Eike vive no inferno e os ex-amigos se divertem no paraíso

Ex-amigos fizeram fortunas com Eike e pularam fora do barco…

Simone Kafruni e Diego Amorim
Correio Braziliense

Enquanto Eike Batista e a ex-mulher Luma de Oliveira, mãe de Thor e Olin, têm bens apreendidos pela Polícia Federal, os ex-escudeiros do empresário não encontram motivos para reclamar. Cada um dos executivos, como Marcelo Cheniaux, Adriano Vaz, Ricardo Antunes, Rodolfo Landim, Joaquim Martino, Paulo Gouvêa, Flávio Godinho, Dalton Nosé e Marcelo Faber Torres saíram do grupo X levando entre R$ 70 milhões e R$ 200 milhões.

Para especialistas, o que está em curso não surpreende. Conhecido por ser extremamente centralizador, Eike brilhou sozinho no apogeu, ainda que artificial, do grupo X. Agora, está pagando, também sozinho, pelos erros cometidos. Antes da derrocada, Eike era o acionista controlador de todos os negócios do grupo. Fazia questão de dominar as situações, e nada podia avançar sem a bênção dele, conhecido por ser pouco democrático no trato diário com sócios e funcionários.

“É óbvio que Eike é o grande responsável por tudo o que aconteceu e deixou de acontecer”, sustenta o presidente da Strategos Soluções Empresariais, Telmo Schoeler.

Os amigos do peito, por ora, não tiveram a vida nem os bens devastados. A cúpula do grupo se rebelou a tempo de não afundar no mesmo barco do ex-chefe. Até aqui, o “salve-se quem puder” deu certo. “Não há dúvida de que o principal alvo de qualquer ação será o próprio Eike, que tem o maior patrimônio. Com certeza, com raras exceções, todas as transações e todos os contratos do grupo foram avalizados por Eike”, comenta Schoeler.

FAZ DE CONTA

Como o conglomerado X era apenas uma fantasia, o ex-bilionário seduziu executivos de empresas do porte da Vale e da Petrobras com pacotes de ações. Quem aceitou a proposta e vendeu os papéis antes do colapso das companhias ganhou rios de dinheiro. Marcelo Faber Torres, diretor financeiro e de relações com investidores da OGX Óleo e Gás por cinco anos, acumulou fortuna de R$ 110 milhões. Foi demitido um ano e meio antes da empresa afundar, após uma briga com Eike.

Flávio Godinho e Paulo Gouvêa, amigos de Eike por mais de uma década, têm hoje R$ 200 milhões e R$ 150 milhões, respectivamente. Rodolfo Landim, antigo funcionário

de carreira da Petrobras, entrou no sonho X com patrimônio de R$ 500 mil e o multiplicou por 240 em quatro anos, saindo com R$ 57 milhões.

Ricardo Antunes, Joaquim Martino e Dalton Nosé deixaram a Vale para se tornarem diretores da MMX – os dois primeiros ganharam R$ 57 milhões; Nosé acumulou R$ 115 milhões em dois anos e meio de trabalho. Marcelo Cheniaux, Ricardo Antunes e Adriano Vaz pediram demissão quando o grupo começava a desandar, mas com a venda de ações ganharam pelo menos R$ 80 milhões.

ADEUS ÀS ILUSÕES

O desmanche dos bens de Eike e de seus herdeiros não atingiu a riqueza daqueles considerados braços-direitos dele porque, internamente, foi possível perceber, com antecedência, o fim da ilusão. “A turma próxima a Eike notou a tempo que o cenário não era bom, que algo estava estranho. Quem pôde pulou logo fora, já pensando em escapar de futuros problemas”, avalia o consultor Marcos Assi, especialista em auditoria interna com 30 anos de experiência.

Alguns dos contratados para o alto escalão do grupo, acrescenta Assi, passaram a se recusar, inclusive, a assinar documentos, temendo consequências drásticas. Ao menos para os mais bem-sucedidos parceiros de Eike, as fortunas do “X” se concretizaram. Não à toa, a maior parte deles goza de um luxo conquistado às custas do mundo criado pelo ex-bilionário. “Eles se deram bem porque conseguiram se descolar da imagem de Eike, sempre muito controlador”, emenda Assi.

(texto enviado por Mário Assis)

9 thoughts on “Eike vive no inferno e os ex-amigos se divertem no paraíso

  1. Socorro, Dr. Bejá!
    “Contra o fascismo a porrada! Não podemos engolir esses fascistas burguesinhos de merda! Ta na hora da militância e dos petistas responderam esses fdps que dão propina ao guarda, roubam e fazem caixa dois em suas empresas, sonegam impostos dão uma de falso moralistas e querem achincalhar um partido e uma militância que melhorou a vida de milhões de Brasileiros. Vamos pagar com a mesma moeda: agrediu, devolvemos dando porrada!”

    Washington Siqueira
    24 de fevereiro às 19:48 · via Facebook
    presidente do PT fluminense, vulgo “Washington Quaquá”
    Pode isso???

  2. Desculpe-me, Dr. Béja e CN, mas isso é muito grave… Sim, tá fora de contexto, mas uma “coisa”, leva indiretamente, a outra… Fazer o quê? Deposito toda a minha credibilidade neste democrático espaço…Saudações!

  3. Eike é mais um que terá de usar a delação premiada. Com certeza tem gente do PT envolvida com ele também.
    Isto vai acabar enrolando-se na Petrobrás.
    Contudo quero reiterar pedido que fiz hoje pela manhã.
    Amigos, mesmo abusando, acho importante ouvirmos juristas e conhecedores do tema abaixo:
    – ação que busque responsabilizar o ex-presidente Lulla, por suas últimas manifestações e (anteriores também ajudarão) incitando à guerra civil.
    Quanto a justiça, corrompida ou enfraquecida, deve ser o caminho buscado pelos cidadãos de verdade, até mesmo para expô-la, se for o caso.
    Assim, o caminho é recorrer-se à justiça. Não podemos cair na barbárie que é proposta pelo desequilibrado e desqualificado ex-presidente.
    O jogo delle é este: dividir para reinar. Usam e abusam dos miseráveis que mantiveram apenas vivos, para agora servirem de bucha de canhão. Ora, João Pedro Sttédile, um rico e abonado indivíduo, não passa de usurpador de liderança remota, Que movimento sério, entrega sua condução a um chefete que não faz parte do segmento?
    Na minha modesta opinião, até para dar à justiça a oportunidade de fazer-se conhecer e respeitar, temos de buscar responsabilizar o falastrão, canastrão, beberrão.
    Com a palavra, nosso nobre colega Dr. Béja.

    • Concordo com o sr. ANTONIO FALLAVENA, pois Lula foi inconsequente ao conclamar o MST para uma luta que está só na cabeça dele e nos planos dele de poder. Temos que encontrar um meio jurídico para responsabilisá-lo por esse ato de conclamação a violência antes que um conflito armado se inicie, pois os ânimos podem se acirrar ainda mais com essa conclamação feita por Lula. Isso é grave e as pessoas não estão percebendo.

  4. Quem ve ate parece que ele foi sozinho ao BNDES , pegou alguns bilhoes e fez toda essa caca. Parece que o Ze Dirceu nao foi o seu consultor e a sua ruina comecou com o julgamento do mensalao. Procurem na Web a foto dele dando selinho na Dilma quando ele foi do conselho economico.

  5. Lembro-me bem de que Eike Batista vivia colado em Lula e Sérgio Cabral. Nosso ex-presidente chegou até a fazer lobby para que um estaleiro de Cingapura se instalasse no “superporto” do Açu, que Eike construía no litoral norte do Estado do RJ, mas os orientais não caíram na conversa mole.

    Por onde andam agora os “amiguinhos” do atual bilionário negativo???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *