Em liminar, juiz do TRF-3 proíbe que esfaqueador de Bolsonaro dê entrevistas

Imagem relacionada

Adelio não vai ter as mesmas regalias de Lula

Deu no site Nocaute

No início da noite de ontem, quinta-feira (27), o Tribunal Regional da 3ª Região concedeu liminar em mandado de segurança impetrado pelo Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul (MS) determinando a suspensão da realização de entrevistas com Adélio Bispo dos Santos, autor do atentado contra o candidato à presidência Jair Messias Bolsonaro (PSL).

As entrevistas seriam dadas nesta sexta-feira (28) à revista Veja e ao SBT. O juiz Nino Toldo acolheu argumentos dos procuradores da República que alegaram, entre outros motivos, que as entrevistas ensejariam “indevida interferência no processo eleitoral em curso”.

PRUDÊNCIA – “O momento é de prudência, quer no interesse da sociedade em apurar corretamente o fato criminoso atribuído a Adélio Bispo dos Santos e, eventualmente, responsabilizá-lo por isso; quer do próprio investigado, que, segundo consta, foi transferido para o Presídio Federal de Campo Grande/MS em razão de grave risco à sua vida e integridade física”, escreveu o juiz de segunda instância Nino Toldo.

Para Toldo, “em princípio, a concessão de entrevistas e a realização de matérias jornalísticas com internos de estabelecimentos prisionais federais não se coadunam à própria razão de ser desses estabelecimentos”.

Toldo ressaltou também que não se sabe se existe ou não consentimento do preso em dar as entrevistas, sendo que Adélio pode sofrer de distúrbio mental. “Considero, ao menos neste juízo provisório, que a dúvida existente quanto à integridade mental de Adélio Bispo dos Santos é relevante para dirimir a questão trazida neste mandamus”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – O juiz está certíssimo. Preso não tem de ficar dando entrevista. Sua defesa deve ser feita nos autos. No Supremo,  Lewandowski mostrou que é realmente amigo de Lula e começou a liberar as entrevistas do presidiário. E vocês sabem como é. Depois que abriu a porteira, vai ser uma entrevista após a outra. (C.N.)

11 thoughts on “Em liminar, juiz do TRF-3 proíbe que esfaqueador de Bolsonaro dê entrevistas

  1. Mas alguém assoprou nos ouvidos do juiz que tanto a revista quanto a TV iriam “revelar” que o réu foi contratado pelo capitão para esfaqueia-lo. Para evitar mais este massacre midiático o juiz se antecipou, evitando mais um crime contra o capitão.

  2. -Bandido com regalias em uma cadeia…
    -Bandido com regalias em outra…
    -E dezenas de outros, confortavelmente, protegidos sob togas…

    O Poder Judiciário virou mesmo um CIRCO…ou um CABARÉ, onde o cliente mais endinheirado escolhe como, onde e quando quer ser servido e o cidadão, que paga o salário do elenco do espetáculo, fica jogado em um canto como animal de segunda classe.

  3. “Gilmar quer explicações sobre suspensão de entrevistas com Adélio”

    A correria da Abril/Veja para atacar Bolsonaro via terrorista conta agora com o Beiçola.

    STF precisa também ser “redefinido” por Bolsonaro em 2019.

  4. Como já era previsto, as petrolíferas estrangeiras fizeram a festa durante a 5ª Rodada de Licitação do Pré-Sal, onde arremataram mais de 90% dos 17,39 bilhões de barris de petróleo que foram leiloados. Fazendo a equivalência entre os R$ 6,82 bilhões que o governo arrecadou em bônus de assinatura e o valor atual do barril de petróleo, chegaremos a bagatela de R$ 0,34 o preço médio pago por cada barril do Pré-Sal leiloado.
    Todos os quatro blocos ofertados pela ANP no leilão desta sexta-feira, 28, foram arrematados em questão de minutos. A britânica Shell e a norte-americana Chevron levaram sozinhas o bloco de Saturno, na Bacia de Santos, o mais valioso, com reservas estimadas em 8,3 bilhões de barris de petróleo. A ExxonMobil (EUA), a BP (Reino Unido), a CNOOC (China), a QPI (Catar) e a Ecopetrol (Colômbia) dividiram os outros dois blocos da Bacia de Santos (Titã e Pau Brasil), enquanto a Petrobrás se contentou com o bloco de Tartaruga Verde, na Bacia de Campos, o menos disputado.
    Ao todo, 13 multinacionais já se apropriaram de reservas equivalentes a 38,8 bilhões de barris de petróleo, de um total de 51,83 bilhões de barris que foram leiloados. Juntas, essas empresas concentram 75% das reservas, onde são operadoras em seis dos 14 blocos licitados.

    As britânicas Shell e BP já acumulam 13,5 bilhões de barris de petróleo em reservas do Pré-Sal.
    Mais do que a própria Petrobrás, que detém 13,03 bilhões de barris em campos leiloados nas cinco rodadas da ANP. “É o pagamento do golpe. Ou alguém ainda tem alguma dúvida?”,

    https://www.fup.org.br/ultimas-noticias/item/23332-apos-cinco-leiloes-multinacionais-ja-sao-donas-de-75-das-reservas-do-pre-sal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *