Eleio de Joo Dria Jr. representa a vitria da antipoltica

Resultado de imagem para joao doria jr

Nas ruas, ele fez um esforo enorme para se tornar poltico

Jos Roberto de Toledo
Estado

A histrica eleio de Joo Doria (PSDB) em primeiro turno um fato indito em So Paulo o maior smbolo desta eleio municipal no Brasil. No s por dar visibilidade derrota nacional do PT, que tambm governava a cidade, mas pelo triunfo do discurso da antipoltica. Em todos os debates e propagandas, Doria se apresentou dizendo no sou poltico. Se ou no, importa menos do que a vitria avassaladora do seu discurso. Colou.

E calou. Fundo. Doria foi o mais votado em 56 das 58 zonas eleitorais de So Paulo, inclusive na extrema periferia da cidade, que h muitas eleies votava majoritariamente em candidatos petistas. Se na So Paulo profunda ela venceu, no centro rico antipetista Doria esmagou, com taxas superiores a 60%, 70% dos votos. Em pouco mais de um ms, saiu do semi-anonimato para derrotar duas ex-prefeitas, o atual prefeito e um astro de TV tornado poltico. E repetindo: No sou poltico.

VOTOS DE PROTESTO – As demonstraes contra a poltica tambm apareceram nas taxas historicamente altas de absteno, e de votos brancos e nulos verificadas Brasil afora. Os eleitores que no apareceram para votar chegaram a 17,6% do total nacional este ano, contra 16,4% em 2012. Em So Paulo, a absteno foi recorde: 21,8%. Assim como a taxa de votos em branco ou nulos: 16,7%. Superam em quantidade a votao do segundo colocado, Fernando Haddad (PT).

Antes mesmo de irem (ou no) s urnas, os eleitores j demonstravam que a eleio de 2016 no estava entre suas prioridades. Nas vsperas da votao, pesquisas do Ibope detectaram que cerca de metade dos eleitores das principais capitais do pas tinham pouco ou nenhum interesse pela eleio: 54% em Porto Alegre, 51% em Belo Horizonte, 49% em So Paulo, 48% no Rio de Janeiro, 47% em Salvador, 45% no Recife.

DOIS FATORES – O desinteresse deve ser atribudo a dois fatores que se retroaliementam. A crise econmica, que deflagrou a crise poltica, que aprofundou a crise econmica. A fogueira foi alimentada pelas denncias de corrupo contra muitas das principais lideranas do pas, principalmente petistas.

A conjuno dos dois fatores produziu a maior derrota eleitoral do PT desde a sua fundao. De terceiro maior partido em nmero de prefeitos em 2012, caiu para a 10 colocao em 2016. como se o partido tivesse voltado no tempo poca anterior conquista do poder federal. Uma regresso de 16 anos. Nas capitais, elegeu o prefeito de Rio Branco e vai disputar o segundo turno no Recife. S.

PMDB SE MANTM – Se a antipoltica atingiu o PT em cheio, pode acabar ajudando justamente o partido que h mais tempo est no poder no Brasil. O PMDB no cresceu substancialmente, perdeu capitais importantes como o Rio de Janeiro, mas manteve seu capital poltico mais importante: continua sendo o primeiro colocado no ranking de prefeituras. No mdio prazo, lhe d a maior alavanca nacional para as eleies presidenciais e para o Congresso em 2018.

No curto prazo, o resultado da eleio municipal d fora ao governo de Michel Temer. PMDB e PSDB (o maior vencedor das eleies municipais, depois de encolher por trs eleies municipais seguidas) usaro a derrota do PT para rebater o discurso do golpe contra Dilma Rousseff e mais importante para acelerar a votao da emenda constitucional do corte de gastos pblicos. Vamos tirar o Brasil do vermelho, o mote.

MEDIDAS IMPOPULARES – O slogan pega carona na derrota do PT para tentar reduzir as resistncias dos movimentos sociais s medidas impopulares que o Congresso precisar sancionar. a melhor talvez a nica chance de Temer conseguir consolidar sua base parlamentar.

Do lado do PT e seus aliados, a derrota acachapante deve provocar mais do que um freio de arrumao. Abre caminho para o surgimento de novas lideranas e partidos na esquerda.

 

5 thoughts on “Eleio de Joo Dria Jr. representa a vitria da antipoltica

  1. evidente que a decretao das prises de Mantega e Palocci na semana das eleies influenciou decisivamente a vitria do PSDB no 1 turno em SP. bvio que as prises foram decretadas de acordo com convenincias poltico – eleitorais, e no com fundamentos jurdicos. Prova cabal, irrefutvel e incontestvel da politizao do Judicirio. A operao Lava Jato conduzida no pelo Ministrio Pblico Federal, instituio a que cabe a acusao no processo penal, e sim pela 1 instncia da Justia Federal do PR, qual caberia se manter equidistante das partes para julgar com iseno e imparcialidade, o que, claramente, no ocorre.

  2. O primeiro Joo Dria

    : Acorda, Haddad! Dria j acordou!

    Quem no vai Tribuna da Internet com a dedicao de um jornalista com mais de 50 anos de jornalismo, pode deixar de ir fonte de guas limpas e cristalinas de informao.

    Observem que o artigo a seguir foi publicado pelo editor Carlos Newton, naquela Tribuna Livre, em 07/04/2016.

    Acordai, jornalistas! Carlos Newton j acordou!

    Est no sereno das comunicaes h apenas 50 anos.

    Posted on abril 7, 2016 by Tribuna da Internet

    http://mundovelhomundonovo.blogspot.com.br/2016/10/o-primeiro-joao-doria.html

  3. hilria a cara de nojo do Joo Dria tendo que encarar
    tomar uma mdia num copo de cachaa! Mas pr ele, at que valeu a pena esse sacrificio descomunal!

  4. Doria partiu para o cara e coroa com a frente politica que vai enfrentar em janeiro.
    Um espetculo a ser observado com acuidade pela sociedade e os cientistas polticos, o novo modelo de gesto apregoada pelo eleito.
    Com certeza, muita quebra de braos iro acontecer.

    .

Deixe um comentário para Carlos Frederico Alverga Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.