Eike perde empresas, mas quem perdeu com ele, como será indenizado? A instalação da CPI dos Ônibus, presidida pelo corrupto Brazão, uma farsa. Extraordinário o GPS do carro da polícia que prendeu Amarildo, revelado pelo Jornal nacional. Mudou tudo o que a própria Polícia “informava”. O Supremo em reunião inútil.

Helio Fernandes

Extraordinariamente jornalística a revelação do Jornal Nacional, publicando mais de 5 horas de gravação do GPS do carro da polícia que levava o preso Amarildo. (Sensacional. Num jornal impresso, o correspondente em méritos seria a publicação de um documento sigiloso-confidencial).

Foram mais de 5 horas de gravação que não pode ser contestada ou desmentida. E que muda tudo o que se sabia, “e era garantido pela própria polícia”.

Eles diziam, oficialmente, 1 – Amarildo fora chamado à UPP, por se parecer com um traficante. 2 – Ouvido, foi liberado, saiu da UPP a pé. 3 – Até a divulgação da gravação, no trigésimo dia do desaparecimento, ninguém soube mais de Amarildo.

4 – E a UPP e a Polícia Militar continuavam negando qualquer participação no desaparecimento dele. 5 – Insistiam que o GPS estava desligado, o que não tinha a menor importância, pois garantiam que Amarildo não entrara em carro algum.

6 – Pois o Jornal Nacional não só MOSTRA que ele esteve por mais de 5 horas num carro policial, mas que mesmo com o GPS desligado, havia jeito de gravar tudo, como foi feito.

AGORA TEM QUE HAVER RESPONSABILIZAÇÃO

Amarildo desaparecido, sem que houvesse alguma prova irrefutável, já ganhara repercussão nacional, camisas com seu nome apareciam em passeatas no Brasil todo. Agora Amarildo não é “apenas” desaparecido de forma estranha, e sim um inocente (como a própria polícia garantia) que “passeou” por mais de 5 horas num carro da polícia.

Impressionante o trajeto do carro da polícia, com o preso Amarildo. Ele sai da UPP, vai trafegando por lugares os mais estranhos, do Norte ao Sul da cidade. Para duas vezes em batalhões diferentes da Polícia Militar (supostamente para receber ordens).

Voltam para a Zona Sul pelo Túnel Rebouças, passam pelo mesmo Rebouças na outra mão, se dirigem novamente para a Zona Note. Depois de uma hora e 2 minutos, param num Hospital da própria Polícia, fato não explicado. Estaria ferido ou morto? No momento em que escrevo não se sabe, mas se saberá. É questão de tempo e de aprofundar a investigação.

AUTORIDADES CULPADAS, NÃO APENAS POLICIAIS

A repercussão aumentará muito com a elevação das patentes que souberam ou participaram de tudo. Da prisão e da farsa. Agora, ninguém ficará de fora, as investigações começam pelo alto.

O secretário Beltrame, que sempre é muito franco e fala tudo, surpreendentemente, desde a revelação do GPS pelo Jornal Nacional, se retraiu, preferiu o silêncio. Mandava dizer que “estava muito ocupado”, como se houvesse alguma coisa mais importante do que esse fato.

Nenhuma suspeita sobre ele. Por enquanto, e pelo seu passado. Estava por fora de tudo, o que também é surpreendente. (Até agora é o que eu sei, o que não é pouco).

A VOLTA DA “GAIOLA DE OURO”

A Câmara  Municipal foi fundada ali mesmo, em 1876, se chamava Câmara dos Intendentes. (Os vereadores eram intendentes). O prédio, amarelo com janelas abertas, foi chamado de “gaiola de ouro”, não pejorativo. Passaram os tempos, dominada pela corrupção, continuou sendo identificada como “gaiola de ouro”, então rigorosamente pejorativo.

Fechada durante a ditadura de 1930/45, voltou em janeiro de 1947, esplêndida, democrática, brava e atuante. Os grandes debates sobre a construção do Maracanã, se travaram ali. Com as  denúncias públicas e arrasadoras da roubalheira do prefeito Mendes de Moraes. Durou pouco, lógico.

Logo desarticulada e desmoralizada, desapareceu, ficou longo tempo fora do noticiário. Volta agora como “gaiola de ouro” (pejorativa), ligadíssima à Fetranspor, que controla os ônibus, com seus preços altíssimos, seus lucros escondidos em caixas pretas e doações a vereadores corruptos.

Não apenas corruptos, mas também descontraídos, sem constrangimento, decidindo “fazer” uma CPI para homenagear e agradecer os “benefícios” concedidos a eles pela própria Fetranspor.

E então, sem pudor ou rumor, colocaram nessa CPI milicianos e servos da própria Fetranspor. E como não podia deixar de ser, “elegeram” presidente dessa CPI-Patifaria o notório Chiquinho Brazão.

Apesar de não terem feito rumor, foram percebidos pela parte do povo nas ruas que cuida principalmente de combater a máfia e os gangsteres dos transportes. Essa é a parte talvez mais importante da revolta do povo nas ruas. Diariamente, milhões de cidadãos (não apenas no Rio) são roubados por esses “donos” dos transportes.

Essa terra arrasada do transporte tira, rouba (como eu já disse) pelo menos três horas diárias do tempo do trabalhador. Uma hora e meia para ir de casa para o trabalho, outra hora e meia para voltar do trabalho para casa. Sem contar o tempo de espera de trens e metrôs, caríssimos, sempre atrasados, insuficientes, num engarrafamento dentro desses veículos só comparável ao engarrafamento das ruas.

A CULPA DOS GOVERNANTES

As primeiras vitórias do povo nas ruas foram obtidas nas denúncias contra governadores e prefeitos, do Rio e de São Paulo. Os preços não foram aumentados, apesar da resistência inicial de Alckmin, Cabral, Eduardo Paes, Fernando Haddad, que jogaram a polícia massacrando o povo e sendo elogiada por esses tenebrosos “governantes”.

Para terminar por hoje: parabéns aos manifestantes que tomaram a Câmara Municipal e interditaram a CPI de homenagem à Fetranspor. O Ministério Público está demorando a denunciar esses vereadores e A-N-U-L-A-R a CPI, que já está A-N-U-L-A-D-A pela vontade popular. Só não podem demorar.

PS – A CPI se reuniu por 29 minutos, inúteis. Presidida por Chiquinho Brazão, corrupto, miliciano, ligadíssimo à Fetranspor, do PMDB de Cabral e Paes, não assinou o requerimento de formação da CPI, não podia presidi-la. Foi “convocada” reunião para a próxima quinta-feira. Até lá muita coisa vai acontecer.

PS2 – Os membros do Ministério Público deveriam ir à Câmara Municipal acompanhados da Polícia para interditarem esse Câmara mafiosa, com poucas exceções.

PS3 – Eliomar Coelho, que deveria presidir a CPI, se retirou quando ela foi supostamente instalada por Chiquinho Braão.

PS4 – O trânsito ficou engarrafado até muito tarde, prejudicando a população inteira. Como o Rio é uma cidade “imprensada” entre a montanha, o mar e a lagoa, não há saída. Todos sofrem por causa de uns poucos corruptos em postos-chaves.

EIKE BATISTA SAI DE EMPRESAS

Com prejuízos triliardários, não pôde suportar prejuízos bilionários. A obsessão tosca e tola de ser o homem mais rico do Brasil, abrindo caminho para o anunciado por ele mesmo, “mais rico do mundo”, já naufragara com os “superdimensionados” poços de petróleo. Começa a entregar empresas. Era o caminho e o desfecho natural.

Ninguém irá derramar uma lágrima pela derrocada desse tresloucado trapaceiro, incompetente e exibicionista. Mas o que todos querem saber: quem vai INDENIZAR as centenas de milhares de pessoas que compraram ações de empresas de Eike?

Podem dizer, como estão dizendo: “Compraram porque quiseram”. Não é bem assim. Houve uma campanha de marketing, propaganda, promoção e publicidade, endeusando desabalada e publicamente os investimentos de Eike.

Todos foram INDUZIDOS ou até, digamos, ABDUZIDOS. Agora, o governo tem que se explicar, e nem só o atual. O auge de Eike foi o governo Lula. E este, depois que “saiu”, tentou por todos os meios ajudar o estouvado.

E Dona Dilma queria salvá-lo com apoio público, ostensivo e desatinado na Petrobras.

BAILES FUNK NAS FAVELAS

As UPPs tinham poder demasiado nas favelas ditas pacificadas. Podiam tudo, até deixar as comunidades sem diversão, ou até determinar “qual o tipo de diversão deveriam preferir”. Mas nas favelas “pós-Amarildo”, as coisas estão sendo modificadas.

As UPPs perderam força, por causa dos abusos de poder, de incompetência e desatinos contra a comunidade. Decisões que eram individuais, passaram a coletivas. A começar pelos bailes. Agora os moradores dançam conforma a música, que eles escolhem.

BRIGADEIRO MOREIRA LIMA

Grande figura, extraordinária personalidade, herói da FAB na Itália, era contra exibicionismo. Em determinada época conversamos muito, éramos da mesma geração, e lutávamos sempre pela coletividade. Era um prazer reconhecer em Moreira Lima um líder admirado por todos que o conheciam.

Sua maior revolta foi saber que o deputado Rubens Paiva tinha sido torturado e quase morto na Aeronáutica (no terrorista e torturador CISA). Amarrado no cano de descarga de um carro “passeando” e batendo com a cabeça nas pedras, asfixiado, foi morrer no DOI-CODI.

Rubens Paiva, grande personalidade e amicíssimo deste repórter, não merecia morrer daquela forma cruel e selvagem. Ninguém merecia e muito menos Paiva. Moreira Lima também não podia ser preso e torturado, era um herói na guerra e na paz. Só que as ditaduras não respeitam ninguém, principalmente os heróis.

Ditadores e torturadores têm inveja e ciúme de homens como Moreira Lima e Rubens Paiva. O brigadeiro não foi torturado num órgão da Aeronáutica, sabiam que ninguém na FAB tocaria no corpo de Moreira Lima.

SUPREMO PERDE TEMPO

Já deviam estar debatendo a questão dos “embargos infringentes, como era antes da morte da mulher do ministro Teori Zavaski. Com 10 ministros, o julgamento é obrigatório.

Acontece que 11 acusados tiveram 4 votos e Luis Roberto Barroso já deixou claro que dará a eles o quinto voto, “o crime do mensalão não é do PT, do PSDB, do PMDB”.

Ficando 5 a 5, Barbosa teria que desempatar, tudo que não quer. Com 11 não pode haver empate, é número impar, até ele sabe disso. Que República.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

12 thoughts on “Eike perde empresas, mas quem perdeu com ele, como será indenizado? A instalação da CPI dos Ônibus, presidida pelo corrupto Brazão, uma farsa. Extraordinário o GPS do carro da polícia que prendeu Amarildo, revelado pelo Jornal nacional. Mudou tudo o que a própria Polícia “informava”. O Supremo em reunião inútil.

  1. Causa indignação a alguns membros da imprensa a atitude do Ministro Barbosa em
    chamar de “chicanista” o ministro (em minusculo) Lewandowiski!. Ora Bolas! Que faz esse senhor senão chicanas, que saltam aos olhos de qualquer leigo como eu mesmo?

  2. Chicana!
    (Quem diz a verdade não merece castigo)
    .
    Provérbios, máximas, adágios, enfim o saber popular é a voz do tempo; da sabedoria acumulada e que nada deve a qualquer outro campo de conhecimento. A ciência embora seja superior em matéria de rigor e eficácia não leva essa superioridade sobre os outros meios de expressão e conhecimento: a arte, a religião, a filosofia ou mesmo o saber vulgar.

    O Papa Francisco na memorável visita pediu ao coração dos idosos: “não vacilem em ser a reserva cultural do nosso povo que transmite a justiça, que transmite a história, que transmite os valores, que transmite a memória do povo”.

    O dito popular “Quem diz a verdade não merece castigo” ouvi, repetidamente, de minha saudosa mãe. Não há bem mais precioso que a verdade religiosa da fé, Deus, ou dos fatos por serem o elo e pilar indestrutível de qualquer relação física ou espiritual. O que enfeia e empana a beleza da vida é a mentira, a hipocrisia e o cinismo.
    .
    Há momentos que a verdade se sobrepõe ao politicamente correto, ao eventual e moralmente conveniente exigindo a coragem moral em cada um para que se faça a verdade prevalecer. Maioria não necessariamente significa verdade, quase sempre, mediocridade.
    .
    Barbosa foi oportuno e tempestivo; disse a Lewandowski o que deveria; com as palavras exatas que retratam os fatos; e que o momento exigia que fossem ditas resumidas na agora famosa, a par de antiga, deletéria e costumeira no meio jurídico, chicana. A qualquer cidadão um pouco atento não é necessário apontar a causa dos julgamentos desafiarem o tempo e perderem o efeito regulador e educador da sociedade. Carandiru, um quarto de século. E é o cinismo de jurisconsultos que alardeiam que “Justiça tardia é injustiça”.
    .
    Acima do papel de Presidente do STF está o homem e cidadão Joaquim Barbosa irritado com tanta descarada insolência cívica que desafia seu cargo que sente o peso e o eco da esperança de milhões de brasileiros nele depositada acossados por uma desmedida violência de origem numa imoralidade estatal aviltante.
    .
    O Direito para Lewandowski tem claramente sido um fim em si mesmo. Lewandowski mergulha no Direito com uma voluPTuosa e avassaladora ânsia de um improfícuo e inútil “saber por saber” cada vez mais; uma forma de poder pelo poder que encontra no “saber” sua forma estereotipada mais cruel. O célebre pensador Arthur Schopenhauer formulava dessa maneira: “Há pessoas que vivem da ciência: para eles, a ciência não passa de “uma boa vaca que lhes fornece leite”. Essa conduta é que justamente autoriza ilações a motivações das mais desairosas atribuídas a esse Ministro.
    .
    Minudências, detalhes, preciosismos jurídicos em especial o exagero na devida observância ao devido processo legal (chicanas), como tudo na vida, tem limites. Limites que as circunstâncias determinam e que compete ao julgador detentor do poder-dever discricionário (conveniência, oportunidade e conteúdo) explícito ou implícito a coragem moral para bem compreender e aplicar.
    .
    Lewandowski precisa se decidir entre a chicana e o que é direito, moral, legítimo.

  3. O PT (leia-se Lula), partido das massas, que se diz de esquerda, que se preocupa(no seu dizer) com a população de menor renda, no entanto trata seus capitalistas com toda a atenção e carinho. Um desses (apenas um)é o Eike Batistas. De onde vem esta amizade indissolúvel dos atenciosos com lumpesinato pelo burguesão? Isso merece um estudo amplo (tese)e esclarecedor. Afinal, estão enganando o povão?

  4. Assim como o FED (BC Americano) está injetando US$ Trilhões (+- 35 Tri), para salvar seu Sistema Bancário e recuperar a Bolsa de Valores/Preço dos Imóveis, etc, não vejo porque nosso Banco Central não poder também fazer um pequeno Quantitative easing de alguns R$ Bilhões e comprar todas as Ações X das Empresas Sr. Eike Batista, mantendo assim as mesmas sob controle do Capital Nacional, (o que seria estratégico), e livrar do Prejuízo, tantos Acionistas, entre eles grandes Fundos de Aposentadoria/Pensão. É só uma questão de Política, pois Tecnicamente nada impede. Mas claro, se fizéssemos isso, as Agências de Rating Internacional iriam rebaixar nosso Rating abaixo de Zero, nossa Moeda o Real perderia sua conversibilidade internacional, etc,etc. Porque o rating dos EUA não caem também abaixo de Zero, e o US$ Dollar não perde sua conversibilidade internacional? É que o Leão pode repartir a presa como quiser, enquanto que nós as hienas, temos que nos contentar com as sobras. Abrs.

  5. GOSTARIA QUE NOBRE JORNALISTA VOLTASSE A FALAR DO NIÓBIO ESTE MINÉRIO TÃO RARO,FUSTIGASSE PROCURAR ALGUÉM QUE NOS EXPLICASSE MELHOR E DAÍ PARTIMOS PARA O NIÓBIO É NOSSO.

  6. Com relação à CPI dos ônibus, eu acho que se há irregularidades, deve haver CPI, mas caso contrário, ela só servirá pra que algumas figuras políticas consigam aparecer mesmo.

  7. ” Deslocamento de julgamentos protege direitos


    A responsabilidade internacional do Brasil, especialmente com relação aos direitos humanos, é cada vez mais firme e evidente. Nosso país deve buscar evitar essa responsabilização, prevenindo a ocorrência de violações aos direitos humanos. Mas é também preciso que o Brasil assuma a responsabilidade por violações praticadas e cumpra efetivamente as determinações impostas em âmbito internacional.

    A possibilidade de deslocamento, para a Justiça Federal, da competência para investigar, processar e punir graves violações de direitos humanos, quando as instituições e autoridades locais não consigam oferecer uma resposta adequada, apresentou-se como uma alternativa trazida pela Emenda Constitucional 45, de 2004, dita “Reforma do Judiciário”. Tendo em vista que a responsabilidade internacional cabe ao Estado brasileiro, representado pela União, há sentido em permitir que ela assuma, subsidiariamente, a competência interna relacionada a atentados contra os direitos humanos. Afinal, é o Governo Federal que responde por tais violações perante a comunidade internacional…”

    http://www.conjur.com.br/2011-dez-24/deslocamento-julgamento-justica-federal-protege-direitos-humanos

  8. No meio desta confusão toda, Sílvio Santos permanece intocável. Por que será? O homem do baú da felicidade cuidou apenas da sua própria, com a ajuda providencial da CEF. As patifarias ocorridas no seu banco (PanAmericano) foram devidamente “ajustadas” e … vida que segue. Parece que o Sílvio Santos sabe “compor situações” melhor do que muita gente.

  9. A questão do Baú da Felicidade foi resolvida pelo relator do processo Fux no STJ. O blog da Tribuna explicou tudo à epoca nos mínimos detalhes com muitas críticas ao atual ministro do STF. O Panamericano, hoje Banco Pan, foi solucionado pela equipe econômica no governo Lula também com detalhes e críticas, da mesma forma que o Votorantim. O administrador pode providenciar, creio, o site para comprovação e pesquisa. Fomos forçados pelo sistema a engolir e digerir.

  10. Eike tem no DNA a mania pela grandiosidade das suas ações (êpa!) deletérias aos interesses do povo brasileiro. Um certo Hélio Fernandes desde tempos imemoriais já dava conta das estripulias do paizão na Vale e cercanias, desde sempre. De modo que, novidade só o fato da voracidade do filho, ambos, pai e filho,ecléticos que são, passaram o rodo da direita à esquerda no tabuleiro politico nativo de Bruzundangas.

  11. Primeiro que CPI nem era necessária. Agora que os concorrentes do Jacob Barata conseguiram convencer de que era preciso, o povo aida reclama de quem está presidindo? Estão querendo presidir a CPI dos Ônibus?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *