Eike: “o monstro do carvão”

Helio Fernandes

Expulso do Mato Grosso, queria instalar nesse estado (já dividido) uma empresa de energia, baseada no carvão, completamente ultrapassada, retrocesso maior do que os 8 anos de FHC.

Com a fortuna que acumulou desde pequenininho e devia explicar, se mete em tudo o que é assunto, e ganha sempre primeira dos jornalões e destaques na televisão. Agora, chama a energia nuclear de “monstro”, não REM nenhuma empresa no setor. Sua base: o que ocorreu no Japão.

Para enriquecer mais ainda, deturpa até os fatos, citando o que aconteceu no Japão. Ora, lá houve um terremoto (o país está preparado para isso), seguido de um tsunami, com onda de 8 metros de altura e velocidade de 700 quilômetros por hora.

Eike Batista é o “monstro” empresarial e financeiro, verdadeiro terrorista. Uma espécie de Eikada, não confundir com “Aikada”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *