Espionagem: aqui e alhures

Tereza Cruvinel
Correio Braziliense

O petróleo sempre despertou a cobiça e motivou ações políticas e militares dos Estados Unidos. Em maio, o primeiro-ministro do Timor Leste, Xanana Gusmão, denunciou à Agência Lusa que foram espionadas as negociações entre seu país e a Austrália para a exploração pactuada do campo de Greater Sunrise, no Mar do Timor, que banha os dois países. A Austrália, talvez pelos laços de amizade com os EUA, havia silenciado. Xanana foi firme: “Eu não teria tomado decisão tão grave (a de denunciar o fato) se não tivesse bases sólidas”.
No início do mês, antes portanto das revelações do programa Fantástico, de que a Petrobras foi alvo da espionagem americana, a presidente Dilma Rousseff disse a auxiliares que, a seu ver, a coleta de informações sobre o pré-sal seria um dos principais objetivos da grande arapongagem. Sabia do que falava.
Ao sancionar a lei que destina 75% dos recursos dos royalties do petróleo à educação, Dilma deitou falação sobre o petróleo brasileiro, mencionando as grandes reservas e a tecnologia nacional de exploração submarina, como quem dissesse: “Sim, temos muito petróleo”. Mas, como no pronunciamento de sexta-feira, silenciou sobre a espionagem, talvez para evitar acusações de que estaria insuflando o sentimento antiamericano que, pelo visto, deixou de existir. Não aparece nem nos protestos nos quais o que se queima agora é a bandeira brasileira.
O que precisa ser esclarecido é o quê exatamente procuravam os espiões. Se informações sobre reservas, sobre os próximos leilões, que incluem o megacampo de Libra, ou sobre a tecnologia brasileira de exploração em águas profundas. Edward Snowden deve saber mais do que já informou.
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

One thought on “Espionagem: aqui e alhures

  1. Com certeza absolutíssima esse vagabundo dedo-duro e traidor da pátria sabe muito mais do que entregou!
    Deve saber direitinho o conluio do governo brasileiro com o tráfico de cocaína, com as FARC, como o Foro de São Paulo dita as regras e normas desse país, como a Petrobras pagou 1,2 bilhões de dólares por uma refinaria que não valia nem 100 milhões, a conta secreta do Lula e da Rose em Portugal, onde o dinheiro do roubo da Petrobras foi parar, os esquemas do BNDES com as “campeãs nacionais”, o esquema Lula/Lulinha e a Oi, JBS Friboi, OGX…, quanto custou o aparelhamento do STF, quanto custa o voto de cada deputado da base governista….
    É ÓBVIO que esse Snowden sabe muito mais! Eu quero ver ele soltar e a Globo divulgar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *