Escândalo da poluição envolve 11 milhões de carros da Volks

Deu na ANSA

Ao menos 11 milhões de carros fabricados pela Volkswagen estariam envolvidos no escândalo de violação de normas antipoluição, admitiram nesta terça-feira (22) representantes da companhia alemã.

A Volks tinha confessado no fim de semana ter usado intencionalmente em seus carros a diesel um sofisticado software criado para enganar os controles de emissões de poluentes nos Estados Unidos. O caso fez com que as ações da empresa despencassem nas Bolsas de Valores mundiais e provocassem reações em organismos de controles ambientais de vários países.

As ações da montadora caíram 18,6% no pregão de Frankfurt na segunda-feira (21), em seu pior resultado em sete anos. Na abertura dos mercados nesta terça-feira, os papéis da empresa registravam queda de 20% e eram negociados a 106,80 euros (R$ 476,33).

CORÉIA DO SUL

Além dos EUA, a Coreia do Sul pretende abrir uma investigação sobre os carros da montadora alemã para descobrir se as normas contra emissões de gases poluentes também foram violadas no país.

De acordo com o vice-diretor do Ministério do Meio Ambiente sul-coreano, Park Pan Kyu, entre quatro mil e cinco mil automóveis importados dos EUA desde 2014 serão inspecionados.

“Lamento profundamente ter quebrado a confiança dos clientes”, diz Winterkorn

O escândalo da Volkswagen também será discutido no Parlamento alemão, chamado de Bundestag, na quinta-feira (24). O caso está assustando a economia local, levantando especulações sobre as consequências para a indústria automobilística alemã.

NA EUROPA

“Pelo bem dos consumidores e do meio ambiente, precisamos ter certeza que a indústria respeite escrupulosamente os limites de emissões nos carros”, disse à ANSA a porta-voz europeia para o mercado interno e indústria, Lucia Caudet.

A empresa deverá destinar 6,5 bilhões de euros (R$ 29 bilhões) para cobrir prováveis custos com o escândalo, informaram representantes da montadora à agência Bloomberg. A Volks pode ser multada em quase US$ 20 bilhões (R$ 79,6 bilhões) e ser obrigada a retirar do mercado dos EUA cerca de 500 mil carros vendidos desde 2008.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO GLOBOEste escândalo serve para justificar o Dia Internacional Sem Carro, que transcorre hoje. (C.N.)

5 thoughts on “Escândalo da poluição envolve 11 milhões de carros da Volks

  1. -Dia Mundial sem Carro é para país sério, que tem metrô, trem de carga e de passageiros!

    -Nesta FAZENDA, onde o transporte sobre trilhos foi posto de lado pelos governantes – provavelmente por conta de alguns PIXULECOS recebidos das MONTADORAS, dia sem carro é dia sem transporte, dia sem trabalho, dia sem condução, haja vista o nosso transporte público ser UM LIXO!

    -BACANA dar uma de gostoso e de politicamente correto UMA VEZ NO ANO é moleza! é o comportamento típica da Marina Silva, quando era ministra! Quero ver é andar de ônibus todos os dias – esperando uma hora no sol ou, na época da chuva, sentir o sujeito passar o sapato sujo de lama na barra da sua calça, no ônibus lotado!

    Abraços.

    (PS: Os ladrões de gravata do Estado mandam você deixar o carro em casa, seja voluntariamente, seja por força do rodízio. É MOLE! É LINDO! Quero ver é eles darem desconto no IPVA e no Seguro Obrigatório no valor correspondente aos dias em que você ficou com o carro preso em casa!)

    • Também estou até a garganta com essas atitudes ditas politicamente corretas que duram um só dia. Basta você ficar sem carro numa terça, quarta, quinta, ou o dia que for, para o mundo ter o ar mais puro de toda a Via Láctea. Sua observação, Francisco, é tão precisa quanto às equações einsteinianas. Perfeitas!

      Por outro lado, não esperava isso de uma fábrica alemã (mesmo país que nos legou Bach, Beethoven, Nietzsche, Goethe, Werner Herzog e tantos outros), tão certinha, tão virgem vestal… Isso me lembra mensalão, lava-jato (deveria ser lava a jato) e outros produtos nacionais, ‘tipo’ exportação.

  2. Esse escândalo certamente frustrará os planos da VW de se tornar a montadora líder mundial em vendas.

    Mas desonestidade nem se explica, nem se justifica.

  3. O ser humano é um poço de contradições.
    Austero em certos momentos e absolutamente descontrolado em outros, principalmente consigo mesmo.
    A montadora alemã, VW, foi flagrada em não obedecer os limites de poluição emitidos pelos seus carros, e será multada em quantias astronômicas, comprometendo inclusive o seu futuro como uma das mais poderosas indústrias do mundo automobilístico.
    Nesse meio tempo, a Europa repudia milhares de pessoas em fuga de seus países em conflitos, outras tantas morrem de fome, da mesma forma de doenças e sede, mas o meio ambiente deve ser preservado a qualquer custo, cabendo perguntar com o desaparecimento da espécie humana, para quê?!
    A meu ver, se essas fortunas cobradas em multas fossem canalizadas às melhorias de vida do ser humano, o mundo teria a sua preservação de maneira muito mais eficaz e eficiente que qualquer sistema existente para esta finalidade, pois este dinheiro arrecadado também não é usado à despoluição do ar, de rios e florestas, mas à manutenção de mercados competidores neste particular, onde os automóveis disputam o consumidor de forma agressiva, pois o carro se transformou em extensão à personalidade de seu condutor, e quanto mais potente e linhas modernas, tecnologia embarcada e linhas modernas, o sucesso do modelo é garantido.
    A VW tem uma linha de veículos fantástica, competindo com americanos, franceses, italianos e coreanos na preferência de um público cada vez mais seleto e exigente, enquanto atende uma gama notável de consumidores de carros populares, com motorização de um litro, chegando esses propulsores a mais de 100 cavalos, como no caso do último lançamento da montadora alemã, o Up Tsi.
    Nessas alturas, cabe perguntar se os veículos produzidos pelas montadoras de todas as origens e vendidos na Ásia, América Latina e África, obedecem os rígidos controles de emissão de gases poluentes?
    Ou somente a Europa e Estados Unidos se preocupam com a qualidade do ar que respiram, e os demais povos podem respirar toda a sorte de mistura tóxica que chega em seus pulmões?
    Ou, lá pelas tantas, para diminuir a influência alemã na venda de seus carros excelentes, como a própria VW, Audi, Mercedes Benz, BMW, veículos que são referências mundiais?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *