Eleição de Brizola e Collor

Romero Alvarenga, Ceará
“Meu caro Helio, nasci em 1977, vou fazer 33 anos, me formei em Direito e Comunicação, me ensinaram muito pouco. Ouvi dizer que a TV Globo quase derrotou Brizola em 1982 e elegeu Collor presidente em 1989. É verdade? E a TV Globo tinha tanta força?”

Comentário de Helio Fernandes
Os dois fatos VERDADEIRÍSSIMOS. Apesar de toda a força, o doutor (?) Roberto tinha pânico de Brizola, esses dois episódios tiveram o líder gaúcho no centro dos acontecimentos.

Em 1982, a Organização se jogou inteira no desespero de derrotar Brizola para governador. Montou o escândalo da Proconsult, gastaram fortunas, mas Brizola saiu vencedor. Doutor (?) Roberto, que não admitia ser vencido, demitiu todo mundo da direção da TV Globo, inclusive o “poderoso” diretor de jornalismo. (Quem conhece a história nos mínimos detalhes, é Pedro do Coutto. Comandou a batalha da informação, da trincheira do Jornal do Brasil, onde trabalhava na época).

Em 1989, inicialmente, o grande apoio para a eleição de Collor, veio da Organização Globo. Não só pela divulgação, mas também pela “recomendação” para que contribuíssem para a campanha. O próprio Collor, agora, através de subsidiária da Globo, confessa “que no final da campanha, já eleito, sobraram 52 milhões”.

Lógico, Collor ainda não tinha o prestígio, penetração e repercussão para arrecadar tanto dinheiro. Sabendo que haveria segundo turno, apostaram também em Lula, tinham certeza que indo para o segundo turno, Brizola não perderia. Perdeu para Lula por “meio por cento”, foi quando chamou Lula de “sapo barbudo”, mas teve que apoiá-lo.

* * *

PS – Já contei que em 1963, Brizola queria ser Ministro da Fazenda do presidente Jango. O doutor (?) Roberto, com o apoio irrecusável do embaixador Lincoln Gordon, vetou a nomeação. Jango aceitou, ganhou o presidencialismo, uma foto destacada em O Globo, chamando-o de “ESTADISTA”, mas foi derrubado.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *