Era ilusão achar que Bolsonaro se livraria de Olavo de Carvalho e do filho Zero Dois

Resultado de imagem para olavo de carvalho charges

Charge do Iotti (Zero Hora)

Carlos Newton

Quando o escritor Olavo de Carvalho ultrapassou todos os limites e atacou o ministro Santos Cruz e o general Villas Bôas, no último dia 7 o presidente Jair Bolsonaro foi “convidado” para um almoço fora da agenda com a cúpula das Forças Armadas no quartel-general do Exército, conhecido como Forte Apache. O que foi conversado nessa ocasião “nem às paredes confesso”, diria a grande cantora Amália Rodrigues. Sabe-se que o presidente enquadrou Olavo de Carvalho e os filhos, o Planalto até voltou a ter uma certa tranquilidade, mas foi uma ilusão julgar que Bolsonaro tinha se livrado das influências externas.

As manifestações desse domingo têm a grife do guru virginiano e dos filhos olavistas (ou “olavetes”, como o filósofo gosta de chamar os alunos). Convocá-las foi uma iniciativa que não resiste a análises e soou falso desde o início.

NAS REDES SOCIAIS – A decisão de promover essas manifestações surgiu nas redes sociais que apoiam o presidente, desde sempre comandadas por Carlos Bolsonaro, o Zero Dois, que não dá uma tossida sem pedir orientação a Olavo de Carvalho.

Vaidosamente, o chefe do governo aceitou a homenagem, que tem o objetivo de esculhambar Câmara, Senado e Supremo, ao defender a Lava Jato e o pacote anticrime do ministro Moro. É uma versão bolsonarista do Samba do Crioulo Doido, e estrategicamente ficaram de fora a reforma da Previdência e a dívida pública, porque há dúvidas se o povo apoia o governo em relação a esses explosivos temas.

Mas de repente surgiu no noticiário um tsunami chamado Janaina Paschoal, que ousou dizer que o rei está nu, julga-se “enviado por Deus” e convoca uma manifestação para ser elogiado pelo povo. As pessoas então começaram a acordar.

COISA DE LOUCO – Como é óbvio que a deputado Janaina Paschoal tem toda razão, a cúpula do PSL se reuniu nesta terça-feira e decidiu que não vai apoiar a manifestação – quem quiser ir que vá. Realmente, é coisa de louco, só pode ter partido das mentes olavianas, que vivem em permanente delírio teórico e não respeitam a realidade.

Os autores da ideia não percebem que, por mais pessoas que as manifestações coloquem nas ruas, o resultado será sempre zero. Ao incentivar ataques ao Congresso, o presidente não ganhará adesão de nenhum parlamentar indeciso – pelo contrário, pode até perder apoio.

Em tradução simultânea, pode-se dizer que o capitão passou 28 anos na Câmara e não entendeu como aquilo funciona. Pensa que pode fazer com que o povo pressione os parlamentares, mas isso “non ecziste”, diria Padre Quevedo a Bolsonaro, que é volúvel em matéria de religião, não se sabe se é católico ou evangélico.

###
P.S.
1Se verdadeiramente conhecesse a Câmara, Bolsonaro saberia que não há o menor risco de ser recusada a Medida Provisória 870, que reduziu o número de ministérios. O Congresso não gosta de Medidas Provisórias, considera intromissão do Executivo no Legislativo, e realmente é isso que se verifica. Sem empolgação, toda Medida Provisória é votada sempre na chamada undécima hora. Nada de novo na frente ocidental, não adianta se estressar. Aliás, quando uma Medida Provisória caduca, geralmente é o governo que se arrepende e pede que não seja aprovada. 

P.S. 2Janaina Paschoal tem razão também quando diz que Bolsonaro precisa parar se fazer drama e começar a trabalhar. Ser presidente é missão difícil e penosa, ele deveria ter pensado nisso antes de se lançar candidato. (C.N.)  

25 thoughts on “Era ilusão achar que Bolsonaro se livraria de Olavo de Carvalho e do filho Zero Dois

  1. Impressionante Sr.Carlos Newton, não é possível que tudo seja conspiração do Sr.Olavo de Carvalho. É muito comum em conversas com amigos e principalmente com motoristas de caminhão, pois eu trabalho em uma concessionária de caminhões, ouvir que o povo precisa acordar e protestar, e quando isso acontece o Sr.fala de que nada adianta. Sendo assim é melhor entregarmos a chave do Brasil para o cafajeste do Rodrigo Maia e os picaretas do centrão e que Deus nos ajude.

    • Como é que vocês bolsonarianos empedernidos são pró-povo nas ruas, seus malandro$, se quando a juventude revolucionária, apartidária, consciente, que representa o trigo (nas ruas desde Junho de 2013, que de fato quer a mudança de verdade do Brasil de modo a torná-lo melhor para todos), sai às ruas, pacificamente, vocês, ou o “Minto” e seus pimpolho$, vêm atrás e jogam em cima dos jovens os famigerados “black blocs” e seus milicianos violentos como pretexto para justificar a violência policial contra a garotada sadia, ou faz a besteira de rotular os jovens como “idiotas” tentando desqualificá-los e de quebra chamam manifestações do tipo joio para sufocar as boas intenções da juventude sadia, provocando-a para a briga de rua, que não convém ao país e muito menos à população que quer apenas Solução benéfica para o Brasil e as suas vidas e nada mais do que isso ? Pois então, se vocês acham que o Brasil continua sendo um país de otários que não sabem separar as coisas, o joio do trigo, pois então vão em frente, queremos ver quem e quantos são vocês dos motes fakes nas ruas a está altura do campeonato da estupidez humana nesta terra que ainda acredito seja de fato de Deus Nosso Senhor, embora, às vezes, pareça do Capeta.

  2. Newton, pare de espalhar Fake News! Olavo NUNCA criticou ou ofendeu o General Villas Boas. Olavo, atacou sim, os generais melancias.

    Janaína Paschoal NÃO MANDA na vontade popular, nem o Bolsonaro manda. É muita pretensão da parte dela, que esta cada vez mais confusa. A influência política dela é NULA. Se tiver alguma influência, é com a Impren$a.

    O Capitão sabe sim como funciona o Congresso. E por saber muito bem como funcionam as coisas, montou ministério e esta governando sem o toma-lá-da-cá. Por isso a gritaria das corporações…

    Tribuna da Internet, Impren$a e Movimento Bunda Lêlê (MBL), tudo a ver !!!

  3. “O Congresso não gosta de Medidas Provisórias”. Não gosta de quais? Existem aquelas que, a depender da sobriedade e retidão dos senhores parlamentares, poderão transitar incólumes por todo século. Talvez não gostem tanto que sequer querem vê-las em sua frente, mesmo valendo como se lei fosse.

  4. Olavo tem razão!

    “Os autores da ideia não percebem que, por mais pessoas que as manifestações coloquem nas ruas, o resultado será sempre zero.”

    A imprensa está trabalhando forte para evitar que as pessoas participem do ato e assim mostre que Bolsonaro tem apoio da população.

      • Relembrando o que Bozolado disse ao Mourão no dia 28 de Outubro: – ” Não podemos errar, não podemos errar…”

        E errou !!!!!!

        Avisem ao presunto, essa cagada nao vai cair nas costas dos militares.
        Bozolado, Olavio, os 3 patetas, a porca, o lorenzeti, a goiabona, vao todos ser cagados pra fora do governo. Acabou!

  5. A esquerda ou Centrão esquerda continua unido tentando derrubar a manifestação do dia 26. Para entendimento dos psicopatas da esquerda ou adoradores de Marx, a manifestação já cumpriu seu papel com o Congresso já admitindo que votará as pautas para o país sair do atoleiro. Mas, tem gente que insiste com a tese de pior para Bolsonaro não se reeleger. E depois Bolsonaro é o golpista. Assistindo a série de Escobar nós entendemos o comportamento psicopata da esquerda.

  6. As Incertezas do Capitão Plantam e Alimentam o Clima de Derrota: Helio Fernandes

    Expulso do Exército, despreparado,desinformado, desqualificado estarrecedoramente chegou a Presidente depois de “30 anos de inutilidade” cuidadosamente planejada e executada.

  7. O Congresso que temos é esse que está aí, não adianta ficar acusando-o de uma série de vícios ruins, é com esse Congresso que o presidente tem de governar.
    O presidente chegou ao Planalto com as mãos abando, sem nenhum projeto de nação, sem cultura, despreparado politicamente, com ideia fixa contra o comunismo e socialismo, que só existe na cabeça dele,
    Desde o Tempo do General Geisel e do Jarbas Passarinho, sabia-se que Bolsonaro era extremista da direita.
    A ligação do Bolsonaro com Olavo de Carvalho é que os dois têm obsessão por uma ideologia extremista arcaica.
    Vinte e oito anos como parlamentar só serviu para gozar dos prazeres do poder e utilizar a verba do auxílio moradia para comer gente, como ele disse.
    Bolsonaro não tem jeito, é como o pau que cresce torto, vai morrer torto. Torço por um milagre: Bolsonaro se afastar do Olavo de Carvalho, mandar seus filhos calarem-se e aconselhar-se com os militares do governo, que querem o bem do Brasil e seguir os seus conselhos.

  8. Carlos Newton, você escreveu que “Bolsonaro, que é volúvel em matéria de religião, não se sabe se é católico ou evangélico.”

    Não é católico nem evangélico. O comportamento dele parece mais o de um “macumbeiro dissidente”, com pós graduação em Codó, Maranhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *