Efeito coronavírus ! Bolsonaro anuncia o fechamento parcial da fronteira com a Venezuela

Tráfego de mercadorias será mantido, destacou Bolsonaro

Deu no G1

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira, dia 17, o fechamento parcial da fronteira do Brasil com a Venezuela, em Roraima, como medida para conter o avanço do novo coronavírus. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União no início da madrugada desta quarta-feira, dia 18.

A medida foi oficializada após o governador de Roraima, Antônio Denarium (PSL), solicitar ao governo federal o fechamento da fronteira do estado com a Guiana e a Venezuela em razão da pandemia de coronavírus.

“RISCO EFETIVO” – Denarium disse haver um “risco efetivo” de circulação do vírus na fronteira, o que poderia agravar a crise na saúde pública estadual. Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), o vírus se espalhou por diversos continentes. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, eram 290 casos confirmados e 8.819 suspeitos nesta terça-feira.

De acordo com a portaria que determina o fechamento parcial da fronteira, a restrição de estrangeiros oriundos da Venezuela vale pelo prazo de 15 dias. A barreira se refere à entrada de pessoas por “rodovias ou meios terrestres” e não se aplica a brasileiros, a imigrantes com residência no Brasil e a profissionais estrangeiros em missão internacional ou acreditado junto ao governo brasileiro. A restrição também não impede o livre tráfego do transporte rodoviário de cargas e a execução de ações humanitárias.

RESSALVA –  Ao conceder uma entrevista à imprensa na portaria do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, Bolsonaro fez uma ressalva sobre o fechamento da fronteira e afirmou que o transporte de mercadorias permaneceria.

“Alguns acham que a palavra ‘fechar fronteira’ é uma palavra mágica. Se a gente tivesse poder de fechar a fronteira como muitos pensam, não teria entrada de arma nem de droga no Brasil. Temos 17 mil quilômetros de fronteira”, afirmou o presidente.

“Não é um fechamento total. O tráfego de mercadorias vai continuar acontecendo. Porque separa Roraima. Se você fecha o tráfego com a Venezuela, a economia de Roraima desanca. A mesma coisa a Venezuela em parte também tem esse tráfego de mercadorias conosco. Não tem como tomar medidas radicais. Não vai dar certo”, acrescentou Bolsonaro.

“HISTERIA” – Ainda na entrevista, o presidente reafirmou o que tem dito, que não se pode ter “histeria” em razão da pandemia do novo coronavírus.

“Não pode ter histeria, é isso o que sempre preguei. Se for para a histeria, fica todo mundo maluco. As consequências serão as piores possíveis. Em alguns países já têm saques acontecendo, isso pode vir para o Brasil. Pode ter aproveitamento político disso, mas a gente não quer pensar nisso daí, mas tem que ter calma. Vai passar. Desculpa aqui. É como uma gravidez, um dia vai nascer a criança. O vírus ia chegar aqui um dia e acabou chegando”, declarou Bolsonaro.

NOVAS MEDIDAS –  Ao falar com a imprensa no Alvorada, Bolsonaro informou que nesta quarta concederá uma entrevista coletiva com todos os ministros, no Palácio do Planalto, para explicar as medidas adotadas pelo governo para conter o avanço do coronavírus no país.

Segundo o presidente, à noite, haverá uma outra entrevista coletiva, com os chefes dos três poderes, para demonstrar que eles estão “unidos”.

“A minha mensagem é para que não se apavore. Nós vamos ter que passar por essa onda. Agora, se o pânico chegar no meio da população, tudo fica pior. Nós estamos preocupados com a questão humanitária, de vidas, mas também com a questão econômica”, afirmou o presidente.

9 thoughts on “Efeito coronavírus ! Bolsonaro anuncia o fechamento parcial da fronteira com a Venezuela

  1. Jornalistas engajadas.
    Marina Dias, Folha, PT, filha de José Américo Dias da secretaria nacional de comunicações do PT.
    Mônica Bérgamo, Folha, PT, ex namorada do advogado de Zé Dirceu.
    Maria Beltrão, GNews filha do ex Ministro do Planejamento, Helio Beltrão.
    Dora Kramer, Veja, MDB, o marido foi assessor de Renan Calheiros.
    Andreia Sadi, GNews PSDB, ex marido é sobrinho de Aécio Neves que foi padrinho de seu casamento.
    Vera Magalhães, Estadão, PSDB, ex marido foi assessor de Aécio Neves na campanha presidencial.

  2. Esta pandemia está revelando cristalinamente a falta de caráter e humanismo do brasileiro. Infelizmente é duro admitir, mas é o que vejo.
    Lendo comentários sobre o exame positivo do General Heleno na Folha, me deparei com “tomara que morra”, “foda-se” entre xingamentos e pragas.
    Isso diante de uma pandemia que, se nosso vizinho morrer, é sinal de que estamos com mais riscos.
    Mas o umbigoidismo brazuca só pensa em “derrubar Bolsonaro e voltar ao poder e às tetas gordas”.
    Se esquecem que situações de guerra são imprevisíveis e quem entende delas está no governo hoje. Se a situação ficar insustentável e uma guerra civil tipo sarajevo apontar no horizonte prejudicando o combate à pandemia, basta um estado de sítio e pronto.
    Os idiotas umbigóides se esquecem que não tem armas nem povo suficiente ao lado.
    Portanto, ou a mídia para de jogar gasolina na fogueira, ou sairemos dessa muito piores do que estávamos.
    Melancólico, mas é o que temos.

  3. Por que Trump tomou medidas radicais restritivas, quando há pouco desdenhava do problema do Corona vírus? E que vai afetar enormemente a economia dos EUA? Porque foi alertado por um relatório de especialistas britânicos que se nada ou pouco fizesse, haveriam dois milhões e duzentos mil de mortes no seu país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *