Enquanto existirem pessoas de bem, há motivos para esperança

Francisco Vieira

Acredito que enquanto existir uma pessoa de bem neste País do Fim do Mundo, ainda haverá esperança. Vejam esta reportagem do Jornal do Brasil:

###
UMA LIÇÃO DE VIDA

“Um pedreiro da cidade de Catalão (GO) encontrou na rua, na última sexta-feira, uma pasta contendo cerca de R$ 52 mil em dinheiro e cheques pré-datados. Já no dia seguinte, ele encontrou os donos – uma escola particular da cidade – e devolveu toda a quantia. Em troca, seu filho mais novo ganhou uma bolsa de estudos integral.

A pasta foi perdida por volta das 17h40 de sexta pelo diretor administrativo da escola, Adair Silva Rosa, que levava o dinheiro para ser depositado. “Eu saí com mais de uma pasta da escola e coloquei todas no banco traseiro do carro, que estava estacionado próximo à escola”, disse Adair. Quando chegou em casa, o diretor deu por falta do dinheiro. Fez o caminho de volta e procurou, mas não encontrou a pasta.

“Entrei em desespero. Anunciei em rádios e fiz registro de ocorrência na polícia. Pedi muito a Deus que caísse nas mãos de uma pessoa honesta”, disse.

Um homem de bem

Nesse meio tempo – pouco antes das 18h – o pedreiro Wellington Rodrigues Barbosa, 43 anos, passou de moto na rua próxima à escola com sua filha e encontrou a pasta. Ao chegarem em casa, abriram e viram que continha uma grande quantia em dinheiro. “A única pista era um papel escrito ‘cantina’. Imediatamente tentei achar o dono. Fui a uma rádio e a um estabelecimento comercial, mas nada”, disse. Segundo Wellington, outro de seus filhos conhecia um ecônomo da escola, então entraram em contato e encontraram os donos.

Já no sábado, o dinheiro foi devolvido. “Eles me abraçavam e choravam. Todos ficamos muito felizes. Em momento algum eu pensei em ficar com o dinheiro, apesar de não negar que ele me ajudaria muito”, disse o pedreiro. Além da bolsa integral para o mais novo dos três filhos de Wellington – que vai cursar do 9º ano ao 3º colegial – o pedreiro também ganhou uma recompensa em dinheiro.

Para o diretor Adair, a atitude foi uma demonstração de caráter. “Sabemos que existem muitas pessoas honestas nesse País. São pessoas humildes, porém dignas de todos os elogios.”

Apesar da quantidade de bandidos existentes em todas as classes sociais, ainda temos chance…

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *