Em palestra a empresários, Barbosa diz que Judiciário brasileiro e uma monstruosidade

Deu no site Conjur

O sistema legal brasileiro é uma “monstruosidade” e não há no mundo Justiça tão confusa quanto a do Brasil. A avaliação, noticiada pelo portal UOL, é do presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, ministro Joaquim Barbosa, durante palestra do Fórum Exame, voltado para empresários, em São Paulo.

Se no STF Barbosa chefia a corte responsável por zelar pelo cumprimento da Constituição, no CNJ ele comanda o órgão criado em 2004 para, justamente, melhorar o funcionamento Judiciário. Nas palavras da própria corte, sua missão é “contribuir para que a prestação jurisdicional seja realizada com moralidade, eficiência e efetividade em benefício da sociedade”.

Aos empresários, Barbosa disse a morosidade da Justiça causa “graves entraves” à economia. Para ele, esses entraves são “expressões vivas de um bacharelismo decadente, palavroso, mas vazio, e, sobretudo, descompromissado com a eficiência”.

Para o presidente do STF e CNJ, o Brasil adotou o aumento da máquina judiciária para tentar resolver a lentidão dos processos. “A solução fácil de aumento da máquina judiciária é apenas momentaneamente paliativa e não resolve a origem do problema, que está na vetustez barroca da nossa organização de todo sistema judiciário.”

Segundo ele, uma das soluções às mazelas do Judiciário é priorizar a 1ª instância, além de “reduzir o número excessivo de recursos que atualmente permite que se passe uma década sem que haja solução definitiva do litígio”.

Barbosa, que foi nomeado ministro em 2003 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, criticou também o modelo de indicação de magistrados. “Um dos fenômenos — que eu chamo de mais pernicioso — é a indicação política. Não há mecanismos que criem automatismo, que, passado um determinado tempo, um juiz seja promovido sem que tenha que sair com o pires na mão”.

Barbosa afirmou que juizes politicamente engajados em alguma coisa são impedidos moralmente de cumprir sua missão, assim como aqueles que são “medrosos”.

O ministro evitou comentar a declaração do ex-presidente Lula ao jornal Correio Braziliense, em que afirmou que, hoje, teria mais critérios ao indicar um ministro para o STF. “Não tenho nada a dizer. Ele foi presidente da República, eu não sou presidente da República, não tenho nenhum papel na nomeação de ministros para o Supremo e nunca procurei exercer influência sobre esse papel, que não me cabe”, afirmou no evento.

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Diante desse tipo de declaração, feita por quem tem justamente a função de agilizar o Judiciário, fica a impressão de que Barbosa está ou não está em campanha eleitoral? (C.N)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

12 thoughts on “Em palestra a empresários, Barbosa diz que Judiciário brasileiro e uma monstruosidade

  1. 30 ANOS DE PRECATÓRIOS– A lentidão do processo na justiça, lembra a tartaruga e automaticamente a sua longevidade. A média de idade do ser humano é de 65 anos. A justiça para decidir, acha que vivemos 200 anos como os Quelônios.
    ” NO MEU TELHADO NINGUÉM JOGA PEDRA”–Dizia meu pai. Hoje jogam merda em cima de uma senhora de 87 anos, no famoso: –Cagando e andando solenemente.
    Chego a conclusão que o erro foi do velho, que se manteve honesto desde que nasceu até seus últimos dias, numa profissão–Fiscal, hoje de ICMS–cercado de corruptos, na época, como ele mesmo dizia.
    Descumpem alguns termos, é que dá vontade de vomitar com tanta injustiça. INJUSTIÇA.

  2. Negros são macacos? Assim mostrou “Blog da Dilma”

    ESCRITO POR JULIO SEVERO

    As mesmas esquerdas histéricas, inclusive a esquerda evangélica adoradora da Teologia da Missão Integral e o movimento negro, souberam controlar sua histeria no caso do racismo nu e cru do “Blog da Dilma.”

    Meses atrás, no auge dos ataques da esquerda contra o Dep. Marco Feliciano por causa de sua nomeação à presidência da Comissão de Direitos Humanos, usaram uma pregação de anos atrás onde o deputado, que é pastor da Assembleia de Deus, disse que os negros, por serem descendendes de Cão, estariam sob maldição pelo simples fato de que Cão foi amaldiçoado por Noé.

    A interpretação teológica do pastor foi usada para acusá-lo de “racista.”

    Em contraste, o “Blog da Dilma,” que se apresenta como “o maior portal de Dilma Rousseff na internet,” debochou do ministro Joaquim Barbosa com uma foto dele com um macaco. Não foi uma interpretação teológica. Foi um ataque direto ao ministro com base exclusivamente na cor da pele dele. Foi um ataque vindo do blog mais importante que apoia Dilma Rousseff. Foi um ataque vindo das entranhas da esquerda. E qual foi a reação?

    Silêncio. Até mesmo o movimento negro, gordamente esquerdista e sustentado pelas esquerdas, calou-se, para não prejudicar os “companheiros.”

    Por esse ataque direto, de natureza explicitamente racista, os autores “Blog da Dilma,” por mais ligações que tenham ou tivessem com Dilma Rousseff, deveriam ser enquadrados em crime de racismo, que é inafiançável. Prisão imediata para eles seria o mínimo da coerência legal.

    (transcrito do Mídia sem Máscara)

  3. O saudoso professor Brennand dizia que a Justiça, no Brasil, caminha a passos de cágado tetraplégico. Tinha razão.

    Por outro lado, as notícias diárias apontam o Poder Executivo como o mais corrupto do país, contaminando os demais. O MENSALÃO é exemplo dessa nociva conduta.

    No entanto é o CHEFE DO PODER EXECUTIVO quem nomeia os ministros dos tribunais federais superiores.

    Esse conjunto de fatos é prova incontestável que Joaquim Barbosa tem razão.

  4. Contudo, não foi o que aconteceu. As mesmas esquerdas histéricas, inclusive a esquerda evangélica adoradora da Teologia da Missão Integral e o movimento negro, souberam controlar sua histeria no caso do racismo nu e cru do “Blog da Dilma.”

    Assim são as esquerdas — sempre. Quando lhes convêm, usam toda e qualquer coisa para acusar de “racismo” os que ousam atrapalhar seus planos. Mas quando um esquerdista pratica real racismo, a operação abafa é automática: nada de acusação, nem crime e muito menos prisão inafiançável.

    No caso de Feliciano, que tem sangre negro, sua intenção não foi atacar nem debochar de seus irmãos de sangue. Ele apenas expôs uma opinião com base no modo como ele viu a Bíblia, deixando claro que Jesus Cristo quebra toda maldição. Além disso, a mesma Bíblia mostra que todos nascem sob a sombra da maldição, por causa do pecado.

    Quer ou não concordemos com as interpretações teológicas de Feliciano, ficou muitíssimo óbvio que em momento algum ele atacou os brasileiros que têm sangre negro, entre os quais ele se encontra.

    No entanto, o que ficou patente no “Blog da Dilma” é que se você não fizer as vontades da esquerda, você perderá seus direitos de cidadão e poderá ser xingado e atacado até mesmo com deboches racistas. Para a esquerda, os inimigos não merecem piedade.

    Nesse sentido, qualquer esquerdista que atacar um inimigo da revolução marxista — que, no caso, significa qualquer pessoa que não satisfazer a todas as suas birras — é digno de misericórdia, por mais racista que seja.

    Quando Joaquim Barbosa ou outro negro faz as vontades das esquerdas, ele é um herói. Recentemente, ele assim foi aclamado por elas ao obrigar os cartórios a realizar “casamentos” para os adeptos do sexo fecal (http://bit.ly/10XZYp9). Mas quando Barbosa não quis dar uma mãozinha para os criminosos petistas do Mensalão, ele virou “macaco.” Sem dó nem piedade, a esquerda que posa de defensora dos negros não teve o mínimo pudor de retratar o ministro negro de “macaco.”

    Há um artigo importante (http://bit.ly/1dSnUUb) de Walter Williams, um professor universitário negro, desmascarando o racismo de Karl Marx. O fato de que o “Blog da Dilma” escapou impune de uma prisão inafiançável só mostra que o “crime de racismo” nada mais é do que uma arma política e social das esquerdas contra seus inimigos.

    A esquerda é hipócrita. Tempos atrás, a atriz Paris Hilton, que participa de campanhas contra a “homofobia,” disse a um amigo que os “gays são nojentos” e que “a maioria deles tem AIDS” (http://bit.ly/1dSrihV). Diante das câmeras, eles pregam os sermões costumeiros: gays são maravilhosos. Fora das câmeras, eles são o que são, seja com relação a gays ou negros, que são apenas usados como arma de poder ideológico.

    Dentro das esquerdas, todo racismo será perdoado. Fora delas, tudo poderá ser interpretado como racismo para destruir seus inimigos.

    Dentro das esquerdas, não importa se os negros são retratados como macacos ou gorilas. O que importa é que a acusação de racismo não foi feita para puni-los, mas para destruir seus inimigos.

    Os descendentes de Karl Marx são cínicos e diabólicos como seu mestre.

    (transcrito do Mídia sem Máscara)

  5. Não é preciso conhecimento jurídico para saber que magistrados não cumprem prazos, existe um corporativismo claro, apadrinhamento, protecionismo descabido e o ligante sofre com estas agruras de um judiciário capenga proposital, sabendo que muitos reclamantes morrem e não veem seus direitos, uma justiça que não faz justiça, processos que levam 20 ou mais anos e pra que serve a “CORREGEDORIA”?.

  6. Palestra, e assunto, para Empresários, típicos de um futuro Candidato a Presidência da República. Objetiva ser o Candidato Anti-(PT + TODOS – 4), sem o peso do apoio do Presidente FHC (A ERA VARGAS ACABOU), sem ser green, com apoio da rede Globo, outros Conglomerados de Comunicações, Capital Internacional e parte do Nacional, tem chance de ser um novo Presidente OBAMA. Eventualmente exigirá a entrada em cena do próprio Presidente LULA. Aguardemos.

    Lembremos na virada do mês de pagar Mensalidade R$ 20/10 ou mesmo 5, para Mantenimento do nosso bom TRIBUNA DA IMPRENSA onLine. Dados no canto superior direito. Muito Obrigado.

  7. Corregedoria não serve para nada no Judiciário ou qualquer órgão no Brasil. Não faz muito, um desembargador federal aqui no Rio chamado Sergio Feltrin Corrêa engavetou um processo de alimentos durante 5 anos. Quando o jurisdicionado se dispôs a reclamar para a corregedoria do Tribunal, lá na rua do Acre, o próprio engavetador foi promovido a CORREGEDOR e o jurisdicionado acabou perdendo. No tempo do Marcello Alencar, um comerciante da Baixada sofria extorsão policial. Foi até a rua da Relação reclamar ao corregedor policial e uma semana depois foi morto por acreditar em Papai Noel.

  8. ” Apega-se sempre com a verdade..e desta não te desvia-te ,nem para esquerda nem para
    Direita …” ( YAWHE-TORAH)

    Demais prezados comentaristas,

    Não é este o “chicaneiro” que sentou em cima do processo do nosso amigo HÉLIO FERNANDES
    E PREVARICOU passando recibo de canalha e covarde ?

    Pode-se acreditar em um degenerado falador..que só enxerga seu próprio ventre ?

    Vcs decidem…. Abços. a todos.

    YAWHE SEJA LOUVADO…

    Carlos de Jesus – Salvador -Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *