Enfim, a justiça no caso do mensalao


Luiz Tito

A conta da Ação Penal 470, o conhecidíssimo processo do mensalão, está praticamente fechada. A determinação do Supremo Tribunal Federal, com pequenas divergências e contrariando todas as expectativas, especialmente dos autores, dos beneficiados e demais presentes e principalmente do povo, possibilitou que a mão da Justiça alcançasse os responsáveis por tão densa e bem engendrada maquinação de desvios de recursos do erário.

Primeiro foi a tentativa de fazer com que o julgamento se distribuísse na sua competência pela Justiça de instâncias menores, dado o perfil dos réus; mas o STF concentrou sob suas responsabilidades todo processo, ouviu advogados, avaliou provas, refez investigações, julgou todos os recursos interpostos, mesmo sabendo que muitos desses tinham caráter eminentemente protelatório. O mais importante tribunal do país transformou-se em juizado comum para não permitir que fosse acusado de atropelar garantias processuais, cercear defesas, impor verdades.

Depois vieram as incertezas geradas pela aposentadoria de ministros e do próprio presidente no início do processo, Ayres Brito, com cuja autoridade e competência o STF contou em boa parte da condução do julgamento. A nomeação de novos ministros, que parcelas da imprensa e da sociedade identificaram com capacidade de mudar os rumos do processo, atendendo compromissos com quem os nomeou, não surtiu efeito.

Desde o estabelecimento das penas, somente dois casos sofreram modificações pró-réus, mas sem grande substância. Os embargos declaratórios nada mudaram; ao contrário, colocaram cores definitivas naquilo que já havia sido declarado.

DEPOIS, AS PRISÕES

A apreciação dos embargos infringentes, próximas pautas do STF, vai tomar o mês de setembro e talvez um pouco do de outubro, pelo que afirmam os especialistas. Depois serão as prisões decretadas.

Revelado como o maior escândalo de corrupção da história brasileira, o mensalão vai levar vinte e cinco réus, entre políticos, banqueiros, empresários, e outros sentenciados ao recolhimento em celas comuns, nas diversas penitenciárias brasileiras, como resposta à sociedade que muitas vezes não acreditou na eficiência do Judiciário contra políticos, contra ricos, contra, enfim, os que podem pagar bons advogados para procrastinar o julgamento de seus delitos.

A frase dita por Lula numa de suas viagens à Europa, quando interpelado pela imprensa local sobre a gravidade da trama ocorrida em seu governo, reduzindo o episódio ao status de uma prática recorrente em todos os momentos eleitorais, lamentável mas inevitável, deve ganhar mais cuidados se for repetida. Políticos e empresários terão que ficar mais honestos ou cautelosos, mais contidos em suas pretensões. O mensalão deve continuar como maior escândalo de corrupção da história política brasileira. Que esse recorde não seja superado e sua punição também fique na história. (transcrito de O Tempo)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

8 thoughts on “Enfim, a justiça no caso do mensalao

  1. Vá lá, passei 46/47 anos fora do Brazil, assim tanto faz hoje ou o que se fez ontem, fico inclinado ao pressuposto que a brilhante idéia da invenção do País é do mérito de Dom Lulla e seus escudeiros.

    Antonio Rocha (7 de setembro de 2013 até 7:47 pm • Reply):
    Li em um muro de Santa Teresa, RJ:”Quem semeia miséria colhe fúria”. Infelizmente, governos e elites, há 513 anos semeiam miséria, inclusive atualmente nas filas dos hospitais públicos, nos transporte coletivos, no descaso com a educação. Parece que o país está acordando… e quando se acorda a cama fica desarrumada, infelizmente nosso Brasil está assim.

  2. Justiça? Onde? O zé Dirceu deve fugir ou ir para algum lugar certo e não sabido. O zé Dirceu para coisas da ética, do processo civilizatório, da democracia sempre foi um terrorista de miolo mole. Já para planejar roubos a bancos, desviar erário, fazer lobby, ninguém é melhor.
    Por enquanto, só confiscar o passaporte não é suficiente. Ele já deveria estar preso com o bando. Por muito menos em outros tempos, João Bezerra degolou vários. Era a lei!
    Todo caso, os tempos são outros… ele deveria ser condenado a cumprir a pena numa ilha deserta com o Caetano Veloso. Isto seria justiça.

  3. RICARDO BRANDT – Agência Estado

    >>>>>>>>>>>>>> Família de Toninho do PT vai denunciar governo na OEA <<<<<<<<<<<<<<

    Doze anos após o assassinato do prefeito de Campinas Antonio da Costa Santos, o Toninho do PT, a família anunciou que vai denunciar o governo brasileiro à Organização dos Estados Americanos (OEA) por omissão no caso. O advogado da família, William Ceschi, vai argumentar que o Ministério da Justiça negou pedido de entrada da Polícia Federal para investigar a morte, que até hoje é considerada um crime banal.

    Uma força-tarefa criada um ano atrás pelo governo do Estado para investigar o caso também está parada. Toninho do PT foi assassinado no dia 10 de setembro de 2001, quando saia de um shopping de Campinas de carro. Os criminosos passaram e atiraram três vezes contra o carro do prefeito.

    Denúncia do Ministério Público apontou a quadrilha do sequestrador Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho, como autora dos disparos. O grupo estaria em fuga, após um sequestro cometido minutos antes, e disparou contra o carro do prefeito porque ele teria atrapalhado o percurso. Os denunciados não saberiam que no veículo estava Toninho.

    A família recusa essa tese e aponta crime político. Para a viúva, Roseana Garcia, Toninho contrariou interesses de diversos grupos quando foi prefeito. Às 17h30 desta terça-feira, 10, está marcada uma missa no local onde o prefeito foi morto, aos pés da estátua construída em sua homenagem.

    • Nesse balaio merece destaque,também,o assassinato do prefeito de Santo André,Celso Daniel,também do PT,cometido mais ou menos na mesma época e com as mesmas turvas motivações.

  4. “Políticos e empresários terão que ficar mais honestos ou cautelosos, mais contidos em suas pretensões.” ahahahahahah
    Acorda Alice você tá na republico dos bananas…
    É isso que dá ficar transcrevendo artigos desse folhetim mixuruca…..

  5. seria um grande favor se a coluna ignorasse tudo que se refere ao julgamento dos mensaleiros.É uma palhaçada sem fim. 0u coloquem os acusados na cadeia e/ou os soltem. Eu perdí a fé no Barbosão que só fala – mas quem manda é o Levandowsky e os demais juizes.

  6. POVO SEM MEMÓRIA E TELEGUIADO..PELOS “VENTOS” DO SISTEMA…

    Alguém ainda se lembra da roubalheira da era FHC…da era ITAMAR…da era.. COLLOR…

    da era …SARNEY…..? ALGUÉM AINDA SE LMEBRA ?

    O PT (PARTIDO DOS TRAIRAS ), NÃO É ÚNICO..NESSA SANGRIA…SE MANDA EM CANA O PT…
    Tb..deve ir …PSDB ( NESTE TB SÓ TEMOS …LADRÕES ), PFL ( ATUAL DEM ), E TODOS DIGO

    TODOS OS ENVOLVIDOS EM ROUBOS PÚBLICOS NÓS ÚLTIMOS 30 ANOS ( DA ERA SARNEY ATÉ O PT).

    Tem muita gente hoje “senador” e “Dep. Federal ” que no passado…ROUBOU..MAS ROUBOU

    MUIIITTTO…Se alguém AINDA TEM DÚVIDA e aqui fica só batendo no PT…ENTÃO QUE
    BUSQUE ..NOS ARQUIVOS DA TRIBUNA DA IMPRENSA..E LEIAM OS ARTIGOS DO NOSSO QUERIDO HÉLIO,
    LÁ VCS VÃO VER ..O QUE O PT FEZ É FICHINHA DIANTE DOS ROUBOS JÁ COMETIDOS….

    MAS ..A “MODA” AGORA É SÓ BATER NOS TRAIRAS DO PT…. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    YAWHE SEJA LOUVADO..E ADORADO..O “RESTO” É PAPO FURADO…

    Carlos de Jesus.Salvador- Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *