Embaixada da China manifesta repúdio à postagem “desprezível e racista” de Weintraub

Weintraub associou origem da covid-19 ao país asiático

Marina Aragão
Estadão

A Embaixada da China no Brasil se manifestou, na madrugada desta segunda-feira, dia 6, contra uma publicação do ministro da Educação, Abraham Weintraub. Em sua conta oficial no Twitter, o ministro insinuou que a China vai sair “fortalecida” da crise atual causada pelo novo coronavírus, apoiado por seus “aliados no Brasil”, associando a origem da covid-19 ao país asiático.

“Deliberadamente elaboradas, tais declarações são completamente absurdas e desprezíveis, que têm cunho fortemente racista e objetivos indizíveis, tendo causado influências negativas no desenvolvimento saudável das relações bilaterais China-Brasil”, diz a nota divulgada no Twitter da Embaixada. O comunicado afirma ainda que “o lado chinês manifesta forte indignação e repúdio a esse tipo de atitude”.

IRONIA – No sábado, Weintraub usou uma imagem de Cebolinha da Turma da Mônica, criado por Maurício de Sousa, na Muralha da China. Substituindo o “r” pelo  “l”,  ele fez referência ao modo de falar do personagem, para insinuar que se tratava dos chineses.

“Geopoliticamente, quem podeLá saiL foLtalecido, em teLmos Lelativos, dessa cLise mundial? PodeLia seL o Cebolinha? Quem são os aliados no BLasil do plano infalível do Cebolinha paLa dominaL o mundo? SeLia o Cascão ou há mais amiguinhos?”, escreveu o ministro.A nota da Embaixada reforçou que a pandemia do novo coronavírus trouxe um desafio que nenhum país consegue enfrentar sozinho. “A maior urgência neste momento é unir todos os países numa proativa cooperação para acabar com a pandemia com a maior brevidade possível.”

Por fim, o comunicado destaca que a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a comunidade internacional se opõem explicitamente à associação do vírus a um certo país ou uma certa região, combatendo a estigmatização sobre qualquer pretexto.

ACUSAÇÕES – “Instamos que alguns indivíduos do Brasil corrijam imediatamente os seus erros cometidos e parem com  acusações infundadas contra a China”, finalizou a nota.

As mensagens do ministro da Educação Abraham Weintraub foram publicadas no dia em que o cônsul-geral da China no Rio de Janeiro, Li Yang, assinou um artigo publicado no jornal O Globo em que questiona o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, os motivos de suas declarações polêmicas a respeito do país asiátivo.

CRISE – Duas semanas atrás, o governo entrou em crise diplomática com a China, depois de Eduardo publicar um tuíte em que acusou o país de ter escondido informações sobre o início da pandemia do coronavírus. “A culpa é da China e liberdade seria a solução”, escreveu o deputado.

O embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, respondeu as acusações de Eduardo e exigiu a retirada imediata das palavras e um pedido de desculpas ao povo chinês. A página da Embaixada da China no Brasil também cobrou explicações. Um tuíte publicado afirmava que Eduardo, ao voltar dos Estados Unidos, contraiu um “vírus mental” que está “infectando a amizade” entre os povos.

DESCULPAS – O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o vice-presidente do Senado, Antonio Anastasia (PSDB-MG) pediram desculpas ao país asiático. O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, saiu em defesa de Eduardo e afirmou que a posição do deputado não reflete a do governo brasileiro.

No entanto, disse que aguardaria um retratação do embaixador da China pois a reação de Wamming foi “desproporcional” e feriu “a boa prática diplomática”. Diante das críticas, Eduardo Bolsonaro publicou uma nota em que disse que jamais ofendeu o povo chinês e que o Brasil não quer problemas com o país asiático.

Dias depois, por causa da crise, o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da China, Xi Jinping, conversaram por telefone. O brasileiro disse que o contato reafirmou os “laços de amizade” entre os países e tratou de ações sobre o coronavírus e ampliação do comércio. 

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG –
Enquanto Weintraub aproveita o seu período de quarentena para infantilmente atacar o governo chinês e criar ainda mais embaraços para o país, Mandetta foca em soluções para resolver os problemas diárias em função da pandemia. Agora, vendo um e outro, quem Bolsonaro ameaça com “canetada” ? Vai entender. (Marcelo Copelli)

17 thoughts on “Embaixada da China manifesta repúdio à postagem “desprezível e racista” de Weintraub

  1. Daqui a pouco os comunistas vão já dizer que o ministro tem que pedi desculpas.
    Isso é que sentimento de vira-lata.
    Bolsonaro hoje mesmo vai demitir o EMBUSTEIRO.
    O Brasil apesar dessa imprensa vagabunda, covarde, imparcial, corrupta vai mudar. Quem vai fazer isso somos nós povo. Não adianta espernear ao tempo de 2003 nós não voltamos mais.

  2. Tenho horror de Weintraub , e gostaria de vê-lo no olho da rua. É idiota e incompetente. Todavia, as cínicas palavras do Porta-Voz da Embaixada da China no Brasil, especialmente quando diz ” Atualmente, a pandemia do Covid-19 está se espalhando globalmente, trazendo um desafio que nenhum país consegue enfrentar sozinho. A maior urgência neste momento é unir todos os países numa proativa cooperação interncional para acabar com a pandemia com a maior brevidade, com vistas a salvaguardar a saúde pública”

    É uma resposta que omite, ou não sinaliza, que foi na China que a pandemia começou. A China não explicou devidamente ao mundo (o que é a sua obrigação), ou à OMS, o que de fato aconteceu com o paciente zero, qual animal (se foi isso que aconteceu) mordeu o paciente zero, se este animal morreu com Covid-21.

    Além disso, a China retardou em meses a comunicação aos organismos de saúde internacionais, como a OMS , por meses, que esta pandemia havia começado eu Wuan e estava se espalhando entre os chineses. Os médicos chineses que tentaram divulgar isso ao mundo foram executados, e não está claro se realmente a pandemia se iniciou no paciente zero por picadura de animais ou foi criada propositadamente no laboratório de virologia situado justamente em Wuan, com poder de destruição das populações de diversos continentes mais eficaz de que dezenas ou centenas de bombas atômicas.

    Além disso, os chineses se deixaram subornar por Trump, e o presidente dos EEUU simplesmente pagou a multa, pagou propinas, e reteve insumos, máscaras, respiradores e medicamentos que haviam sido comprados, por contrato, pelo Brasil.

    Como o avião fez escala nos EEUU, Trump simplesmente sequestrou os equipamentos comprados pelo Ministério da Saúde do Brasil, enviou vários aviões à China, para levar para os EEUU, sem nenhuma cerimônia, máscaras, respiradores e medicamentos que foram comprados pelo governo brasileiro.

    Para mim, a China está sob suspeita. E Trump se mostrou um pirata sem escrúpulos, roubando equipamentos que pertenciam ao Brasil. Sendo assim, são lágrimas de crocodilo a chorumela do Porta-Voz do governo chinês ao dizer que : “A maior urgência neste momento é unir todos os países numa proativa cooperação internacional para acabar com a pandemia com a maior brevidade, com vistas a salvaguardar a saúde pública”

    Para mim, repito, a China está sob suspeita, e Donald Trump é um pirata, ladrão de mercadorias embarcadas para o Brasil.

  3. As evidências indicam que:
    Os chin… foram testando até atingirem seu objetivo… a economia mundial!!!! Os chin… não se importam nem com seu próprio povo, porque se importariam com o resto do Mundo!!! Tentaram com a gripe suína, gripe aviária, h1n1… acertaram com o covid -19!!!!

    https://youtu.be/15pTUM4L68w

  4. Que o ministro da Educação é um imbecil, não é novidade, que os chineses são os culpados primazes, infelizmente é a verdade absoluta!Pior, estão fazendo leilão com os equipamentos e insumos que produzem, pagou mais, leva, inclusive não estão nem aí para os contratos assinados, negocio com fabricantes chineses há 30 anos, falo com conhecimento, disse que vai pagar em cash, verdinhas, adiantado, abrem-se todas as portas, ouro então… detalhe:a maioria dos cargueiros americanos que foram buscar insumos, estavam carregados com pallets de dólares do Fed, só nota de 100, novinhas, é tanta grana que nem contam, sabem o valor pelo peso!

  5. Sr. MANUEL SANTOS FERRAZ,

    Assisti, com atenção, o vídeo cujo link V. Sa. me enviou. Trata-se de um cidadão de bem que lê um comentário anônimo de alguém que se diz Cientista, mas sempre no anonimato, e que fala claramente do domínio da China sobre a fabricação de medicamentos no mundo, e a intenção de não fazer o isolamento horizontal, que estamos fazendo, é dizimar os idosos, para que os jovens possam ter mais folga em futuros benefícios previdenciários, quando se aposentarem,

    O vídeo é uma leitura de um laudo de um “cientista” que se mantém em anonimato, que defende que não devamos ter isolamento, exceto de idosos (que morrerão por contaminação por Covid-19) , numa verdadeira limpeza etária, levando os idosos para o cemitério. É isto o que a China e seu “cientista” que ficou em anonimato, propõe em seu manifesto, lido por uma pessoa idônea e que o critica por isso.

    Esta tentativa de crime contra a humanidade, que a carta do “cientista” anônimo produziu, só reforça que o ministro da Saúde, ora demitido por Bolsonaro, tem tentado implantar no Brasil, como a melhor forma de enfrentar a pandemia, ou seja, que tanto jovens, como adultos, como velhos permaneçam em casa, e não saiam às ruas, exceto em situações excepcionais.

    O “cientista” anônimo, alinhado com a China, que domina a saúde no mundo, ainda tem a cara de pau de dizer que os jovens devem ir às ruas para adquirir imunidade, pois, assim fazendo, “apenas” 30 ou 40% desses jovens que segundo o “cientista” anônimo” propõe que voltem a circular pelas ruas, não adquirirão imunidade, e, fatalmente, estes também morrerão por Covid-19.

    Era só o que faltava. E pensar que temos um presidenhte da República que também quer ver implantado um isolamento vertical, isto é, só os velhos ficam em casa e que os jovens passem a trabalhar e circular por aglomerações, ônibus, metrôs, barcas, restaurantes, bares cheios, para que, segundo estima o “cientista” que se mantém em anonimato, cerca de 60% desses jovens conseguirão ficar imunes, mas os demais 30 ou 40% morrerão e, por contato, contaminarão e matarão seus idosos em suas famílias e lares !

    • Ednei de Freitas.
      Só acredito na Ciência, nos cientistas, em pesquisas comprovando a eficácia dos remédios contra qualquer doença, inclusive esse terrível corona, um vírus, que luta para se multiplicar.
      “Cientista anônimo”, é fakenews, o corona vírus é letal, quando encontra um organismo frágil, não somente os idosos, os jovens também.
      O preconceito brutal que existe no Brasil, está colocando na conta do idoso, a proliferação da doença. O pior é que na Itália ocorre a mesma coisa.
      O presidente defende o isolamento vertical, com os maiores de 60 anos confinados em casa, o ministro da Saúde defende o isolamento horizontal, todos em casa. Neste particular, tem carradas de razão o ministro. Se os jovens forem para a rua, quando chegarem em casa, contaminarão os idosos, simples assim.
      Quanto a idiotice trágica, impatriótica e vergonhosa de ataques gratuitos à China, que é o nosso maior comprador de minérios e produtos agrícolas, trata-se de um tiro na cabeça, do povo brasileiro. Isso é um crime de lesa pátria.
      Até o Trump, uma ameba, mandou 23 aviões para a China e voltou com eles abarrotados de produtos hospitalares para os doentes infectados na América Trump desdenhou da letalidade do corona. Estão perdendo de goleada, ele e outros presidentes direitistas, por não acreditarem na ciência. São terraplanistas e anti-Iluministas, homens retrógrados e medievais.
      Não podemos inferir, nesse momento, na linha da conspiração, e da fantasia, que a China tenha fabricado em laboratório esse corona. Se fosse verdade, um líder tinha o direito de provocar a morte do seu próprio povo? Se bem que pode ocorrer mesmo, pois alguns aqui no Brasil querem salvar a economia e desdenhar o número de vidas perdidas. É um paradoxo, tudo isso, mas, sinceramente, não quero crer nessa desumanidade.
      Aliás, tenho ouvido e presenciado líderes religiosos, pregado contra o Humanismo, a Razão e as ideias Iluministas. Estamos vivendo a era das Trevas, em pleno 2020.
      Esse ministro piadista, irônico e inculto, apesar de der nomeado para a Educação, com a missão de acabar com o que resta dela, junto com os Olavistas e Stevan Bannon, vêm na Pandemia do coronavírus, não uma crise humanitária, mas um ponto fora da curva, que pode atrapalhar a reeleição de Trump em outubro e Bolsonaro em 2022.
      Então, podem tentar alguma coisa para atrapalhar o processo eleitoral, visando a perpetuação do poder. Todos que são eleitos depois da Emenda da reeleição sob os auspícios de FHC, querem ficar 20 anos mandando. Nesse sentido, a Pandemia do corona, serve aos espíritos autoritários, pois uma grave crise econômica e o colapso do Sistema de Saúde é a tempestade perfeita para a Decretação do Estado de Sítio. Se os caminhoneiros pararem ou entrarem em greve, provocando desabastecimento e saques aos supermercados, vislumbro um cenário de fogo no paiol de pólvora.
      Contaminações em larga escala e óbitos derivados do coronavírus, eis a receita do caos, no solo brasileiro.

  6. Weintraub, Ernesto Araujo e Damares são os tipos de ministros que agradam o Bolsonaro.
    O filho do Bolsonaro já tinha atacado a China, agora é o Weintraub. Fica a pergunta: qual a finalidade desses ataques sem sentido à China? Será para agradar o Trump? Recentemente Trump disse:” precisamos de máscaras. Não queremos outros adquirindo máscaras. É poi isso que estamos acionado várias vezes o setor de produção de defesa. Você pode até chamar de retaliação porque é isso mesmo. É uma retaliação, se as empresas não derem o que precisamos para o nosso povo, nós seremos mais duros.
    O ministro do interior da Alemanha, Andreas Geisel, disse que o governo americano desviam equipamentos que iriam para Europa e para o Brasil.

  7. Pelas palavras do barnabé do PCC, nota-se que deve ter sido infectado pelo vírus da arrogância, enquanto comia algum morcego na província do grande líder Xixi. O imbecil sabe que a China ainda não comprou o Brasil, mas pensa que pode nos tratar como tratam os tibetanos ou os uigures. Racistas são os outros.

  8. Para Marcelo Copelli o governo chines é perfeito. É um regime livre, democrático, transparente, só quer o bem da humanidade. Me poupe, eles são culpados da epidemia sim! É um povo reconhecidos por todos, que higiene não é o forte. alguém acha restaurante chinês um primor de limpeza? Eles deveriam ser obrigados a doar material hospitalar além de serem processados pelo planeta pela bosta que fizeram . Copelli, já é a quarta epidemia saída de lá. O Dr. Beja informou que cabe processo aquele país. Infelizmente a ideologia do Copelli o cega e tosca. Os chineses estão certos, vai morar lá. Francisco não dá. Aturar o Copelli é flórida. Ele é mais um que vai ter de ruminar o Bolsonaro até 2026. Chora não filhinho, aceita que é melhor.

  9. Fanatismo é doença. Do ponto de vista psicopatológico, fanatismo tem relação com a fuga da realidade. Não respondo a fanáticos para evitar uma discussão estéril e perda de tempo.

  10. Se as críticas e agressões à China redundassem em algo positivo, ótimo.
    Mas, os protestos não amenizarão a letalidade do vírus;
    os chineses poderão decidir não mais nos venderem os produtos e aparatos médicos que tanto necessitamos.

    Quer queiram ou não meus colegas comentaristas, a verdade é uma só:
    O Brasil está de joelhos para o mundo nesta pandemia!

    Eis o resultado de anos sem interesse de nossos governantes na industrialização;
    eis o que acontece às nações que não pensam no povo;
    eis as consequências de se praticar somente políticas vantajosas, salários milionários para os poderes constituídos, e a impunidade concedida aos seus membros;
    eis a realidade brasileira, que nunca se preocupou em pesquisas, hoje à mercê de nações para poder comprar medicamentos e apetrechos hospitalares.

    Diz a experiência que, a pessoa estando numa situação de inferioridade perante a outra, possui duas opções em combate:
    ou foge ou se alia a ela.

    Trata-se no nosso caso com a China.
    Independente dos erros cometidos quando demorou avisar o mundo sobre o coronavírus, arrumar encrenca com os chineses neste momento é dar com os burros n’água.

    Depois do vírus ser debelado, então que o Brasil tome medidas mais drásticas contra os chineses, mas quando a situação estiver mais ou menos parelha:
    a China querendo comprar alimentos, e nos lembrarmos dos danos e prejuízos causados pela pandemia, além das dificuldades que estabeleceu para nos vender sua mercadoria no surto do vírus em nível mundial.

    Agora, somente iremos nos fragilizar mais ainda com o comportamento de ministrozinhos gabolas, ridículos e tolos, que entregarão de bandeja aos chineses, culpados pelo coronavírus, razões para reclamarem da nossa conduta em relação a eles!

    Bolsonaro soube mesmo escolher alguns ministros a dedo!
    Sujo, evidentemente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *