Era só o que faltava! Candidato a ministro da Saúde é contra direito de voto a mulher

Cotado para Ministro da Saúde, Ítalo Marsili já está em Brasília ...

Ítalo Marsili, mais uma debiloide indicado por Olavo de Carvalho

Pedro do Coutto

Inacreditável, mas foi o próprio médico Ítalo Marsili quem afirmou esse absurdo obscurantista. Está cogitado para ser ministro da Saúde do governo Bolsonaro e, segundo o repórter Guilherme Caetano, o tal Marsili tem o apoio dos filhos de Jair Bolsonaro. A nomeação, que já era difícil, tornou-se a meu ver impossível. Ítalo Marsili atravessou o túnel do tempo, foi à Grécia antiga e atribuiu a Platão a ideia de que a mulher não deveria votar na democracia grega.

Para mim, a colocação de Marsili é extremamente absurda e preconceituosa. Entretanto, acentua o repórter, ele tem o apoio também do filósofo Olavo de Carvalho, conhecido por seu alinhamento na extrema direita.

DIZ SER PSIQUIATRA – Penso que o médico, que se afirma psiquiatra mas não registrou seu diploma na Psiquiatria, não deverá ser nomeado. Isso porque ontem o ministro interino general Eduardo Pazuelo escolheu nove militares para as diversas chefias da Pasta. Não é comportamento de quem está interino no cargo. 

O candidato Marsili vem desenvolvendo articulações nos últimos dias. Obteve o apoio de alguns deputados do PSL. Retornando do túnel do tempo, destaca suas qualidades para assumir o ministério da Saúde. É o fim do mundo, acrescento. 

###
DECISÃO DE CELSO DE MELO SAI ATÉ SEXTA-FEIRA

A decisão do ministro Celso de Melo a respeito da divulgação total ou parcial do vídeo da reunião do ministério de 22 de abril, segundo Ítalo Nogueira, Folha de São Paulo, estará concluída até sexta-feira. Na minha opinião, a divulgação deverá ser total. Inclusive existem dois pontos inegáveis. O primeiro envolve o fato de o próprio presidente da República ter afirmado que de fato interveio na Polícia Federal, a partir do momento em que reclamou sua iniciativa de substituir o superintendente no Rio de Janeiro.

Portanto, esse lado da questão confirma a interferência. Isso de um lado. De outro, vai depor hoje na PF o empresário Paulo Marinho, que na entrevista à Folha de domingo revelou ter havido vazamento que permitiu ao senador Flávio Bolsonaro tomar conhecimento do rumo do inquérito sobre o caso Fabrício Queiroz. 

FUNDO BILIONÁRIO – O PL, partido que se inclui no Centrão, liderado por Valdemar da Costa Neto, ganhou de Bolsonaro a diretoria do Fundo Nacional de Educação. A verba do FNDE para este ano totaliza 54 bilhões de reais.

Em seu artigo de ontem de O Globo, Miriam Leitão interpretou como erro a politização da Economia, iniciativa assumida pelo ministro Paulo Guedes, que parece não ter o perfil de articulador. Guedes se lança contra os adversários do governo Jair Bolsonaro. Com isso reduz o campo das articulações em face de suas afirmações que não expõem uma atuação no sentido da ampliação de direitos e da renda proporcionada pelo trabalho. 

Este é o panorama de hoje. Vamos esperar a decisão de Celso de Melo para podermos analisar o amanhã.

5 thoughts on “Era só o que faltava! Candidato a ministro da Saúde é contra direito de voto a mulher

  1. Essa decisão do ministro Celso de Melo a respeito da divulgação total ou parcial do vídeo da reunião do ministério de 22 de abril está até parecendo gestação de elefanta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *