Eis uma prova de que o Ministério da Saúde está empenhado no combate ao coronavírus

Covid-19: 500 mil kits de teste rápido chegam ao Brasil | Agência ...

Uma das pesquisas em curso é sobre a planta Echinácia Purpúrea

Jorge Béja

No início de março enviei mensagem ao Ministério da Saúde sugerindo que fosse pesquisada a Echinácia Purpúrea no combate preventivo ao Coronavírus-19. Informei se tratar de uma planta que medra na América do Norte. Que dela (Echinacea Purpúrea) tomei conhecimento em 1972, quando era repórter da Rádio Nacional do Rio de Janeiro e fui até o Hotel Glória no Rio entrevistar a médica geriatra romena Ana Aslan, a mais famosa do mundo, que veio ao Brasil divulgar um outro medicamento que pregava ser restituidor da potência sexual masculina.

Eu tinha apenas 22 de idade. A doutora Ana parecia ter entre 55 e 60 de idade. Ela me tratou carinhosamente, como se fosse um filho. Foi durante as duas entrevistas que fiz com ela que a médica romena falou, entre outros assuntos médicos, do poder imunizador da Echinácea Purpurea, contra vírus, bactérias e fungos. Guardei o nome da planta.

COM PAULO COELHO – Trinta anos depois, em 2002, reencontrei meu velho amigo Paulo Coelho na TV Educativa do Rio. Nos abraçamos. Matamos a saudade de décadas. Quando perguntei onde estava morando, Paulo me disse “nos Pirineus”. Então você fica sempre resfriado Paulo, porque lá é alto, cerca de 3.400 metros de altitude e muito frio, respondi.

E Paulo então me disse que não sabia o que era resfriado porque tinha imunização completa contra qualquer vírus, bactéria e fungos. Ele me explicou que todos os anos, durante um mês, fazia uso da Echinácea Purpurea, Extrato Seco, 250mg. uma cápsula pela manhã e outra à noite, no jantar. Era a segunda vez que ouvia falar desta poderosa e milagrosa planta imunizadora. Então comecei a fazer uso. Todos os anos. E deu certo. Nunca tomei vacina. Só vou de Echinácea todos os anos.

Por isso, por experiência própria, comuniquei em março último este fato ao Ministério da Saúde. E hoje tive a felicidade de receber ofício da Diretoria de Integridade, informando que minha sugestão foi bem recebida e que os estudos sobre o fitoterápico já começaram. A seguir, o ofício que recebi.

####
Ministério da Saúde

Diretoria de Integridade
Ouvidoria-Geral do Sistema Único de Saúde
Brasília, 19 de maio de 2020.

 Ao Senhor
Jorge de Oliveira Béja

Prezado Jorge, 

O Ministério da Saúde recebeu a sua manifestação, em que o senhor encaminha algumas sugestões para combate ao Coronavírus e atendimento aos contaminados e uso da “Echinacea Purpurea” como medicamento. Após conhecimento do teor, a mesma foi encaminhada à Ouvidoria-Geral do SUS, cadastrada no Sistema Eletrônico OuvidorSUS sob o protocolo nº 3628319 e encaminhada ao Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias e Inovações em Saúde – DGITS/SCTIE/MS, para conhecimento, análise e providência no que couber, conforme o espelho de manifestação que se encontra em anexo.

Sabemos que novas informações e ajustes nas mudanças de comportamento, principalmente visando a proteção social destinada à população, poderão preservar a vida de muitos brasileiros.

Informamos que o Ministério da Saúde vem desenvolvendo protocolos a partir das diretrizes estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde devido ao cenário apresentado pela evolução do vírus, principalmente no que se trata do distanciamento social e que estão sendo atualizados de forma periódica a partir de novas informações e estudos científicos.

Entendemos as repercussões da atual pandemia e que ela afeta toda a população brasileira e, de forma mais intensa, aqueles em situação de vulnerabilidade, por isso, agradecemos mais uma vez, toda a sua dedicação em entra em contato conosco.

Agradecemos a sua manifestação como contribuição para o aperfeiçoamento contínuo do Sistema Único de Saúde – SUS e nos colocamos à disposição para futuros contatos.

 Atenciosamente,

SERGIO AKUTAGAWA
Ouvidor-Geral do Sistema Único de Saúde

18 thoughts on “Eis uma prova de que o Ministério da Saúde está empenhado no combate ao coronavírus

  1. Prezado Dr. Béja.
    Parei o trabalho para ler seu artigo. E valeu a pena!
    Nossa maior infelicidade, como nação, na minha modesta opinião, é não dar oportunidade a pessoas sérias e com ideias luminosas.
    Ano passado, tentei também encaminhar algumas sugestões e “serviços gratuitos” ao estado brasileiro. Não tive a mesma sorte, ou será felicidade, que o amigo teve. Hoje, estou feliz por não ter conseguido. Aprendi, com muitos custos pessoais e temporais, que muitas ideias boas são perdidas nas mãos de ineptos e vigaristas. As minhas, até aqui, estão salvas!
    Desejo que seja dada a atenção devida a sua contribuição.
    Cumprimento-o pela iniciativa e pela divulgação.
    Muita saúde e, se Deus quiser, em breve desejo desfrutar de sua companhia, ao lado de tantos amigos Tribunários.
    Fraterno abraço.
    Fallavena

    • Parabenizo o Dr.Beja pela importante contribuição dada ao estado brasileiro para combater o covid 19.
      Espero que os funcionários publi os fespo responsáveis promovam a ações adequadas que levem a cabo a produção de resultados relevantes para a saúde do povo brasileiro e de todos nossos aliados.
      Mais uma vez, Beja notabiliza-se como exemplo de cidadao preocupado com o destino do Brasil.

  2. Que isso advogado Bejá? Não tem comprovação científica, não tem pesquisa. Isto é veneno! Assim agem os esquerdalóides. Agora a minha opinião: obrigado por compartilhar e enviar a sugestão para o MS, devemos usar tudo no combate ao coronavirus. Também dou ao meu filho equinácea com vitamina c.

    • Não, Antonio, nem os opositores (que o leitor emprega outra adjetivação) vão censurar o meu gesto. Faço uso da EP desde 2002 e de lá para cá nunca mais tive resfriado, gripe…nenhuma infecção por vírus, bactérias e/ou fungos e sem receber vacina alguma. Todos os anos, no mês de janeiro, tomo 2 cápsulas por dia. É assim vou me mantendo, resistindo e vivendo com saúde. Minha intenção foi noticiar ao Ministério da Saúde para que pesquise a substância que só medra (nasce) no solo da América do Norte. Precisa ser pesquisada pela Ciência., É um fitoterápico que dá eficazes resultados.
      Obrigado por ter lido e comentado.

  3. Essas pessoas dignas, Limongi, os robôs ignoram.
    Ainda mais se competentes, conhecidas como notáveis especialistas nas áreas onde atuam profissionalmente.

    O fanatismo e radicalismo do bando é em homenagem à idiotice, à ignorância, à intolerância, que tem o seu exemplo máximo em Bolsonaro.

    Desconsidere os comentários dessa gente, dr.Béja, pois inúteis na TI.

    Abraço.
    Cuide-se.

  4. Boa noite.

    Dr. Bejá.

    Desculpe-me o horário visto que só entrei agora. Não poderia esperar nada diferente de sua parte.

    Abraços.

    OBS: apenas poderia já ter passado para os amigos daqui antes da pandemia, vou passar a tomar desde ontem, pois é fitoterápico. Baixíssimo efeitos colaterais, assim é o que sei.

  5. Boa noite,
    Dr. Beja.

    Faço uso da Echinacea purpurea, desde o inicio da pandemia.
    Fiz todos exames do virus e tudo deu negativo, tenho 70 anos.
    Se é bom ou não não sei, mas, estou veio e saudavel.
    Paz e saude a todos.

  6. Meus cumprimentos pela iniciativa, Dr Jorge Béja, em chamar atenção para esse fitoterápico pouco divulgado. Destaque também para a pronta resposta do Ministério ao cidadão, Jorge Béja, atenção que certamente é aplicada também á todos que demandam sugestões pertinentes como esta em tela. Praticar a cidadania, é preciso.
    O que não é preciso é agredir e desqualificar colegas deste espaço por conta de militância política, de forma desarrazoada e desproporcional até, em nada somando com o proposto pelo articulista, que em nenhum momento fez campanha pra ninguém, ressalvada a planta E. purpurea.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *