Enquanto Obama ADIA seus planos de guerra na Síria, “SEM TROPAS”, Putin (ex-KGB) “goza” o presidente americano. No Brasil, a corrupção é debatida na televisão e se localiza nos “elefantes brancos” do Panamericano e da Copa.

Helio Fernandes

Depois da reeleição, Obama não acerta uma. Desgastado, resolveu que tinha como obrigação “punir” a Síria pela utilização de “armas químicas” contra os rebeldes. Só que tudo o que disse, coordenou e se preparou para executar, saiu errado. (O que jornalistas, articulistas, editorialistas, colunistas e comentaristas de televisão, sem exceção, disseram: “O tiro saiu pela culatra”. Quanta vulgaridade, que tolice ao execrarem a própria língua).

Excesso de arrogância de Obama, a convicção de que cumpria “missão divina”, já que, como presidente dos EUA, se considera acima de tudo e de todos.

Na quarta-feira, falou: “A última palavra, a final e definitiva, será minha”. E concluiu: “Em hipótese alguma haverá  ENVIO DE TROPA”.

O mundo inteiro entendeu. Quando Obama decidir, apertará um botão e pronto: lá se foram as “armas químicas”. Segundo o presidente, é o único objetivo dessa “guerra de longe” (a Síria fica a 200 quilômetros de onde estão os bombardeiros americanos. Sem falar nos da França e da Grã-Bretanha, aliados e coalizados, em territórios diferentes, mas também distantes. (Até este repórter acreditou que no sábado para domingo ou no domingo para segunda, tudo teria começado).

OS CINCO PONTOS DE OBAMA
PARA ESSA GUERRA INÉDITA

1 – Seu Poder de decidir sozinho, sem intervenção ou autorização de ninguém.  2  – Nessa questão, o presidente tem a última palavra, não precisa ouvir o Congresso. 3 – Está garantida a coalizão com a França e a Grã-Bretanha. 4 – O apoio da ONU, sem qualquer restrição. 5 – Não haverá impacto da opinião mundial, a ação durará apenas dois ou três dias.

Puxa, que vergonha para o presidente do país tido e havido como o mais importante do mundo, enquanto a China não supera as dificuldades internas e ultrapassa a diferença “hierárquica” com os EUA. Vejamos o que aconteceu com os cinco ponto assinalados, referendados e garantidos por Obama.

1 – Obama não tem nenhum PODER de DECIDIR sozinho. Ao contrário do que afirmou, precisa da AUTORIZAÇÃO do Congresso.

2 – Mesmo seus partidários democratas estão contra, com ligeiras exceções. Os republicanos, nem se fala. Como o Congresso só se reunirá no dia 9 (próxima segunda-feira), Obama decidiu esperar. Sete dias de expectativa e não de ação.

3 – A “entente cordiale” com a França e Grã-Bretanha não se concretizou, uma parte por motivos e razões históricas. Na Câmara dos Comuns, o partido do primeiro-ministro vetou o “acordo”, Cameron lamentou, mas não pôde fazer nada. Se insistisse, seria derrotado e provavelmente demitido. O que chamei de “razões históricas” estão muito longe. Desde 1776, quando os bravos conspiradores que se reuniam na Filadelfia desafiaram a Grã-Bretanha, com aquele belo Manifesto redigido por Thomas Jefferson.

Surgiu aí a Guerra da Independência, quando as 13 províncias sem nome derrotaram a poderosa senhora do mundo, que teve de se render em 1782. Tiveram o apoio da França, a Grã-Bretanha jamais esqueceu o fato.

Tanto que em 1800, tentaram incendiar a capital americana, que ainda não se chamava Washington, ele já não era mais presidente, só que vetou usarem sem nome na capital (tenho que parar no episódio)

Com isso lá se foi a COALIZÃO, a França “ficou”, mas hesitante.

4 – O apoio “incondicional da ONU” foi bobagem mesmo, inacreditável. Obama sabe que tudo na ONU tem que passar pelo Conselho de Segurança (órgão ao qual o Brasil tanto gostaria de pertencer, não vale nada). Esse Conselho tem 15 membros, precisa de 9 votos para qualquer aprovação, votos fáceis de obter ou até requisitar.

Só que Obama, mesmo que obtivesse 13 dos 15 votos do Conselho, não serviriam para nada.  Seriam superados pelos VETOS de Rússia e China. Inevitáveis e inarredáveis. Da mesma forma que os EUA, têm vetado muita coisa.

5 – A opinião pública do mundo inteiro está contra qualquer guerra, mesmo que se “trave” de longe, possa ser chamada de “cirúrgica”, com os artilheiros usando luvas para não se contaminarem.

Mesmo internamente, Obama não sensibilizou ninguém. Uma “pesquisa meio escondida”, ficou decepcionada. Ninguém queria se manifestar. Mesmo sem aparecer, ficaram em silêncio. Sinal de que “uma guerra de dois ou três dias não preocupa os americanos”.

OBAMA DIZ QUE NÃO DESISTIRÁ

É possível, é possível. Mas como seus cinco pontos foram totalmente destroçados, terá que correr riscos, principalmente internos. O vice Joe Biden, que pretende (ou pretendia) ser o sucessor de Obama, em todas as reuniões aparece insatisfeito. Visivelmente.

Nixon, eleito em 1968, assumiu em 1972 já abalado, ameaçado, intimidado. E afinal obrigado a renunciar para não ser derrubado. Nixon não tinha vice, a Casa Branca foi ocupada pelo presidente da Câmara, Gerald Ford.

OBAMA RIDICULARIZADO E ENFRENTADO

O ex-KGB Putin, desde quinta-feira não sai das televisões. Não apenas da Rússia, mas do mundo e falando para o mundo. Contesta Obama abertamente, o mínimo que diz, em tom de desprezo: “Se o presidente dos EUA tivesse provas de que o presidente Assad usou armas químicas, bastaria mostrar essas provas”.

Jamais falou assim a respeito de Obama. E foi mais longe, perguntando-afirmando: “Por que o presidente Assad usaria armas químicas, se está ganhando a guerra?”. Como Obama garantiu que vai esperar até o dia 9, Putin vai se divertir muito, como fazia nos tempos da KGB.

A PALAVRA DO PAPA

Ontem, Francisco se manifestou contra as guerras. Mas fez questão de incluir a Síria no discurso. Textual: “Temos que fazer um apelo contra as guerras, seja na Síria ou em outro lugar”. Não foi acaso que o Papa chamou a atenção do mundo.

###
PS – Quando Stalin estava no auge, o Papa fez um discurso duro contra ele. Tranquilo, mas certamente preocupado, perguntou: “Quantas Divisões ou Regimentos tem esse Papa?”. Obama ainda terá que ouvir muito até decidir. E sem represália da sua parte.

PS2 – Insensato, arrogante, decepcionante, jogou fora todo o capital acumulado pelos mais diversos motivos. Acreditou no que dizem, “a melhor defesa é o ataque”, ficou vulnerável e em posição quase indefensável. Se esperar mesmo a autorização do Congresso, antes disso pode até se REABILITAR. Como? Ele foi tão longe, que deve saber.

ALDO REBELO E OS
“ELEFANTES BRANCOS”

O ministro do Esporte estava sendo entrevistado ontem no ESPN, num excelente programa, chamado “Bola da Vez”. Os entrevistadores faziam restrições aos gastos elevados com estádios, que custaram fortunas, e não serão aproveitados.

O ministro se irritou, supostos comunistas não gostam de críticas ou contestações. Revidou: “Vocês questionam as arenas (é estádio, ministro), mas não fazem qualquer restrição ao Teatro Municipal, também construído com dinheiro público.

Ah!, ministro, entrou um “elefante branco” no seu conhecimento. O Teatro Municipal, doação T-O-T-A-L do governo da França. É exatamente igual ao Teatro da Opera de Paris. Foi inaugurado em 14 de julho de 1909, o presidente era Nilo Peçanha, que como vice, substituía Afonso pena que havia morrido.

CESAR MAIA-EDUARDO PAES

O próprio ministro do Esporte deveria questionar e imediatamente investigar o que aconteceu com o Engenhão. Na construção e na irresponsabilidade da insegurança do público, “com ventos” até de pouca velocidade, tudo isso muito acima do preço convencionado, na administração (?) Cesar Maia.

A PARTICIPAÇÃO DE EDUARDO PAES

O estádio foi construído para os Jogos Panamericanos de 2007. Com Cesar, lógico. Ia ficar como “patrimônio” popular, tudo desapareceu. Paes foi eleito, tomou posse, logo, logo descobriu que o estádio não tinha segurança, interditou-o cinco anos depois.

Por que tanto tempo? O indispensável para que a empreiteira amiga (dele, de Cesar Maia e de cabralzinho) se livrasse de pagar qualquer coisa.

Agora recomeçam, não ficará pronto para a Copa de 2014. E o custo da “reconstrução”? Alucinante, bem na “cara” de administradores alucinados.

###
PS – E por hoje nem quero falar nos gastos espantosos do governador cabralzinho com o Maracanã. E Rebelo como ministro. As denúncias COMEÇAM com o custo de 1 bilhão e 200 milhões, fora todo o resto. É imprescindível que esse “maracanaço” de cabralzinho e os parceiros, seja investigado.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

19 thoughts on “Enquanto Obama ADIA seus planos de guerra na Síria, “SEM TROPAS”, Putin (ex-KGB) “goza” o presidente americano. No Brasil, a corrupção é debatida na televisão e se localiza nos “elefantes brancos” do Panamericano e da Copa.

  1. Caro Helio, O ministro Aldo, só vai “fiscalizar” os gastos nababescos com esses “pão e circo”, quando a “Srª Galinha criar dentes”; quantos mais mergulharam nesse “oceano de lama da corrupção!?, com a “grana do Cidadão idiota e palhaço”.
    Que paulada, tu destes, com o “Theatro Municipal”; peço a Deus que te de muita saúde e vida longa, para a defesa da “CIDADANIA”, tão massacrada pelos governantes dos três poderes.
    Os politiqueiros deveriam ao menos ler a Prece de RUI BARBOSA: “DEUS”, e a Poesia/Prece: Tenho Vergonha de mim em ser honesto.(acrescento Prece, como ato de contrição)

  2. Toda essa história sobre a Síria, digo, a tentativa sionista/ocidental de implantar na Síria a chamada “primavera árabe”, (que de árabe nada tem), só serviu para reestabelecer a Rússia como Potência Mundial atuante no tabuleiro das nações. A China não precisava dessa história. Mas para a Federação Russa, ela veio como um manjar.
    Bem você falou acima, prezado Hélio, que Putin deve estar sorrindo. O mundo inteiro está de olho na Rússia.
    Meu velho pai, catolissíssimo e ultra conservador (filho de pai e mãe nascidos na Síria) e que pertenceu àquela associação fascista católica batizada de “Ação Católica”, meu velho pai, amigo de Alceu Amoroso Lima (Tristão de Ataíde), dizia que o perigo não era o comunismo, mas o perigo (repito) era a RÚSSIA.
    Graças à tal de coalizão, a Rússia está novamente se projetando, como nos tempos de Stalin.

  3. Frabicar provas contra o governo Síro não está sendo tão fácil como no Iraque,o sonho deles é ver mais um presidente não alinhado com seus interesses sendo arrastado morto pelas ruas como na LÍBIA,e logo em seguida seria a vez dos cristãos que viveram em paz até o inicio dessa “revolução”sustentada por mercenários e extremistas e patrocinada por países que as combate quando em seus domínios,os seus interesses acima de tudo,e mais despresível é a conveniência de muitos em acreditar nessa montagem de foi o governo Sírio que usou armas químicas e que os donos do mundo tem ir lá e resolver isso(bando de hipócritas).

  4. Helio e comentaristas, perdoem-me por desobedecer a pauta, mas quero registrar aqui minha mais absoluta indignação e revolta diante da DEMISSÃO do médico clínico geral brasileiro, Dr LUCCAS SALVADOR SALOMÃO, que atuava em São Gabriel de Cachoeira/ Amazonas.
    Foi afastado e até dispensado do Aviso Prévio, em função da chegada de médicos do Mais Médicos. Claro. Governo canalha! Governo covarde! Até com a SAÚDE e a VIDA de quem já não tem nada, estes crápulas pensam (?) em GANHAR DINHEIRO SEMPRE!!!
    A Vida, para eles é um NEGÓCIO COMERCIAL!!!
    Que sejam (muito) bem vindos os médicos que estão chegando, não importa suas nacionalidades: mas DEMITIR OS NOSSOS, que JÁ ESTÃO atuando naquelas áreas esquecidas e abandonadas é um CRIME HEDIONDO!!!
    Helio!!! Estamos todos numa boate KISS de gigantescas dimensões!!! Somos obrigados a respirar esta imundície, esta desumanidade, esta excrescência exalada por uma GANGUE CRIMINOSA!!!

  5. Dois pesos e duas medidas.
    Graça Salgueiro nos alerta sobre o programa “ Mais Médicos”.

    … Quando o povo brasileiro abrir os olhos já será tarde demais. Que o diga a Venezuela que não quis dar ouvidos a quem sabe quem são os ditadores Castro e hoje já é um país miserável, onde falta até papel higiênico. Como em Cuba.

    Mais aqui: http://heitordepaola.com/

  6. A Russia com sempre é fogo de palha. O Putinho disse que iria bombardear a Arábia Saudita caso os EUA atacassem a Síria. Mais uma bravatinha.

  7. Deu no TERRA.COM agora.

    Morre Nelson Mandela, a lança da nação africana
    Terra Brasil – ‎há 38 minutos‎
    Aos 94 anos de idade, desaparece um dos libertadores da África Colonizada e um dos últimos campeões africanos que lutou contra o colonialismo europeu. Nelson Mandela, nascido em 18 de julho de 1918 na cidade de Qunu (África do Sul), pertenceu a …

  8. Realmente Nixon não tinha Vice quando renunciou. O seu Vice (Spiro Agnew) renunciou antes de Nixon. Por esta razão a Presidência foi ocupada por Ford (Presidente da Câmara).
    O que deu na cabeça deste moço (Obama)? Que decepção. Obama foi eleito com o slogan; ” YES WE CAN “. “SIM, PODEMOS FAZER UM MUNDO DIFERENTE”. Porém, Obama agora está cada vez mais parecido com o Bush Filho.

  9. É chegada a hora?

    “ Depois da reeleição, Obama não acerta uma. Desgastado, resolveu que tinha como obrigação “punir” a Síria pela utilização de “armas químicas” contra os rebeldes. Só que tudo o que disse, coordenou e se preparou para executar, saiu errado. (O que jornalistas, articulistas, editorialistas, colunistas e comentaristas de televisão, sem exceção, disseram: “O tiro saiu pela culatra”. Quanta vulgaridade, que tolice ao execrarem a própria língua).”…

    Os motivos por detrás de tanta trapalhada aguardam as devidas explicações, mas que até agora, foram capazes de evitar mais destruições e sangue derramado do desesperado povo da Síria, que ansiosamente, ainda continua aguardando um possível mortífero e destruidor bombardeio de foguetes dos EUA, novamente, contra o sofrido e espoliado povo árabe.

    Também o mundo inteiro, em horas como essa, continua de prontidão aguardando o desencadeamento do conflito final, derradeiro e último, em devastadora guerra nuclear, possibilidade essa, sempre renovada nas ações bélicas dos EUA contrapondo interesses da Rússia e da China.

    Dessa angustiante espera, o engraçado foi ver o presidente da França, François Hollande, ser deixado de bunda de fora em plena praça pública da política mundial. Grande paspalho.

  10. Caro Jornalista,

    O BRASIL querer fazer parte do Conselho de Segurança da ONU, mesmo sem poder de veto, é a mesma coisa que um EUNUCO gastar tempo e dinheiro com NAMOROS…

  11. E agora, é hora Golfe (Ou Putin 1, Obama 0)

    http://www.zerohedge.com/news/2013-08-31/and-now-its-golfing-time-or-putin-1-obama-0

    Al Qaeda apela ao Egipto, Síria renunciar paz e ‘juntar Jihad’

    http://voiceofrussia.com/news/2013_09_01/Al-Qaeda-calls-On-Egypt-Syria-to-renounce-peace-and-join-Jihad-0353/

    Enquanto Arack de Obama joga ténis vladimir Putin joga xadrez!!

    http://www.itar-tass.com/en/c154/858612.html

    Al Qaeda apela ao Egipto, Síria renunciar paz e ‘juntar Jihad’

    http://voiceofrussia.com/news/2013_09_01/Al-Qaeda-calls-On-Egypt-Syria-to-renounce-peace-and-join-Jihad-0353/

    Quem se beneficia com uma guerra entre os Estados Unidos ea Síria?

    http://theeconomiccollapseblog.com/archives/who-benefits-from-a-war-between-the-united-states-and-syria

    Síria, Pipeline Política, da OPEP e do USDollar

    http://news.goldseek.com/GoldenJackass/1377892800.php

  12. Prezado Paulo Solon

    A arma química foi proibida por ser de fácil fabricação, por isso mesmo, bem ao alcance do pobre, desmoralizando a sofisticada indústria bélica dos ricos? Ou seria por questões morais (pasmem), dado que a morte por gases químicos seria muito mais sofrida do que morrer esquartejado, dilacerado, mutilado ao ser atingido por uma arma dita convencional? Afinal, porque foi proibida?

    • Bom, barato com uma resposta eficiente, colocar o armamento químico ao lado do nuclear é um disparate, os armamentos convencionais tem o poder de destruição tanto quanto de uma bomba atômica com a diferença de um efeito retardado, em vez de usar uma bomba com 20 quiloton de TNT eles usam várias!!

Deixe uma resposta para Francisco Vieira Brasilia-DF Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *