Em carta aberta, Anistia Internacional critica diversas ações do governo Bolsonaro

Jurema Wenwck explica qual é o teor da carta-aberta da Anistia

Ingrid Soares
Correio Braziliense

A Anistia Internacional lançou durante uma coletiva na manhã desta terça-feira (21/5) a ação ‘Brasil para todo mundo’ na qual divulgou uma carta aberta ao governo Jair Bolsonaro, com uma lista de preocupações e recomendações para a proteção e a promoção dos direitos humanos no Brasil.  Segundo o documento, o discurso de Bolsonaro contra os direitos humanos começou a se concretizar em medidas nesses quase cinco meses do governo.

A Anistia alerta que ‘o discurso antidireitos humanos que marcou toda a trajetória política do presidente, inclusive a campanha eleitoral de 2018, está começando a se concretizar em medidas e ações que ameaçam e violam os direitos humanos de todas as pessoas no Brasil’.

MEDIDAS CITADAS – Entre as medidas e ações do governo federal listadas pela Anistia como preocupantes está a flexibilização da regulação sobre o porte e a posse de armas, as disposições do pacote anticrime (como, por exemplo, a flexibilização da regulação da legítima defesa para o uso da força e de armas de fogo por parte da polícia); medidas contrárias aos direitos das vítimas à verdade, justiça e reparação pelos crimes de direito internacional cometidos pelo Estado durante o regime militar; violam os direitos de povos indígenas e quilombolas e ataques à independência e à autonomia do Sistema Interamericano de Direitos Humanos

“Temos acompanhado atentamente o governo, e, infelizmente, nossa preocupação começa a se justificar: o governo de Bolsonaro tem adotado medidas que ameaçam o direito à vida, à saúde, à liberdade, à terra e ao território de brasileiros que, estejam no campo ou na cidade, desejam uma vida digna, e livre do medo”, afirma Jurema Werneck, Diretora Executiva da Anistia Internacional no Brasil.

ENTREGAR A CARTA – Ainda nesta terça-feira (21/5), a diretora da Anistia Internacional Brasil, Jurema Werneck, e a diretora da Anistia Internacional para as Américas, Érika Guevara-Rosas, tentarão entregar ao presidente Bolsonaro e outros representantes do governo a carta que reúne estas preocupações e recomendações para garantir, promover e proteger os direitos humanos no país.

Ao Correio, Jurema Werneck explicou que há um mês foi solicitada uma audiência com o presidente Bolsonaro para a entrega da carta. “Responderam dizendo que seríamos recebidos, mas provavelmente pela ministra Damares. Fizemos um acompanhamento de oito temas diferentes no governo. Também fizemos recomendações para cada um deles. O governo precisa se atentar de que os governos humanos são inegociáveis, não devem retroceder. Chamávamos a atenção de forma veemente de que a retórica não podia se transformar em políticas públicas, mas infelizmente vemos isso. Estão indo direção contrária aos direitos humanos”, completa.

REVERTER O QUADRO – Para Érika Guevera-Rosas, diretora da Anistia Internacional para as Américas, este é um momento delicado em que se faz necessário que o presidente Jair Bolsonaro adote medidas para reverter o quadro. “É preciso que se respeite os tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário, garanta liberdade de atuação para pessoas e organizações que atuam no país pela construção de uma sociedade melhor, e abandone seu discurso anti direitos humanos, que legitima violações contra determinados grupos”.

Ela diz ainda que a comunidade internacional continuará atenta aos passos do governo na obrigação da proteção e garantia dos direitos humanos.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Sinceramente, esse pessoal da Anistia está delirando. Sua preocupação deveria ser a defesa de direitos humanos concretos, como a separação de mães e filhos de imigrantes ilegais na matriz USA, a interferência indevida de Trump na Venezuela, a escalada do racismo no mundo e coisas que tais. Aqui na filial Brazil, o maior problema dos direitos humanos é arrumar emprego para o povo e oferecer escolas e hospitais para os pobres sem plano de saúde. Quanto à política, a democracia brasileira vai bem, obrigado, e Bolsonaro não pode fazer nenhuma maldade sem a conivência do Congresso brasileiro, que não é chegado a desrespeitar direitos humanos. (C.N.)

24 thoughts on “Em carta aberta, Anistia Internacional critica diversas ações do governo Bolsonaro

  1. São ações como essa da Anistia Internacional e outras organizações de babacas que reforçam ainda mais o discurso contrário, o discurso dos fundamentalistas de direita. Esse pessoal faria um favor enorme à democracia e paradoxalmente à própria causa dos direitos humanos se ficassem de boca calada.

  2. Newton, caríssimo,

    O pessoal da Anistia NÃO TEM O QUE FAZER, então se reúne para passar o tempo!

    Não me lembro dessa turma protestar ou escrever uma carta aberta para Lula, quando ele e sua quadrilha de ladrões roubaram este país!

    Muito menos, com relação á violência, que teve no período petista o seu crescimento vertiginoso.

    Da mesma forma, jamais vi ou li, qualquer manifestação da “anistia”, sobre a saúde pública deteriorada, a educação fraca, salários aviltantes pagos aos trabalhadores.

    Essa tal de anistia é uma baita besteira, mentira, um grupo de acomodados, onde os direitos humanos que diz defender é máscara para suas atuações políticas, invariavelmente favorável à esquerda por mais que esta roube, explore e manipule quem ela diz defender, o ser humano!

    Que tempo perdido dessa mulherada!
    Que fizessem cursos de culinária, costura, bordado, croché, e cozinhassem melhor para seus maridos e filhos, cerzissem as roupas descosturadas de suas famílias, além de enfeitar mesas e cadeiras com seus bordados.

    Querem ser úteis?
    Então visitem as favelas, vilas, os arrabaldes, e auxiliem os pobres e miseráveis ou, por acaso, essas pessoas não são seres humanos?!

    Muita demagogia pro meu gosto, muito cinismo e hipocrisia, muita má intenção e volúpia por querer aparecer na mídia!

    Vão trabalhar, mulheres, façam algo de útil para si mesmas, suas famílias e para o Brasil!
    Deixem de tanto lero-lero e, substituam essas horas jogadas fora, fazendo sexo com seus maridos, companheiros, namorados, amantes, que vão se sentir bem melhor!

    “Direitos humanos são inegociáveis” … que asneira dessa senhora Jurema Werneck – espero que não seja parente do nosso Werneck.

    Bem que ela poderia visitar os presídios mais deprimentes que temos, onde não há condições para prender animais, e sair berrando que os direitos humanos não estão sendo observados!
    Ou, então, sair e observar as crianças pobres, imundas, barrigas d’água cheias de vermes, sem comer, sem roupas, e também vociferar que, crianças, também são humanas, logo, precisam que a tal de “anistia” as defenda!
    Ou, pelo menos, que se plantassem em frente ás delegacias da mulher, e amparassem e apoiassem medidas mais severas em prol das estupradas, engravidadas por um safado que deu no pé, pelas surras que levam de homens covardes, bêbados, vagabundos!

    Não, essas senhoras que adoram desperdiçar seus tempos, querem protestar contra Bolsonaro QUE NADA FEZ AINDA com relação às suas reclamações e alertas.

    Trata-se daquela velha máxima popular:
    Façam o que digo, menos o que faço!

  3. Sigo adiante:

    As senhoras que estão sentadas à mesa diretiva dos trabalhos, as coordenadoras, pelo visto, poderiam fazer algo de útil aos desconsiderados humanos, pois vivem como animais milhões de brasileiros, que precisam virar latões de lixo para encontrar restos de comida, e tanto faz se podres ou azedas!

    Diante da importância de suas funções, defensoras dos direitos humanos, participantes da Anistia Internacional, poderiam deixar de blá blá blá em caros restaurantes onde tomam seus cafés ou fazem suas refeições, mantendo conversas que enaltecem seus egos e que as deixam com ares de superioridade sobre as demais pessoas e, em comitivas, pedir para as grandes redes de supermercados, BANCOS, parlamentares, que doassem verduras, frutas, arroz, feijão, carne de segunda, dinheiro, roupas, e fizessem um grande sopão, que levariam á noite para os moradores de ruas ou em casebres que não existe alimento algum!

    Mal comparando, é como entendo a grande perda de tempo nas igrejas, templos, mesquitas, sinagogas, onde o fiel vai para rezar e pedir ajuda a Deus.
    Ora bolas, se um miserável não tem o que comer, mas um desses crentes comprar um pão e oferecer, eis a solicitação a Deus sendo concretizada!!

    – Ah, mas isso é assistencialismo. O pobre precisa trabalhar para ganhar o seu sustento!
    – Como? Trabalhar? Aonde e de que jeito?!

    A bem da verdade, meter a mão na caixa de gordura que entupiu, que fede, que causa asco, não mesmo!
    Melhor sentar-se à mesa com outras pessoas e discutir-se a fabricação de outros tipos de caixas que não entopem, enquanto aquele líquido gosmento, escorregadio e mau cheiroso, se espalha pelas calçadas ou nos pátios das casas dos “debatedores”.

    Lamento ser sincero neste aspecto, de entidades que se jactam defensoras de seres humanos, de seus direitos, onde muitas apenas querem espaço na imprensa e seus membros terem a sensação de importantes, onipotentes, por eu entendê-las como engodo, ilusão, meios de alguns espertalhões conseguirem fama!

    Se querem mesmo ajudar, serem úteis, contribuir para que os direitos humanos sejam mesmo considerados, protegidos e mantidos, que vão nos locais onde a pobreza e miséria existem; nos hospitais sem recursos; nos postos de saúde sem esparadrapo e ataduras; nas escolas depredadas, mal cuidadas, sem banheiro; na extorsão de juros, pois também tais índices e cobranças são atentatórios aos direitos … humanos!

    A menos que essas pessoas, esses “benfeitores”, entendam como direitos humanos a questão política apenas, ou seja, a liberdade de se ser comunista, socialista, capitalista, democrata, totalitarista, parlamentarista, presidencialista … enquanto suas necessidades para viver são coadjuvantes, e não principais!

    Não me enganem, pois não gosto!

  4. Elas estão se dirigindo ao govero brasileiro alguém tem dúvida que elas estão falando a verdade?Bolsonaro desmoralizou o Exército e foi expulso. Sempre desmoralizou e ameaçou negros, índios e outras minorias. É envovolvido com milícias; seus filhos também. As leis que Moro quer modificar é francamente para beneficiar as milícias e os que estiverem dispostos a matar por qualquer coisa. É só dizer que matou em legítima defesa. A coisa é tão visível que o governador do Rio de Janeiro saiu de helicóptero “metralhando comunidades”. Militares do Exército em pleno dia disparam quase 300 tiros contra uma família que passava de carro matando o motorista e ainda mataram um catador de papel que foi ajudar as vítimas.O que posso dizer é que qualquer pessoa tem o direito de achar que as mulheres que protestam estão erradas. O outro problema de refugiados e migrantes neste momento não está em jogo. Elas falam do Brasil e seu presidente que se comporta como um nazi-fascista.

  5. Da mesma forma, concordo plenamente que as pessoas que apoiam essas senhoras da Anistia Internacional, têm todo o direito de externar suas posições.

    Se, a democracia no Brasil é falsa, relativa, pois apenas votamos e mais nada, neste blog, a TI, a liberdade de expressão precisa ser mantida, respeitada e exercida.

    Não é por nada que este espaço é democrático.

  6. Onde esses aloprados dos supostos direitos arrumam dinheiro para viver ? O que produzem de útll ?

    Concordo inteiramente com o que escreveu o lúcido e preparado comentarista Francisco Bendl, especialmente, quando afirma que essas organizações apenas representam “engodo, ilusão, meios de alguns espertalhões conseguirem fama” e dinheiro fácil.

    • O dinheiro é o mesmo que otários doam às igrejas ecumênicas que oferecem salvação e dão diploma assinado Senhor Jesus.

      O mesmo que os cidadãos que se dizem de bem entregam a governos corruptos…

      O mesmo dinheiro que usamos pra comprar pão na padaria.

      O que importa não é o dinheiro, mas a VOZ.

      Quem pensa no dinheiro e não OUVE, ainda vai pagar com os próprios dentes, escreva isso!

      Autoritarismo e Fascismo é o que você esta pagando com seus impostos desde Janeiro 2019….

      Vai ver, vai ver logo, se não cair rápido esse idiota inútil de 5000 arrobas e 3 pernas tortas que sentou no trono….

      • Credo, AndreBR, mas estás deixando de ser um crítico ferrenho de Bolsonaro, e te transformando em inquisidor, que deseja vê-lo na fogueira de todo jeito!

        Che, a título e compromisso com a verdade, por favor, me aponta um gesto de Bolsonaro que seja comprovadamente, fascista e autoritário!

        Saúde.

        • “Se eu assumir, índio não terá mais 1cm de terra” – 8 fevereiro 2018

          “Quilombola não serve nem para procriar”

          ‘Índio é pobre coitado e vive em zoológicos milionários’ 22/04/2015

          https://youtu.be/y-eODs-LO-w

          “Eu sou favorável à tortura, tu sabe disso” (A um programa de TV, em 1999).

          “O erro da ditadura foi torturar e não matar” (Em entrevista no rádio, em junho de 2016).

          a lista é extensa….
          Passa? ás cegas?

          • Sabe, o que ainda me surpreende que até mesmo as pessoas inteligentes, e troco mensagens com uma delas, ainda querem viver neste mundo com declarações que sejam politicamente corretas, logo, a volúpia por ouvirem mentiras ou falsidades!!

            Apanhaste pequenos textos que fazem parte de um contexto, de modo que tenhas pretexto para entender diferente do recado dado.

            Vejamos:
            Quanto aos índios, sabemos o quanto são explorados por ONGs, que os incitam a pedir mais terras e delas se utilizarem;

            Sobre a Quilombolas, Bolsonaro encontrou um obeso morador de uma delas, e exclamou a sua surpresa com o peso excessivo do rapaz. Sem ser delicado ou sensível, saiu-se com esta frase, que não seria a generalização que tanto apregoaram;

            Mais uma vez a respeito dos índios – e já abordamos esse assunto na TI -, Bolsonaro está absolutamente certo!!!
            Terras milionárias, cercadas como se fossem zoológicos, e seres humanos vivendo como se estivessem no passado, apesar de os caciques andarem de camionetes, terem TV em suas casas, serem políticos, e não aceitarem conviver com outras etnias, como se fôssemos obrigados a deixá-los de lado, e só eles é que possuem direitos inalienáveis e inatos!

            Tudo bem, mas e quanto aos pobres e miseráveis que moram pessimamente nas cidades, que não tem um pedaço de chão por menor que seja para montarem uma choupana?!

            Nessas alturas, ser índio é uma bênção divina e, da mesma forma que podemos trocar de religião, então quero ser índio, e gozar de um imenso número de privilégios que o branco e o negro não possuem!

            Sobre “eu sou favorável à tortura”, por favor, André, mais uma vez Bolsonaro foi franco e sincero, logo, foi de encontro ao comportamento que se espera de um homem público:
            mentiroso e enganador.

            Olha, se eu tivesse um crime na minha família, que tenha levado à morte ou à imobilidade um familiar meu, quero ver essa besta morrer torturada, e quando seus torturadores cansarem, eu os substituo!

            Quem se diz contrário a este procedimento, trata-se de um reles mentiroso, pois, sejas franco comigo, sincero:
            Um pai que deixa seus filhos por uma outra mulher, largando-os de mão sem pensão alimentícia, sem ajuda, sem nada, merece o quê?!
            Prêmio, consideração, compreensão??
            Ou mereceria até mesmo a castração química ou à força!?

            Tortura como punição a criminosos que praticaram atos hediondos – estupro, pedofilia, sadismo, como jogar ácido no rosto das mulheres, matou porque estava bêbado e não podia dirigir -, aceito tranquilamente!!!

            Isso, sou partidário da Lei do Talião, olho por olho, dente por dente!
            Aliás, assim agiu Deus no Velho Testamento, logo quem sou eu para não desejar o sofrimento alheio quando esta pessoa for um agente do mal?!

            A respeito do erro da ditadura … apesar de eu ter escrito vários comentários absolutamente contrários às torturas praticadas politicamente, muito diferente daquelas que me posicionei acima como favorável à pratica contra bestas humanas, torna-se quase impossível alguém entender a situação reinante, e que exige o confronto matar ou morrer.

            O pessoal que queria implantar a ditadura do proletariado agiu como se estivesse em guerra, matando, torturando, sequestrando, roubando, cometendo atentados que tiraram a vida de várias pessoas … na ótica de Bolsonaro deveriam ser mortas mas em combate, imagino, jamais a sangue frio!

            Analisar a época depois de tantas décadas passadas, convenhamos, é fácil demais.
            No entanto, tivemos um período de guerra que, graças ao Senhor, o povo dela não quis participar, ficou restrita às FFAA e quem não as queria no poder, de modo que outra ditadura fosse instalada, menos que teriam lutado pela democracia!

            Por outro lado, eu também incorro em erro crasso ao abordar a tortura, pois jamais fui torturado em minha vida, a não ser as surras que levei dos meus pais.
            Logo, eu querer falar de tortura sem ter a empatia adequada por aquele que sofreu, foi preso, humilhado, violentado na sua honra e dignidade, lá pelas tantas mereço uma puta carraspana de vários comentaristas!
            Portanto, assim como escrevi recentemente, abomino a tortura nesse caso, agora, eu afirmar que matar é mais “humano” que torturar, credo, mas serei o cara mais contraditório que existe.
            Assim, e também dessa forma me manifestei, o correto teria sido prender os subversivos que cometeram crimes, condená-los e, uma vez paga a punição, a liberdade.

            Mas, de novo, estarei analisando um período que não participei, de luta, de confronto, de guerra, então não me vejo com autoridade moral para apoiar mortes ou torturas sobre as questões políticas!
            Menos, no entanto, quando uma besta comete aqueles crimes que temos vergonha de pertencer à espécie humana!

            Não estou cego, pelo contrário mas, observo, que a tua visão está opaca e fraca, em consequência.

          • Sabe Bendl, eu nao espero NADA do que escrevo aqui..
            Muito menos reconhecimento.

            Mas afirmo que reconheco nesse individuo um PATIFE.

            Tudo que escrevi sao palavras que sairam da boca dele…

            Mais uma vez, recomendo que passe uma hora assistindo ao primeiro capitulo de ONE STRANGE ROCK, entitulado SUSPIRO, esta na Netflix, traz o depoimento dos 10 astronautas que passaram mais tempo no espaco, com a agradavel apresentacao do grande Will Smith.

            Neste episodio, que atualiza a REALIDADE, aparecera um rio que voa e um deserto que chove.

            E teras que reconhecer: É REAL!

            MAS, O MELHOR AINDA ESTA POR VIR…
            Quando aparecer um “disco voador” ou algo parecido, na Tailândia, espero que você tenha o insight do mesmo sopro de vida que o primeiro sopro de vida de uma criança (que inclusive está lindamente ilustrado no episodio) para entender PORQUE os índios, os guardadores da Memoria, são o que há de mais valioso neste planeta, nessa pedra estranha que chamamos de planeta Terra, onde existem retardados dizendo-se semelhantes a Deus.
            A verdadeira conexão com Deus esta la, ta tudo la, naqueles suspiros de realidade.

            Nao perca a oportunidade em vida de testemunhar isso.

            É o melhor que posso fazer…

            Por isso escrevo aqui na TI.
            É o melhor que posso fazer

            Enquanto houverem desses “índios” estaremos salvos.

            Vou continuar escrevendo sobre esses falsos profetas, sem acender um palito de fósforos. Com palavras.

          • Prezado AndréBR,

            Não tenho pretensão alguma em fazer que concordes comigo, nada disso.

            Tanto é verdade, que trocamos ideias há um bom tempo, por mais que elas sejam às vezes um tanto contundentes, mas dentro do respeito e educação que são inerentes aos civilizados.

            Dito isso,o que me anima nos debates, de modo que eu ratifique ou retifique meus pensamentos, é quando encontro uma pessoa inteligente, culta, que abraça as suas convicções com força, e as defende com a garra necessária.

            Agradeço a sugestão desse programa na Netflix, que até o separei na Minha Lista para assisti-lo.

            Evidente que engatinhamos neste Universo infinito; nada sabemos; nada compreendemos; nada entendemos, sequer a nós mesmos, quanto mais querermos perscrutar e definir comportamentos de outras pessoas.

            Mas, faz parte do jogo da vida as discussões, os pontos de vista, as posições contrárias, faz parte e é essencial para o nosso crescimento pessoal e convívio com as diferenças.

            Portanto, da minha parte continuarei a debater contigo expressões que discordarei, que, espero, faças o mesmo comigo, pois sinto que faz bem para nós dois a exposição de nossas ideias e pensamentos!

            Abração.

          • Errata no meu texto:

            semelhantes a Deus somos todos nós, quiz dizer que há tipos que se consideram o próprio…

    • Meu caro Celso,

      Eu apenas me manifestei criticando a atuação dessa Anistia por não vê-la agindo como se apresenta!

      Os Direitos Humanos não são para certas classes, etnias ou tendências políticas, porém devem ser enaltecidos como direitos de todos, inalienáveis e inatos!

      Nesta, que motivou o artigo em tela, observa- que a intenção é política, sem nada prático, objetivo, apenas discursos de uma oposição renhida contra este governo recém empossado.

      Bolsonaro não cometeu nenhum ato discricionário, preconceituoso, de ignorar os direitos do povo … nada.
      Muito menos concordou que os homens podem bater em mulheres, que devem ser subordinadas aos seus maridos, que os negros não merecem reconhecimento como seres humanos, que os homossexuais devam ser extintos … nada.

      Portanto, a campanha insana que vem sofrendo diariamente, tem apenas uma intenção:
      Dane-se o povo e país, a meta é desestabilizar este governo, e justamente acusando-o de infingir direitos humanos!

      Curiosamente, a tal de Anistia Internacional cala-se, emudece, diante do ditador Maduro e do sistema cubano, onde o ser humano não vale nada, haja vista que o valor a ser levado em conta e obrigatoriamente é a ideologia!

      Abração.
      Saúde.

    • Pedem contribuições nas estações de metrô, principalmente na linha amarela em SP, na próxima, vou “documentar fotograficamente”, legiões de trouxas contribuindo para nada, tudo gazelinha e sapata, além de chegadinhos num hemp e na farinha…vivem na década de 60 do século passado, usam trajes de hippies, hilário!

  7. Onde estava a Anistia Internacional quando Lula e toda quadrilha petista roubava o dinheiro do povo brasileiro para doar a Narcoditadores Corruptos e Sanguinários da África, America Latina e quejandos no maior roubo da História Republicana Brasileira, e que deixou mais de 30 milhões de desempregados no Brasil, Falência total da Economia Brasileira e o povo brasileiro rastejando no chão podre dos Hospitais Brasileiros que sofrem com esses assaltos e o enriquecimento de Banqueiros e Empresários em Sociedade e Cumplicidade com Lula e toda Canalha Petista nesses roubos monumentais ????????

    • ROUBARAM O BRASIL ….

      Pois foram essas colocações que fiz acima, em um dos meus comentários:
      O desaparecimento da Anistia Internacional à época do ladrão e genocida, Lula.

      Agora, com a sua omissão a respeito de Maduro e com a nação cubana, que devem ter conceitos excelentes com a organização porque não são comentadas pelo movimento que se autoproclama de defensor dos direitos humanos!

      Enfim, qual é o modo de se fazer política, que não esteja composta de cinismo, hipocrisia e demagogia?!

      Abraço.
      Saúde.

  8. oab, cnbb, abi, anistia internacional, humans watch, onu e assemelhados não têm mais crédito. Quem acredita nestas instituições deve ter algum problema.

  9. Pessoas totalmente despreparadas,que não possuem qualquer embasamento intelectual,analfabetos jurídicos.
    Nunca fazem manifestações quando pessoas inocentes morrem.
    Veneram os bandidos!
    Nota de Redação,irretocável:
    “###
    NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Sinceramente, esse pessoal da Anistia está delirando. Sua preocupação deveria ser a defesa de direitos humanos concretos, como a separação de mães e filhos de imigrantes ilegais na matriz USA, a interferência indevida de Trump na Venezuela, a escalada do racismo no mundo e coisas que tais. Aqui na filial Brazil, o maior problema dos direitos humanos é arrumar emprego para o povo e oferecer escolas e hospitais para os pobres sem plano de saúde. Quanto à política, a democracia brasileira vai bem, obrigado, e Bolsonaro não pode fazer nenhuma maldade sem a conivência do Congresso brasileiro, que não é chegado a desrespeitar direitos humanos. (C.N.)

  10. Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, faço um artigo metendo a ripa na cacunda da Anistia mas arranco o escalpo e estripo o Bolsonaro ou o Trump e o Netanyahu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *