mortal, sem a
    superviso divina, at dava para se perdoar estes absurdos e
    contradies. Mas em se tratando de um conjunto de livros
    psicografados por homens inspirados pelo esprito de Deus; um ente
    onisciente, onipresente, onipotente e todo misericordioso. Das duas
    afirmativas, uma verdadeira: Deus no o que foi transcrito a Seu
    respeito, ou a bblia uma mentira milenar.

  14. Benigno Dias, seu comentrio a pura verdade. O antigo testamento,
    sem dvida histria para boi dormir. Para dar credibilidade aquilo que os
    “profetas” queriam, diziam que foi a mando de Deus. Engraado que naquela
    poca, falava-se com Deus com a maior facilidade.
    Deus, ou o Grande Esprito, ou outro nome que queiram dar, Est muito alm
    da imaginao do ser humano. A maioria da religies enriquecem as custas
    do medo do ser humano de ir para o inferno.
    O que se salva na Bblia, so os ensinamentos de Cristo.

  15. Senhor Benigno Dias, saudaes.
    Digo eu:
    ” Creio no Deus que fez o homem e no no Deus que os homens fizeram”
    O que imagino:
    Deus vive em todos os homens; ns somos a Catedral; e dela,temos que cuidar…

  16. Caro Liono,

    Considerando um dos seus textos acima, no teria sido melhor que o deus de Moiss, SUPONDO QUE GOSTASSE DOS ISRAELITAS, tivesse transferido todos os judeus em um barco para a AMRICA DO NORTE, para a AUSTRLIA ou, at mesmo, para o atual BRASIL, continentes inteiramente desprovidos de seres humanos, cheio de riquezas, do que lev-los todos para o EGITO, um rio no meio do deserto?

    Pelo menos neste lado do mundo no precisariam bombardear criancinhas, brigar por causa de um punhado de terra rida ou, tampouco, ficar espremido entre inimigos! E, ainda por cima, esse deus teria poupado a vida de milhes de seres humanos e animais, executados naquela MALDITA regio do oriente mdio!

    Na minha TOLA INTELIGNCIA, no consigo entender tamanho SADISMO DIVINO PARA A GUERRA e para o SOFRIMENTO HUMANO e para SACRIFCIOS, FOME E LGRIMAS! No entendo como pode enviar tantas PRAGAS e, depois, suportar ficar vendo TODAS AS DESGRAAS de cima, de braos cruzados em um camarote, inerte, quando se tem o poder de mudar, de uma vez, tudo isso!

    Pois !

    Abraos.
    (PS: Ou ser que Deus, naquele tempo, ainda no sabia da existncia desses continentes?)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.